Resenha - Glorious Burden - Iced Earth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O "Peso Glorioso" que o Iced Earth carregou neste cd é algo fantástico. A banda, que após o bom "Horrorshow" perdeu seu carismático vocalista Matthew Barlow, que saiu ou foi saído por motivos pessoais, viveu um hiato crônico. O cd novo estava sendo gravado, e não havia vocal. O acaso (coincidências ou não) fez com que o guitarrista, líder e mentor da banda Jon Schaffer recrutasse provisoriamente Tim "Ripper" Owens (na época ainda vocal do Judas Priest) para cantar no álbum. Mas o incrível ainda estaria por vir: Tim acabaria sendo dispensado do Judas Priest, para o retorno de Rob Halford, e alguns dias depois o destino unia Tim Owens e Iced Earth, desta vez em caráter oficial e permanente.
984 acessosIced Earth: Jon Schaffer comenta sobre os primórdios, os fãs e mais5000 acessosJason Becker: O mais tocante desafio do balde de gelo

"The Glorious Burden" é antes de tudo uma afirmação do patriotismo de Jon Schaffer. Se é exagerado ou não, não vem ao caso, já que a análise é puramente musical. Influenciado pelos atentados de 11 de setembro, o mesmo resolveu criar uma obra que ressaltasse toda a glória da independência americana. Começando por colocar o hino americano em uma versão bem pesada como "intro" do cd, "The Star Spangled Banner", dando sequência para a extremamente heavy "Declaration Day" (alguém lembra do 4 de julho?), aonde a banda emenda um heavy altamente influenciado por Iron Maiden com os vocais de Tim se encaixando como uma luva. Tim inclusive não altera em nada seu estilo de cantar. A épica "When the Eagle Cries" (que também aparece numa lindíssima versão acústica como bônus) mostra tal característica. Tim usa mais sua voz limpa, mas não deixa de despejar seus potentes agudos.

O cd apresenta um Iced altamente heavy e com menos peso do que o normal, mas ainda apostando na fusão de heavy/trash que sempre caracterizou a banda. "The Reckoning (Don't Tread on Me)", que saiu como título de EP, é uma faixa pesada, movida pelas guitarras fortes de Schaffer e os vocais endemoniados de Owens. Assim como a "Priest-iana" "Greenface" e a pesadíssima "Attila". Algo que chama a atenção é o uso de corais que são extremamente bem colocados em vários momentos, com participação inclusive de Matthew Barlow (ouça a primeira faixa do cd e veja se você não identifica sua voz).

Não há como destacar uma faixa do cd. "Red Baron/Blue Max" (quem curte aviões clássicos de guerra vai identificar essa fácilmente) é cadenciada e cativante, enquanto que "Hollow Man" traz um Iced Earth bem épico, assim como a suave "Valley" e a "maideniana" "Waterloo" (alguém falou de "Piece of Mind"?)

Insatisfeito em parir um puta cd, Mr. Schaffer ainda nos brinda com a suíte "Gettysburg (1863), que dividida em 3 momentos ("The Devil To Pay", "Hold At All Costs" e "High Water Hawk") e 32 minutos, mostra a perfeita fusão do peso e metal do Iced Earth com orquestra. São 32 minutos de pura história, musicada por uma batida marcante e vocais insadescidos. O momento maior do cd, com total merecimento.

O melhor cd da banda? Seria injusto afirmar, devido ao passado com o ex-vocalista Matthew Barlow, mas que o Iced conseguiu dar a volta por cima e promete horrores com Tim Owens no vocal, isso promete. Compre, faça o diabo, mas tenha essa obra-prima em mãos, cd's como esse não surgem a todo momento.

Line - Up:
Jon Schaffer - Guitarras
Tim Owens - Vocais
James MacDonough - Baixo
Richard Christy - Bateria

Site oficial: http://www.icedearth.com

Lançado em 2004 pela SPV records. O lançamento nacional ocorrerá pela Century Media.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Glorious Burden - Iced Earth

2440 acessosResenha - Glorious Burden - Iced Earth1694 acessosResenha - Glorious Burden - Iced Earth1500 acessosResenha - Glorious Burden - Iced Earth

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iced EarthIced Earth
Jon Schaffer comenta sobre os primórdios, os fãs e mais

725 acessosIced Earth: "Tentanmos nos tornar mais independentes"601 acessosIced Earth: em vídeo, Jon Schaffer vai comprar discos360 acessosIced Earth: lyric vídeo de "Clear The Way (December 13th, 1862)"460 acessosIced Earth: lyric video de "Clear The Way (December 13th, 1862)"598 acessosJon Schaffer: "Eu não voto mais nas eleições federais"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iced Earth"

CapasCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos

Sedentos por SangueSedentos por Sangue
Confira 5 belas canções sobre Vampiros

"Ripper" Owens"Ripper" Owens
A origem do apelido, Judas Priest, Iced Earth e mais

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Iced Earth"

Jason BeckerJason Becker
O mais tocante desafio do balde de gelo até agora

Futebol e rockFutebol e rock
As paixões de Harris, McCartney, Daltrey e outros

GhostGhost
Papa Emeritus III sem máscara com Phil Anselmo e outros

5000 acessosPhotoshop: Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais5000 acessosFolk Metal e Música Celta5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosBumblefoot conta como é ser parte do Guns N' Roses5000 acessosCristina Scabbia: "Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"5000 acessosPhil Anselmo: vocalista conta história de suas tatuagens em vídeo

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online