Resenha - Revel in Human Filth - Carve

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Clóvis Eduardo
Enviar correções  |  Ver Acessos


Bandas de Brutal Death Metal já são rechaçadas por terem logo de cara esta nomenclatura, certo? É fácil colocar um cd deste tipo para tocar, e mais fácil ainda é tirá-lo. Não, se for de qualidade, lógico, daí todo mundo se salva. Este é o caso da banda Carve, a qual nunca tinha ouvido falar, mas já encabeça a lista de boas opções do gênero. As oito "musiquinhas" do cd são demasiadamente boas, e que bom que são mesmo, tava na hora de renovar um pouco a cena death metal.

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasPink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitual

A banda vem da Suécia e é formada pelo vocalista/guitarrista Rogga Johansson, o baterista Mathias Fiebig e o baixista Oskar Nilsson. O cd gravado em fevereiro de 2004 aparece como uma revelação da distribuidora curitibana Black Hole. Carve é uma banda que excede os valores legais da musicalidade, e parte para o lado insano da coisa. Se todos estes atributos o atraem, corre atrás do cd, que foi feito pra ti mesmo.

É sempre aquela coisa, um timbre na guitarra talvez não muito original, e repetido à exaustão, mas a composição dos riffs valem a pena. O vocal é forte entre os tons guturais e rasgados, o baixo aparece bem, pela presença única da guitarra, que têm uma super exposição em solos ríspidos. A única coisa que ficou um pouco a desejar foi o som do caixa da bateria, que está totalmente encoberto. Já os bumbos são sempre marretadas e mantém as pernas de Mathias em velocidade contínua.

As músicas refletem temas sobre guerras, terror e sempre muito sangue e destruição. O encarte é bem feito e contém as típicas imagens do gênero. Partindo para a parte sonora, Soulrape Unleashed, Amongst The Ruins e Humanity Delete são os destaques. Mas é indiscutível o impacto que a primeira música Storms Across A Dead Planet apresenta. É aquela típica mistura de "abre-alas com arrasa quarteirão". Isso ao vivo deve ficar demais! Aliás, se tem uma coisa que fica animal ao vivo é Death Metal. Ver os caras realmente agitando e mandando ver no instrumento é coisa de maluco. E o Carve é uma banda que valeria a pena o ingresso.

Black Hole Productions




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Carve"


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualPink Floyd
The Wall é uma obra de arte conceitual

Fama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no BrasilFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil

Lemmy Kilmister: A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininhaLemmy Kilmister
A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininha

Rolling Stone: as melhores músicas com mais de sete minutosRolling Stone
As melhores músicas com mais de sete minutos

Lemmy: Em dois anos vou ter 70! Como isso foi acontecer comigo?Lemmy
"Em dois anos vou ter 70! Como isso foi acontecer comigo?"

Rafael Bittencourt: Com o Aquiles eu não mantenho mais contato e nem tenho vontadeRafael Bittencourt
Com o Aquiles eu não mantenho mais contato e nem tenho vontade


Sobre Clóvis Eduardo

Clóvis Eduardo Cuco é catarinense, jornalista e metaleiro.

Mais matérias de Clóvis Eduardo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336