Resenha - New Sensation - Mad Margritt

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

7


A expectativa para o terceiro álbum do Mad Margritt foi intensa, mas o resultado nem perto do esperado. A agressividade do segundo trabalho, "In The Name Of Rock", o qual primava por momentos semelhantes às fúrias de Skid Row e Sebastian Bach, é praticamente eliminada em "New Sensation", onde preponderam levadas de um rock suavizado, num lado inspirado em Kiss e às vezes Bret Michaels & cia, contudo menos empolgados certamente.

publicidade

A banda parece apática, apesar da presença de boas músicas. "Nothing Can Keep Me Away", "Midnight Rendezvous" e "Someone To Love" são exemplos disso. Porém, apenas a versão para "TNT" do AC / DC levanta o ânimo da maneira que eles fizeram no lançamento precedente.

No restante, influências de country que soam interessantes e uma balada de fato belíssima chamada "Lost In The Wind".

publicidade

A produção melhorou, mas os vocais seguem lá no fundo, sem ocupar o posto que merecem pela garra apresentada por Eddie Smith na estréia do conjunto.

O momento de estourar foi inexplicavelmente desperdiçado em trinta e quatro minutos e meio de regularidade. É hora de correr atrás novamente.

Site Oficial: http://www.madmargritt.com

Formação:
Eddie Smith (Vocais – Guitarra)
Davay Ray (Guitarra)
Steve Dietrich (Vocais – Baixo)
Danny Belli (Bateria)

publicidade

Material cedido por:
Perris Records – http://www.perrisrecords.com
P.O. BOX 783
CEDAR PARK, TX, USA
78630-0783
Email: [email protected]




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: a capa do Death Magnetic lembra uma vagina?Metallica
A capa do "Death Magnetic" lembra uma vagina?

Deep Purple: O relacionamento de Gillan com Ritchie, Satriani, Coverdale e HughesDeep Purple
O relacionamento de Gillan com Ritchie, Satriani, Coverdale e Hughes


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin