Resenha - Project Shangri-La - Lana Lane

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando De Santis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Quando se tem um CD da vocalista Lana Lane em mãos, não é necessária muita imaginação para saber o que o álbum reserva: Hard Rock de boa qualidade, algumas canções com cacoete pop, um vocal cristalino muito competente e músicos de muito qualidade. "Project Shangri-La" originalmente lançado em 2002, finalmente está disponível em versão nacional, para os fãs brasileiros. Além de Lana Lane nos vocais, Erik Norlander (tecladista e produtor), Mark McCrite e Neil Criton (guitarra) e Vinny Ápice (bateria) completam o time.

Guns N Roses: Bon Jovi fez com Steven Tyler o que ele fez com AxlHall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll

O álbum começa com a instrumental "Redemption Part I" com pouco mais de dois minutos e já emenda a faixa título do álbum, "Project Shangri-La", que tem um refrão bem marcante e muitas intervenções de teclado. Ao começar a escutar a terceira faixa do disco, "Encore", os mais atentos já identificarão a original guitarra de Helge Engelke (ex-Fair Warning, atual Dreamtide) com aquela distorção meio sintetizada e solos com notas super altas. Essa canção é uma composição do Helge e a letra ficou por conta de Erik Norlander, talvez uma das mais interessantes do disco. O álbum conta com algumas baladas, com destaque para "Before You Go" e para a quase acústica "Ebbtide".

Porém não só de músicas cadenciadas ou baladas "Project Shangri-La" é feito... algumas músicas beiram o metal melódico, como "The Beast Within You", com um riff introdutório muito bem elaborado e pesado e "(Life Is) Only A Dream", que conta com o ex-Malmsteen, Mark Boals, fazendo as harmonias vocais. Boals também faz um dueto com Lane no surpreendente cover de "Con Te Partiró (Time to Say Goodbye)" do músico Francesco Sartori. Uma música bem popular que é conhecida por qualquer pessoa que já viu TV ou ouviu rádio alguma vez na vida. A canção toda é em italiano, tendo apenas um verso do refrão cantado em inglês ("Time to say goodbye"). O disco é encerrado com a instrumental "Redemption Part II", porém, a versão em questão, a distribuída pela Hellion Records, ainda conta com o interessante bonus track, a balada "I Believe in You".

Sem muitas surpresas, mas também sem falhas, "Project Shangri-La" agrada pela produção impecável e por trazer exatamente aquilo que os fãs esperam: hard rock moderno acompanhado do vocal singular de Lana Lane.


Outras resenhas de Project Shangri-La - Lana Lane

Resenha - Project Shangri-La - Lana Lane




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Lana Lane"


Guns N Roses: Bon Jovi fez com Steven Tyler o que ele fez com AxlGuns N Roses
Bon Jovi fez com Steven Tyler o que ele fez com Axl

Hall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and RollHall Of Fame
500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll


Sobre Fernando De Santis

Paulistano, nascido em 1979, Fernando De Santis passa grande parte do seu tempo viajando entre São Paulo, Santos e Curitiba. Nas horas de viagens dentro de ônibus ou aviões, costuma ouvir Hard Rock, Heavy Metal e demos de qualquer estilo. Atualmente trabalha como webdesigner para o Estado de São Paulo. Mantém o site "We Burn", dedicado ao Helloween desde 1998, que nunca lhe trouxe nenhum dinheiro, mas rendeu muito amigos.

Mais informações sobre Fernando De Santis

Mais matérias de Fernando De Santis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336