Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemMorre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemIron Maiden: Bruce fala sobre groupies; "parei de transar com elas quando me apaixonei"


Stamp

Resenha - Stranger In Us All - Rainbow

Por Carlos Swancide
Em 14/08/00

Nota: 7

"A vingança é um prato que fica melhor frio." Definitivamente Ritchie Blackmore jamais acreditou nessa frase. Logo após uma conturbada saída do Deep Purple (reunido para comemorar seus 25 anos de carreira), graças a desavenças pessoais/musicais com Ian Gillan e os demais membros, Blackmore, provavelmente curtindo a ressaca de ter sido substituído por Joe Satriani e Steve Morse (dois virtuosos que, inegavelmente, davam a pinta de que o Purple mudaria de estilo mais uma vez), reformou sua legendária banda Rainbow com um grupo de semi-desconhecidos (incluindo sua amada Candice Night como backing Vocal, apostando que conseguiria abafar o novo disco de sua ex-banda. O mais conhecido dos músicos envolvidos era o vocalista (muito competente) Doogie White, que chegou anos depois a ser cotado para entrar no Iron Maiden.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os resultados ficaram muito distantes do satisfatório. Não somente o novo Rainbow gravou uma obra muito irregular (Stranger In Us All) como o Purple rejuvenescido faria a obra-prima Purpendicular...

Stranger..., como disco do Rainbow, é um híbrido pretensioso, se dividindo entre o Hard Rock comercial do Rainbow dos anos 80 e o Metal Melódico esboçado em discos magníficos como Rainbow Rising e Long Live Rock N Roll. Não atinge, no fim das contas, nenhuma das duas referências, adicionando ainda elementos do que futuramente seria o Blackmore's Night, com seus climas renascentistas/medievais calmos e plácidos. É um disco, antes de tudo, indeciso e eclético, que poucas vezes consegue preencher as espectativas de cada canção.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

WOLF TO THE MOON é hard rock básico, poderia estar no disco Down To Earth (1980).

COLD HEARTED WOMAN ameaça ser um Hard Blues a lá Whitesnake, mas Doogie não consegue ultrapassar os tons médios, e o resultado final é mediano.

HUNTING HUMANS é metal melódico a lá Stratovarius, soando pouco original, ainda que bem feita.

STAND AND FIGHT é uma das raras músicas Hard Rock que empolgam um pouco...

ARIEL é o clássico do disco, perfeita fusão do Hard Rock do Deep Purple e das obras semi-orquestradas de Malmsteen e do próprio Rainbow da era Dio. Blackmore 'coloca as manguinhas de fora' com solos épicos, grandiosos, e Doogie consegue comover enfim, numa interpretação cheia de feeling e técnica. A ressaltar, ainda, o belo final, com vocais absolutamente maravilhosos de Candice Night sobre o delicado dedilhar de Mr. Blackmore.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

TOO LATE FOR TEARS é Whitesnake de segunda categoria.

BLACK MASQUERADE é a segunda melhor faixa. Poderia estar em qualquer 'Best Of' do Stratovarius, e supera mesmo várias músicas do Rainbow antigo. Metal épico e exalando técnica por todos os poros.

SILENCE é singela, calma, desacelerada...

HALL OF THE MOUNTAIN KING (não, não é uma cover de Savatage) é outra faixa que faria os fãs de Sratovarius trocarem de ídolo. Rapidíssima e totalmente melódica.

STILL I'M SAD, recriação do clássico tema dos YARDBIRDS, merece todos os elogios do mundo, por sua interpretação cativante e absolutamente respeitosa. Blackmore mostra aqui o que faria no Blackmore's Night, anos depois.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Resultado final: um disco desigual e um tiro que errou o alvo. Pouca repercussão se comparada a Purpendicular. O Purple reergueu sua carreira e Blackmore logo abortou o 'projeto Rainbow', preferindo investir em sua paixão por música renascentista (e por Candice Night). Mas, nos seus melhores momentos, Stranger In Us All é um belíssimo disco de Hard Rock 'progressivo'.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemComo um cover levou Ritchie Blackmore a sair do Deep Purple e formar o Rainbow

imagemFreddie Mercury aprendeu com David Coverdale técnica que veio de produtor do Iron Maiden

imagem5 de abril: uma das datas mais tristes da história da música pesada

imagemO vocalista que gravou álbuns em que Bruce Dickinson se inspirou para cantar no "Number"

imagemRitchie Blackmore: quais são os seus cinco guitarristas preferidos?

imagemAccept: a busca pelo topo e o significado das "bolas contra a parede"

Rainbow e a fase com Ronnie James Dio nos vocais (vídeo)

imagemDio: todos os álbuns da carreira solo, do pior para o melhor, em lista do Ruthless Metal


Acidentes de carro: roqueiros que também perderam a vida na estrada

Para entender: o que é power metal?