Resenha - Snakes in The Playground - Bride

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar Correções  

10


Ano: 1992

publicidade

PELO AMOR DE DEUS!!!!! O QUE É ISSO???? Minha mente acaba de ser liberta de todas as podreiras musicais – que por um motivo ou por outro – eu tive o desprazer de ouvir nos últimos tempos.

É isto que este "Snakes in The Playground" faz com você. Essa é a fase mais produtiva, criativa e visceral do Bride. Sim, meu amigo, estamos diante de um dos melhores cds de white metal da história, e não precisamos de muito tempo para perceber isso. Um cd que começa com "Rattlesnake", "Would You Die for Me" e "Psychedelic Super Jesus" fala por si só. Três clássicos imortais do Bride que são executados (e exigidos pela galera) nos shows até hoje.

publicidade

Hard Rock de guitarras limpas e pesadas, solos criativos e cativantes, baixo perfeitamente encaixado na proposta da banda que criam massas sonoras convidativas para Dale Thompson arrancar pescotapas de você com sua voz. Uma fórmula perfeita e agradável, mas, felizmente, os criativos rapazes não se prenderam somente a ela. A dobradinha "Saltriver Shuffle"/"Dust Through a Fan" comprova isso: uma introdução fabulosa de gaita e uma música acachapante.

publicidade

Acha que já ouviu tudo em termos de baladas? Está saturado destas musiquinhas lentas colocadas no meio do cd que te interrompem de destruir a casa toda? As acha totalmente dispensáveis?

Então ouça "I Miss The Rain" e limpe sua mente de qualquer preconceito a respeito. Classifico-a como uma das melhores baladas que já ouvi. Preste também atenção na última música, Goodbye, outra balada, ouça-a e acompanhe a letra. Se você ao menos não se emocionar, eu bato palmas para você.

publicidade

Um cd impecável, com absolutamente nenhuma falha, todos os integrantes dão show, a produção está limpa e cristalina e um álbum que é permeado por um clima "up" o tempo todo. A sensação que te transmite é absolutamente positiva e vivificante – desconfio que é capaz até de acordar uma pessoa em coma.

Se sua avó morreu, sua namorada te deu um pé na bunda e seu time está em último nas tabelas, é muito fácil esquecer isso. Coloque o "Snakes..." para rodar e deguste o melhor do hard rock mundial.

publicidade

Ah sim! Quase me esqueço, o Bride também é conhecido por produzir letras excelentes e eles fazem jus à fama, um show de composição.

Saldo total: nove músicas pesadas e viscerais recheadas com criatividade, bom gosto e autenticidade musical, três introduções perfeitamente bem vindas, duas baladas inesquecíveis e um ouvinte fascinado.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


White Metal: 10 bandas do estilo que merecem respeitoWhite Metal
10 bandas do estilo que merecem respeito


Heavy Metal: quais as 10 melhores vozes da história?Heavy Metal
Quais as 10 melhores vozes da história?

Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback


Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin