Resenha - Hellfire Club - Edguy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Se quando lançou o disco "Mandrake" em 2001 o Edguy passou de vez para o lado das grandes bandas mundiais tratando-se de power metal melódico, o ao vivo "Burning Down the Opera" consolidou de vez a carreira da banda, que teve início em 1995 com o disco "Savage Poetry". Tudo não poderia ser melhor, quando entre o final de 2003 e início de 2004 o Edguy trocou de gravadora (agora no 'cast' da Nuclear Blast) e preparou este estrondoso novo disco, com o simples título de "Hellfire Club".

Musas do Metal Nacional: combo de talento e sensualidadeGorgoroth: As orientações sexuais e políticas de Gaahl

As coisas não poderiam ficar melhores, certo? Errado! Sinceramente, acho que "Hellfire Club" é um disco maravilhoso, com uma ótima expressão dentro da discografia da banda, que possui clássicos absolutos como o próprio "Savage Poetry", "Theater of Salvation" e o já citado "Mandrake". "Hellfire Club" traz um Edguy melódico, usando e abusando do power metal tipicamente germânico, mas aqui neste novo material, trazendo também bons toques de hard rock. Tobias Sammet (vocal), Jens Ludwig (guitarra), Dirk Sauer (guitarra), Tobias Exxel (baixo) e Felix Bohnke (bateria) fazem miséria, podem ter certeza! Ao ouvir o que o Edguy traz neste seu novo disco, considerando apenas a 'performance' de cada músico (não precisamos entrar em detalhes quando a maravilhosa produção do CD), certamente indica que a próxima turnê da banda será extremamente bem sucedida tanto na Europa como aqui na América do Sul.

Abrindo com uma faixa bem pesada e direta, "Mysteria", o CD já nos mostra uma das melhores composições do Edguy em todos os tempos! Verdade! Muito peso, guitarras desconcertantes e um refrão majestoso fazem desta composição algo tão especial dentro da carreira destes alemães. A longa, melódica e progressiva "The Piper Never Dies" dá seqüência no álbum... A música aqui possui mais de dez minutos de duração! Com melodias simples, mas bem certeiras, o disco passa por "We Don't Need a Hero" e cai na empolgada "Down to the Devil", outro grande momento do CD. Sem tanto peso como "Mysteria", temos nesta faixa um outro perfeito refrão. Do primeiro single do álbum vem "King of Fools", a faixa seguinte, trazendo mais guitarras pesadas que chegam a lembrar um pouco o AC/DC pelo estilo dos riffs. Após a balada "Forever", outro excelente destaque do disco é a novamente pesada "Under the Moon", que cairá perfeitamente no gosto de todos os fãs do Edguy. Se você achou estranho a banda trazer influências hard rock, basta conferir "Lavatory Love Machine", a composição mais alegre em que o Edguy já investiu suas fichas... E mesmo não sendo muito metal, acreditem, a faixa é outro destaque considerável dentro do disco. E para não dizer que a banda deixou de lado suas velhas características, há "Rise of the Morning Glory" e a balada 'à Avantasia' "The Spirit Will Remain".

Pode ser cedo para já falar isso, mas não vejo motivos para não indicar "Hellfire Club" como um dos melhores discos de 2004. E tomara, tomara mesmo, que esta nova turnê do Edguy passe novamente pelo Brasil... E podem ter certeza, este CD ainda rodará (e muito) aqui em casa!

Site oficial: www.edguy.nu

Line-up:
Tobias Sammet (vocal);
Jens Ludwig (guitarra);
Dirk Sauer (guitarra);
Tobias Exxel (baixo);
Felix Bohnke (bateria).

Track-list:
01. Mysteria
02. The Piper Never Dies
03. We Don't Need a Hero
04. Down to the Devil
05. King of Fools
06. Forever
07. Under the Moon
08. Lavatory Love Machine
09. Rise of the Mourning Glory
10. Lucifer in Love
11. Navigator
12. The Spirit Will Remain


Outras resenhas de Hellfire Club - Edguy

Resenha - Hellfire Club - Edguy




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Edguy"


Unisonic & Edguy: Michael Kiske trollando Tobias SammetUnisonic & Edguy
Michael Kiske trollando Tobias Sammet

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da AlemanhaKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha


Musas do Metal Nacional: combo de talento e sensualidadeMusas do Metal Nacional
Combo de talento e sensualidade

Gorgoroth: As orientações sexuais e políticas de GaahlGorgoroth
As orientações sexuais e políticas de Gaahl


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336