Resenha - With Vilest Of Worms To Dwell - Hollenthon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Martin Schirenc, líder do death metal irônico do Pungent Stench, decidiu, categoricamente, investir num projeto audacioso e bem particular. O Hollenthon lança seu segundo álbum já com um ar de poderio, expectativa e renome envolvendo-o. Uma idéia distante da realidade, porém, que toma forma em "With Vilest Of Worms To Dwell", uma obra-prima em termos técnicos, se guiando por referências diversas, incluindo metálicas, folclóricas e clássicas, as quais colidem numa verdadeira sinfonia da brutalidade.

Punk Rock: seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabeloEpica: foto original de Simone Simons nua em capa é revelada?

Olhei o encarte, procurei no site oficial, virei de ponta a cabeça para saber o nome dos violinistas, violoncelistas, e outros músicos que reforçaram a violenta orquestra aqui presente. Nada foi encontrado, até porque não há presença, e sim ausência destes. Schirenc conseguiu genialmente tirar orquestrações dos teclados, donde seria inconcebível, completamente inacreditável. Sons perfeitos de uma grandiosidade absurda.

Basicamente tudo aqui foi feito por ele, exceto a masterização competente de Akeem Koehler, e as letras, a cargo da esposa Elena Schirenc. Aliás, um ponto fraco do disco está no lado lírico. A exploração épica se destoa do instrumental intenso, maravilhoso, mesmo este contendo algumas passagens cabíveis do estilo aludido.

Outro detalhe abaixo da média apresentada nas oito faixas está nos vocais limpos, os quais seriam extremamente adequados em suas intervenções se porventura bem executados. Não o são e infelizmente soam apenas razoáveis.

No demais, é um deleite só. Espetacular e quebrando várias barreiras no metal extremo. Imperdível!

Site Oficial: www.hollenthon.com

Formação:
Martin Schirenc (Vocais - Guitarras - Baixo - Teclados)
Elena Schirenc (Vocais)
Mike Groeger (Bateria - Percussão)

Material cedido por:
Hellion Records - http://www.hellionrecords.com
Rua 24 de Maio, 62 - Lojas 280 / 282 / 308 - Centro.
São Paulo - SP - BRASIL
CEP: 01041-900
Tel: (11) 5083-2727 / 5083-9797 / 5539-7415
Fax: (11) 5549-0083
Email: hellion@uol.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hollenthon"


Punk Rock: seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabeloPunk Rock
Seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabelo

Epica: foto original de Simone Simons nua em capa é revelada?Epica
Foto original de Simone Simons nua em capa é revelada?

Iron Maiden: as 20 melhores músicas da Era de OuroIron Maiden
As 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

Deep Purple: o riff de Smoke on the Water foi criado por Tom Jobim?Deep Purple
O riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?

Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rockRockstars
As filhas mais lindas dos astros do rock

Kiss: Rock and roll é um trabalho para otários!Kiss
"Rock and roll é um trabalho para otários!"

Metallica: Hetfield e sua experiência na música clássicaMetallica
Hetfield e sua experiência na música clássica


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClioIL