Guns N' Roses: Zakk Wylde conta como quase entrou na banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Coutinho, Fonte: Blistering.com
Enviar Correções  

ZAKK WYLDE, do Black Label Society, chegou a ser convidado para ser o guitarrista do Guns N’ Roses, quando Slash deixou o grupo. Isso rolou em meados de 1995. Para variar, Zakk não gravou nada com o grupo e, como todos sabem, muito menos foi efetivado no cargo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Veja o que Zakk disse a respeito da situação ao site Blistering.com em entrevista de 2005.

"O lance com o Guns aconteceu quando ajudei Ozzy nas gravações do ‘Ozzmosis’. Durante as gravações daquele álbum, recebi um telefonema de Axl me perguntando se eu gostaria de me juntar a ele para uma jam. Eu disse claro, sem problemas. Fizemos a jam, e foi quando Ozzy decidiu colocar Joe Holmes em sua banda. Obviamente, as jam sessions que realizei com Axl acabaram em nada porque advogados e empresários se envolveram demais, e fuderam com absolutamente tudo. Não há qualquer tipo de diversão quando esses caras se envolvem. Esta supostamente seria a porra de uma banda de rock!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu me lembro de ficar pensando: ‘mesmo que façamos um puta dinheiro, nós todos devíamos sentar e relaxar!’ [risos]. Então, Ozzy e Holmes saíram em turnê enquanto eu finalizava o álbum ‘Book of Shadows’, ainda assim me juntei a ele para finalizar o ‘Ozzmosis’. Após isso, eu pensei: ‘foda-se tudo isso! Eu tenho todos esses riffs pesados espalhados por aqui’, então comecei o Black Label Society. Isso já em 1998. Fizemos o ‘Sonic Brew’, ‘Stronger Than Death’ e saímos em turnê neste meio tempo para promover esses dois trabalhos. Então, me chamaram para o filme ‘Rock Star’, em 2000. Acabei fazendo o negócio, e todas as guitarras para a trilha sonora do filme.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde então tudo que tenho feito é beber, ganhar peso e tocar guitarra o tempo todo. Depois disso tudo, ainda gravamos um álbum ao vivo, depois o ‘1919 Eternal’ e saímos em turnê novamente. Voltei a trabalhar com Ozzy, e juntos fizemos o ‘Down To Earth’ e saímos em turnê para promovê-lo. Lançamos o 'The Blessed Hellride' e caímos na estrada para promovê-lo. Então veio o DVD 'Boozed, Broozed & Broken-Boned', logo em seguida gravamos toda aquela merda acústica no 'Hangover Music Vol. VI'. E agora estamos com o novo álbum, chamado ‘Mafia’! [risos]. Já lançamos uns vinte álbuns desde que fiz aquela jam com Axl. E isso há quase dez anos e ele ainda não lançou o ‘Chinese Democracy’!", finaliza o irônico beberrão Zakk Wylde.

Clique aqui e leia a entrevista completa com o guitarrista.

Comente: Você acha que Zakk encaixaria bem no Guns N' Roses?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: A tour de Powerslave quase acabou com a bandaIron Maiden
A tour de Powerslave quase acabou com a banda

The Voice: candidato faz power metal cantado em portuguêsThe Voice
Candidato faz power metal cantado em português


Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo728