Resenha - A Crow Left Of The Murder - Incubus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Augusto
Enviar Correções  


Após três anos de espera, os fãs de Incubus puseram as mãos em um novo trabalho de estúdio da banda.

publicidade

Embora sejam pouco conhecidos no Brasil, o Incubus faz um sucesso relativo nos EUA, misturando diversos elementos (como funk e jazz, por exemplo) ao bom e velho rock and roll.

No começo da carreira, o Incubus tinha um estilo mais aproximado do Red Hot Chili Peppers no disco Blood Sugar Sex Magik, de 1991. Porém, a cada disco a banda foi adquirindo uma personalidade diferenciada (embora os primeiros álbuns sejam ótimos).

publicidade

Alguns fãs torceram o nariz para Morning View (trabalho anterior ao novo lançamento), pois a banda apresentou uma considerável perda de peso e da 'pegada' dos outros álbuns. Mas "A Crow Left Of The Murder" é o perfeito equilíbrio da carreira da banda.

Vamos ao review faixa a faixa:

01. Megalomaniac (4:54) - Além de ser a faixa de abertura, é o primeiro single deste álbum. É uma boa música, apresenta um peso relativo e um ritmo bem cadenciado. A letra, altamente política, critica os governantes 'megalomaníacos' do mundo.

publicidade

02. A Crow Left Of The Murder (3:30) - A faixa título apresenta uma levada bem original, com a bateria bem trabalhada. Os vocais de Brandon Boyd estão muito bem trabalhados.

03. Agoraphobia (3:52) - Faixa bem rock-pop, com uma letra bem original sobre agorafobia (medo de lugares abertos - contrário de claustrofobia). O refrão chama bem a atenção.

publicidade

04. Talk Shows On Mute (3:49) - Segundo single deste trabalho. A música tem uma levada semelhante à anterior, mas talvez seja mais interessante. A letra, novamente original, foi inspirada no livro 1984.

05. Beware! Criminal (3:48) - Música bem equilibrada, misturando partes mais calmas com um refrão explosivo. Destaque para os vocais de Boyd e para a guitarra muito bem trabalhada de Mike.

publicidade

06. Sick Sad Little World (6:23) - Talvez a melhor faixa do álbum. É quase uma intermediária entre o Incubus do disco S.C.I.E.N.C.E. (1997) e Make Yourself (1999). Apresenta a energia do primeiro e o cuidado do segundo. Destaque para o solo de guitarra de Mike.

07. Pistola (4:23) - Outra faixa que nos remete ao S.C.I.E.N.C.E.. Possui um ritmo mais acelerado, com bastante ênfase no DJ e nos vocais de Boyd. Um dos destaques do álbum.

publicidade

08. Southern Girl (3:41) - Ótima balada, onde Boyd mostra sua habilidade para tratar de temas extremamente abordados de maneira original. A cadência dos acordes chama a atenção.

09. Priceless (4:07) - Faixa bem agitada, que mais uma vez parece ter saído do S.C.I.E.N.C.E.. Chama bem a atenção pela complexidade da estrutura e pelo refrão marcante.

publicidade

10. Zee Deveel (3:52) - Totalmente original. O ritmo lembra um pouco às velhas músicas circenses, mas sem perder a personalidade. Chama a atenção.

11. Made For TV Movie (3:38) - Uma quase balada que apresenta, mais uma vez, um refrão bem marcante. Os backing vocals são bem trabalhados aqui, além do impecável vocal de Boyd.

12. Smile Lines (3:59) - Música bem agitada, com pausas bem interessantes, que destacam ainda mais o vocal. Destaque também para o novo baixista, Ben Kenney.

13. Here In My Room (4:20) - Balada pseudo-romântica. O piano nesta música dá um clima bem diferente do habitual das músicas do Incubus. A letra fala sobre sexo casual com uma incrível originalidade.

14. Leech (4:19) - A faixa que encerra o álbum é um rock de extrema qualidade, com um ritmo muito bem trabalhado, além do refrão marcante.

Enfim, este álbum é um prato cheio para fãs de música em geral. Recomendadíssimo.

Incubus:
Brandon Boyd - Vocal
Mike Einziger - Guitarra
Ben Kenney - Baixo
Chris Kilmore - DJ
Joe Pasillias - Bateria

publicidade


Outras resenhas de A Crow Left Of The Murder - Incubus

Resenha - A Crow Left Of The Murder - Incubus




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Nu Metal: dez discos essenciais do gêneroNu Metal
Dez discos essenciais do gênero

Bobbie Brown: estrela descreve Paul Stanley como bizarroBobbie Brown
Estrela descreve Paul Stanley como "bizarro"


Black Sabbath: Perguntas e respostas e curiosidades diversasBlack Sabbath
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Classic Rock: revista elege 100 melhores músicas de rockClassic Rock
Revista elege 100 melhores músicas de rock


Sobre Thiago Augusto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin