Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemFrank Zappa disse a Steve Vai que ele soava como "um pão com mortadela elétrico"

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022

imagemDave Mustaine, do Megadeth, inicia vida de youtuber e mostra o ônibus de turnê da banda

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"


Resenha - Hail To The Thief - Radiohead

Por Rodrigo Simas
Em 27/05/03

Nota: 10

O que falar do Radiohead??? Adorado por muitos, odiado por alguns, não entendido pela maioria... talvez... o ponto em questão é que a banda está a muitos anos luz de seu tempo, sendo talvez a coisa mais inovadora e original que a música "mainstream" mundial tem a oferecer. Thom Yorke é louco? Simmmmm... um louco genial...como a maioria dos gênios que já passaram por esse mundo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Hail To The Thief" não decepcionará os fãs que acompanharam a banda até o último lançamento de estúdio, "Amnesiac". Mais rock do que os dois últimos CDs, este álbum traz tudo de melhor que foi feito desde o clássico irretocável "Ok Computer", sabendo balancear as partes eletrônicas. A primeira faixa, a excelente "2 + 2 = 5" já prova isso, com passagens que nos remetem a pérolas como "Paranoid Android" e "Airbag". As melodias vocais estão no mínimo tensas, com harmonias e arranjos de deixar qualquer um de queixo caído.

"Hail To The Thief" segue com "Sit Down. Stand Up", que após uma longa introdução, entra em uma batida típica da fase eletrônica da banda. "Sail To The Moon" é uma bonita composição, sempre com um clima melancólico, mas que vai emocionar muitos ouvintes com sua linda melodia cantada pela voz marcante de Yorke. "BackDrifts" é um grande destaque e fico pensando como irá soar ao vivo, me lembrando um pouco "Idioteque" do disco "Kid A". "Go To Sleep" mantém o nível e é a primeira que traz o violão para primeiro plano.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O disco segue com "Where I End And You Begin", "We Suck Young Blood" (que música neurótica…), a eletrônica "The Gloaming", a "música de trabalho" (esse termo é horrível) "There There", a "fúnebre" (acho que foi o adjetivo mais próximo que eu consegui encontrar) "I Will" , "A Punch-Up at a Wedding", a interessantíssima e pesada "Myxamatosis", "Scatterbrain" e a maravilhosa "A Wolf At The Door", que encerra este "Hail To The Thief" de forma brilhante.

O "Radiohead" continua seu caminho, mantendo sua criatividade ainda no topo, não deixando que modas passageiras influenciem sua música e sempre surpreendendo a todos, mesmo os que já esperam algo de diferente vindo deles.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Maravilhoso. Obrigatório.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rock e Surrealismo: Clipes em que estas linguagens se misturam de forma brilhante

Kid A e história do Radiohead (vídeo)




Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre

Mais matérias de Rodrigo Simas.