Resenha - Ventura - Los Hermanos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar Correções  

10


Pois é. Eles conseguiram de novo.

publicidade

Seguindo o estilo da última obra-prima, "O Bloco do Eu Sozinho", mas incorporando novos elementos à sua música, os Los Hermanos lançam este "Ventura", se consolidando como uma das melhores (senão a melhor) banda brasileira da atualidade.

"Ventura" é mais direto, seus arranjos são mais "vazios", dando espaço para as performances individuais (o piano/teclado de Bruno Medina nunca esteve tão "na cara"),e os metais (comparando com o "Bloco") não estão tão presentes, mas as passagens que usam esses instrumentos tem uma valorização muito maior.

publicidade

A primeira faixa "Samba a Dois" é um samba recheado de Los Hermanos (ou vice-versa), o que já dá uma boa idéia do que está por vir. Se você achava que seria difícil lançar algo tão bom quanto o "Bloco", pode se preparar, "O Vencedor" e "Ta Bom" mantém o nível e mostram ótimas melodias e letras por Marcelo Camelo.

Nessa hora você já deve estar se perguntando onde estará Rodrigo Amarante. As próximas "Último Romance" e "Do Sétimo Andar" trazem o "ruivo" nos vocais e mostram mais uma faceta dos Hermanos. É muito interessante notar que Amarante está criando uma personalidade e uma identidade impressionante nas suas linhas vocais, com um estilo único de cantar.

publicidade

Continuamos com "A Outra", "Cara Estranho" (o primeiro single, que já tem clipe rolando na MTV), "O Velho e o Moço" (outra com Amarante), a linda "Além do que se vê" (de arrepiar!!!), "O Pouco Que Sobrou", "Conversa de Botas Batidas" (os arranjos dos metais no final são sensacionais) , a maravilhosa "Deixa o Verão" (com uma das melhores e mais divertidas letras já escritas pela banda), "Do Lado de Dentro", "Um Par" e a emocionante "De Onde Vem a Calma", que fecha este "Ventura" com chave de ouro.

publicidade

Não deixe de ouvir. Mesmo que você ache que a última coisa que a banda fez foi Anna Julia. Como disse o próprio Amarante: " tem também quem ache que Buenos Aires é a capital do Brasil".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rock Nacional: Artistas e bandas que estrearam com álbuns estranhosRock Nacional
Artistas e bandas que estrearam com álbuns estranhos

Regis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiroRegis Tadeu
Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro


Heavy Metal: as 10 introduções mais matadoras do estiloHeavy Metal
As 10 introduções mais matadoras do estilo

James Hetfield: O equilíbrio entre Metallica e vida familiarJames Hetfield
O equilíbrio entre Metallica e vida familiar


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin