Resenha - Arrival - Hypocrisy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Realmente é impressionante observar como a evolução de alguns músicos reflete em sua música. Hypocrisy é um dos grandes nomes do death metal mundial, sempre lançando trabalhos notáveis, até mesmo quando muda o foco musical, como no variado e até mesmo experimental Catch 22, seu disco anterior; álbum desprezado por muitos, diga-se de passagem.

publicidade

The Arrival foi obviamente gravado no Abyss Studio por P. Tägtgren e M. Hedlung; o disco nos apresenta excelente timbragem dos instrumentos e muita técnica na hora de tocar, num grande desempenho de Peter Tägtgren (voz, guitarras e teclados), Mikael Hedlung (baixo) e Lars Szöke (bateria), resultando em nove ótimas faixas abordando novamente temas alienígenas.

publicidade

The Arrival mantém o direcionamento death, mas sem a tradicional velocidade que marcou esse estilo. Sua música emana muita melodia, cadência, sofrimento e desespero, onde existe grande preocupação com os refrões, que realmente marcam presença. A voz rasgada de Peter Tägtgren, apesar de bastante agressiva, complementa perfeitamente as belas composições, faixa após faixa.

publicidade

As faixas "Born Dead Buried Alive", "New World" e a porrada "War Within" mantém bastante da agressividade de outrora, enquanto as outras composições são puro death metal melódico, feroz e sofrido, em músicas cativantes como em "Eraser", "Stillborn", na grudenta "Slave To The Parasites", "Dead Skin Dawning", "The Departure". Temos ainda a arrastada e sufocante "The Abyss", com um solo simples e com bastante feeling.

publicidade

Os deathbangers mais radicais da velha escola podem até vir a detestar este disco, mas com certeza a nova geração irá abraçá-lo numa boa, pois o pessoal do Hypocrisy elaborou um álbum honesto, com muitos momentos brilhantes e que merece ser adquirido.

Hypocrisy – The Arrival – 2004
Nuclear Blast / Paradoxx Music

1. Born Dead Buried Alive
2. Eraser
3. Stillborn
4. Slave To The Parasites
5. New World
6. The Abyss
7. Dead Sky Dawning
8. The Departure
9. War Within

publicidade


Outras resenhas de Arrival - Hypocrisy

Resenha - Arrival - Hypocrisy

Resenha - Arrival - Hypocrisy

Resenha - Arrival - Hypocrisy




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rammstein: ame a si mesma, não importa o que digam, diz TillRammstein
"ame a si mesma, não importa o que digam", diz Till

Lindemann: Tägtgren salvou vocalista do Rammstein de surraLindemann
Tägtgren salvou vocalista do Rammstein de surra


Slash: guitarrista fala sobre a origem da sua cartolaSlash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola

Discórdia: alguns dos maiores insultos entre artistasDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin