Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSyd Barrett em 1967 analisando os principais singles lançados em julho

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemDaniel Cavanagh, do Anathema, sobrevive a tentativa de suicídio

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"


Stamp

Resenha - Diorama - Silverchair

Por Rafael Carnovale
Em 28/09/02

Nota: 9

O ano de 2001 foi realmente um ano complicado para os australianos do Silverchair. Após uma excelente apresentação no dia mais lotado do Rock in Rio 3 (aonde consta eles apenas foram ofuscados pelo Capital Inicial, mas com dúvidas), o líder e vocal da banda, Daniel Johns, contraiu um tipo raro de artrite, que o deixou de molho desde o meio de 2001 e em constantes estados de melhora e piora. A artrite não é degenerativa, mas vem sendo difícil para Daniel se curar, o que interrompeu a tour que a banda vinha fazendo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Numa de suas melhoras sensíveis, Daniel e seus asseclas se reuniram para gravar este cd. "Diorama" é de longe a aposta mais ousada do Silverchair. Foram-se as épocas do estilo grunge que permeou seus dois primeiros trabalhos, "Frongstomp" e "Freakshow" e o estilão mais rock caracterizado em seu último cd "Neon Ballroom". Neste petardo, a banda investiu pesado no trabalho em orquestrações, corais, e climas ambientais, mesclado ao seu rock and roll, criando um cd impressionante, principalmente pela proposta, totalmente diferente de tudo o que a banda já fez.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Across the Night", a primeira faixa, já causa um certo choque. O vocal de Daniel está suave, e orquestrações e cordas dividem espaço com a guitarra pesada de Daniel e a cozinha de Ben Gillies e Chirs Joannou. O mesmo se repete na faixa seguinte, "The Greatest View", que possui um riff pesado de entrada, mas sofre uma metamorfose musical, com as orquestrações. O resultado: muito bom! Remete ao Queen anos 70, e a bandas como Fleetwood Mac e o Genesis de Phil Collins. O álbum em sua maioria é constituído por boas faixas pop, com toques clássicos, como "Without You" (com um belo trabalho de guitarras e violões), a semi balada "World Upon Your Shoulders", e faixas como "Tuna in the Brine", "Luv Your Life" (belíssima balada, uma das mais bonitas do cd) e baladaça "After all these Years", que encerra o show. As letras são positivas, e Daniel parece não falar de sua doença no contexto, mas isto é algo que cada um deve perceber por si só.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As baladas imperam, mas neste caso, está tudo tão bem feito, cada nota tão bem inserida no contexto do cd, que o resultado fica muito agradável aos ouvidos. Ainda existem resquícios do velho e pesado Silverchair nas revigorantes "One Way Mule" e "The Lever", com seus riffs rasgados e a voz agressiva de Daniel. Eles mudaram, mas não esqueceram como fazer rock.

Um cd surpreendente, que merece ser conferido, e que mostra uma faceta nova deste trio talentoso. Tomara que seu líder se recupere para que a banda possa retomar sua rotina de shows, seria muito interessante ver como o estilo de "Diorama", mesclado aos cd’s anteriores, mudaria o show do Silverchair. Pode conferir sem medo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lançado no Brasil pela Atlantic/WEA .

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Silverchair: "não queria ser Kurt", diz Daniel Johns em relato forte sobre anorexia



Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.