Resenha - Elegy - Amorphis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gustavo Dias
Enviar correções  |  Ver Acessos


Banda finlandesa conhecida no underground pela sua fusão entre um death metal sórdido e um doom muito atmosférico, o Amorphis nos presenteia com um disco fascinante, que ampliou todos os horizontes musicais do grupo. "Elegy", lançado em 1996, serve como uma fase de transição entre o aclamado "Tales From The A Thousand Lakes" (1994) e a posterior fase do conjunto, sacramentada com o lançamento de "Tuonela" (1999). O que neste álbum vemos são criações de descomedido bom gosto, com passagens musicais bem cadenciadas, toques místicos orientais e folclóricos finlandeses, além de letras enigmáticas, baseadas diretamente nos poemas, contos e canções do Kantele, livro que, em conjunto de outro (o Kalevala), sintetiza criações dos últimos milênios da arcaica cultura finlandesa.

Hall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do MetalMetallica: a regressão técnica de Lars Ulrich

A musicalidade da banda parece ser algo latente em seus integrantes. Destaca-se a perfeita harmonia com que os diferentes direcionamentos musicais são agregados, sempre soando verossímeis e até belos em dados momentos. Interessante também o contraste proposital entre os vocais limpos e até certo ponto agressivos de Pasi Koskinen (que entrou no grupo neste disco) e os urros de Tomi Koivusaari (embora seus vocais ficaram um pouco baixos na mixagem deste disco - o único gol contra deste álbum).

Ouça as faixas "Better Unborn", "Against Widows", "Weeper On The Shore", "Relief" e a excepcional versão acústica de "My Kantele", fechando o disco com chave de ouro.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Amorphis"


HailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death MetalHailMetal.com
Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal

Arte Gráfica: Designer brasileiro cria versões para clássicosArte Gráfica
Designer brasileiro cria versões para clássicos

Finlândia: as dez melhores bandas de Heavy Metal do paísFinlândia
As dez melhores bandas de Heavy Metal do país


Hall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do MetalHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

Metallica: a regressão técnica de Lars UlrichMetallica
A regressão técnica de Lars Ulrich

Ôôôôôeeee: Sílvio Santos aprovou montagem com Steve HarrisÔôôôôeeee
Sílvio Santos aprovou montagem com Steve Harris

Slash: guitarrista fala sobre a origem da sua cartolaSlash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola

Andre Matos: confira o incrível alcance do vocalistaAndre Matos
Confira o incrível alcance do vocalista

Nikki Sixx: Sebastian Bach tem que sair dessa de ex-Skid RowNikki Sixx
"Sebastian Bach tem que sair dessa de ex-Skid Row"

Guns N' Roses: O caminho até o recomeçoGuns N' Roses
O caminho até o recomeço


Sobre Gustavo Dias

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClioIL