Resenha - Eyes Of Truth - Fates Prophecy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Esse é um álbum difícil de comentar, pois já vem com uma marca, extremamente triste, pela morte do vocalista André Boragina pouco após as gravações. Não é sem razão que o lamento segue-se por um exacerbo em comentários que dão à banda atestado de algo sobrenatural, com endeusamentos descabidos. Tentando firmar os pés no chão, apesar da tristeza que cerca o lançamento, posso dizer que é impossível ser negativista em relação ao mesmo.

Mascotes de bandas: GigWise elege os 14 mais famososZakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para Ozzy

Sabe aquela bóia no prato fundo que empanturra e deixa até gotas de suor na testa da peãozada? Pois é, "Eyes Of Truth" chega perto disso se adaptarmos a história aos fãs da NWOBHM, em especial Maiden maníacos.

Baixo galopando, com um timbre excelente, aliado a refrões e temas marcantes de guitarra, mais que apropriados para os shows e o acompanhamento do público. Além disso, solos realmente limpos e técnicos, e um bom vocal, o qual deixa lembranças positivas e prova de competência do falecido Boragina.

Algumas músicas constam no CD e servem de "guardanapo" para as gotículas de transpiração geradas pelas fantásticas "Beast Whitin", "Seven Deadly Sins", "Baptism Of Fire" e, especialmente, a faixa-título, primorosa.

O Fates Prophecy alcançou um nível raro entre os seguidores do heavy tradicional. É uma das melhores bandas no que faz, e tem tudo pra superar a barra que enfrentou. Da próxima vez, porém, que eles mandem uma produção superior à simples e eficiente que constatamos no segundo trabalho.

Site Oficial - http://www.fatesprophecy.com

Formação:
André Boragina (Vocais)
Paulo De Almeida (Guitarras)
Conrad Michelucci (Guitarras)
Alexandre Ferreira (Baixo)
Sandro Muniz (Bateria)

Material cedido por:
Hard Temple Records - http://www.htr.com.br


Outras resenhas de Eyes Of Truth - Fates Prophecy

Resenha - Eyes Of Truth - Fates Prophecy




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Fates Prophecy"


Mascotes de bandas: GigWise elege os 14 mais famososMascotes de bandas
GigWise elege os 14 mais famosos

Zakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para OzzyZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy

Iron Maiden: em 1985, show secreto com Adrian no vocalIron Maiden
Em 1985, show "secreto" com Adrian no vocal

Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Metal Up Your Ass: Os primórdios do MetallicaMetal Up Your Ass
Os primórdios do Metallica

Muse: o que faz do trio uma das maiores bandas da atualidade?Muse
O que faz do trio uma das maiores bandas da atualidade?

Metallica x Reverend: a oração que ambas bandas usaram em letraMetallica x Reverend
A oração que ambas bandas usaram em letra


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.