Resenha - Red One - Ledger

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  


É difícil não rotular os goianos do Ledger como new-metal. Afinal, as vozes sussurradas misturadas com urros, as guitarras cadenciadas em afinação baixa estão presentes. Mas os caras deram um pulo do gato, ao eliminar todo resquício de eletrônica ou "samplers", deixando que o peso falasse por si só.

Tal atitude resultou numa demo pesada, que tem sim elementos de new-metal, mas que puxa para o trash com facilidade, como podemos comprovar na primeira faixa, "Addicted Fox Noise". Já a segunda é mais próxima ao new-metal ("Porno Star"), mas mesmo assim mantém o nível da demo.

publicidade

"The Red One" tem uma levada mais melancólica, sendo uma das melhores, com mais peso e mais ritmo cadenciado, fugindo um pouco das características mostradas anteriormente. A demo encerra com a trash "Visions", que é bem mais rápida, e mostra que a banda também gosta de um som calcado nos anos 80.

Bem original esse trabalho. A banda tem talento e merece gravar um cd rapidamente, para que possamos conferir todo esse potencial mostrado em "The Red One".

publicidade

Line Up:
Wendel Machado - Vocal
Thiago Leopoldino - Guitarra
Nêgo - Guitarra
Caco - Baixo
Róger - Bateria

Contatos:
http://www.ledgerband.com.br
[email protected]




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Há quem goste: As 10 bandas mais odiadas do universoHá quem goste
As 10 bandas mais odiadas do universo

Sinceridade: e se as capas de discos dissessem a verdade?Sinceridade
E se as capas de discos dissessem a verdade?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin