Matérias Mais Lidas

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemIrmão de Bon Scott fala pela primeira vez: "Ele nunca se preocupou com o futuro!"

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...


In-Edit

Resenha - Fade My Existence - Stormfall

Por Rafael Carnovale
Em 22/11/04

Os cariocas do Stormfall chegam a sua quarta demo, com uma sonoridade fortemente influenciada por bandas como In Flames e Soilwork. Basicamente estamos falando de um death com pitadas heavy e vocais urrados/limpos/agressivos. A banda apresenta 7 músicas neste bom DEMO-CD, com acabamento gráfico acima da média e bem produzido, que transitam do death ao heavy com extrema habilidade.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

"Fade My Existence" é a típica death/heavy com vocais agressivos e mudanças de andamento competentes. Já "u.n. connected" é mais pesada, com a força da bateria de Igor Noronha ditando o ritmo. "A Light of Synthesis" é mais cadenciada, e é séria candidata ao destaque do demo.

Quem pensa que a banda só investe no peso vai se surpreender com a bela "Backlash", que lembra muito os trabalhos do Sentenced (com umas pitadas bem leves de "gothic-metal) e com as heavies "1000 Latitudes" e "Solid", aonde se destaca as boas guitarras de Gustavo Sazes e Alessandro Peçanha. "Ionic Rain" encerra a demo de forma elegante, com uma levada bem a lá Black Sabbath.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Posso afirmar sem medo que o Stormfall já atingiu sua maturidade musical e conseguiu construir um estilo coeso e sólido. Agora só falta o cd. E que saia logo.

Line Up:
Pedro De La Rocque – Vocais
Gustavo Sazes – Guitarras/Vocais
Alessandro Peçanha – Guitarras
Raphael Noruega – Baixo
Igor Noronha – Bateria

Contato:
Http://www.stormfall.org
Gustavo – (21)24157978

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.