Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemQuem Glenn Hughes considera digno de substituí-lo como "a voz do rock"

imagemMax Cavalera diz que Igor merece mais crédito entre os bateristas mundiais

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemBrian May revela o inesperado álbum do Queen que é o seu favorito

imagemMetallica em Belo Horizonte: Sorte de quem pôde ir


Stamp

Resenha - Deep 's' Pace - Claudio de Pace

Por André Toral
Em 17/06/02

Nota: 9

Cláudio De Pace é um guitarrista natural de Volta Redonda (RJ), tendo vários anos de experiência com sua guitarra. Embora tenha tocado em outras bandas locais ao longo de sua jornada, "Deep ’s’ Pace" vem a ser seu trabalho mais maduro e individual, onde podemos conhecer toda a sua técnica, feeling e garra.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Como guitarrista, Claúdio é grande admirador de Ritchie Blackmore (Rainbow/Deep-Purple), Peter Frampton, Jimi Hendrix, Malmsteen, Satriani, Steve Vai, Vinnie Moore, etc. Todas estas influências, em um momento ou outro, estão presentes no CD. É o que podemos ouvir na contida "In the Morning", mostrando que Cláudio não é o tipo de guitarrista exibicionista aos extremos, já que todo guitarrista que faz um trabalho instrumental se exibe, sim. E sua sonoridade cheia de feeling também está presente em "200MPH", tão bela que dá vontade de escutá-la novamente assim que chegamos ao seu fim. É de se invejar a técnica de Cláudio no decorrer desta música, inserindo velocidade e melodias mais cadenciadas nos solos. Cabe salientar o excelente clima gerado com a presença de teclados, o que dá um ar meio cósmico às músicas. E assim podemos seguir com "Green Eyes", que vai no mais profundo da alma com seus arranjos viajantes e de muito bom gosto. E com um pouco mais de peso e passagens progressivas, "Power" se destaca. Igualmente poderosas são "Flowing", "Alone in the Dark", "I Just Don’t Know" e a fantástica "Red Line.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Cláudio De Pace conseguiu um excelente resultado. Isso é um pouco difícil quando se lança um trabalho instrumental, ainda mais em se tratando de um guitarrista, pois estes geralmente enchem um CD de passagens velozes, o que acaba enjoando devido a repetições. No entanto, isso não ocorre em "Deep ’s’ Pace", já que temos uma gama de ritmos e variações de andamentos nos arranjos gerais das músicas, incluindo solos. A produção é excelente e a banda que acompanha o guitarrista também é muito boa. Enfim, um músico que consegue tocar qualquer coisa na guitarra.

Contato com Cláudio De Pace:
[email protected]
Fone (24) 9263-8349

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral.