Matérias Mais Lidas

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemAC/DC: Rick Rubin recorda a problemática produção de "Ballbreaker"

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemOzzy comenta a brutal honestidade de Lemmy quando estava próximo da morte

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAmy Lee escolhe a melhor música do Evanescence para apresentar a banda

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita


Stamp

Resenha - Waiting for the Dawn - Kotipelto

Por Rafael Carnovale
Em 17/06/02

Nota: 8

Com a pausa do Stratovarius até 2003, alguns integrantes resolveram aproveitar o tempo livre e se aventurar em discos solo. Timo Tolkki, que já tinha feito um anteriormente, lançou o seu "Hymms to Life", muito criticado por ter uma postura muito diferente, mas um bom cd. Já o vocalista Timo Kotipelto resolveu finalmente lançar seu cd solo, "Waiting for the Dawn". E não economizou na brincadeira, chamando feras do porte de Mike Romeo (Symphony X) e Roland Grapow (ex-Helloween), lançando um cd tipicamente power metal influenciado por Iron Maiden e Stratovarius (não poderia deixar de ser, é a banda do cara).

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O cd abre com a típica maideniana "Travel Trough Time", que lembra muito a carreira solo de Bruce Dickinson, com Kotipelto arregaçando no vocal, como sempre. A temática do cd, desde a capa até as letras, segue a história do povo egípcio, sendo que a capa leva a assinatura de quem? Derek Riggs (se alguém não conhecer esse cara, não ouve heavy metal). Já a faixa seguinte, "Beginning", com uma boa introdução de teclado (muito similar a Deep Purple), tem uma levada mais cadenciada e marcante, uma faixa que se encaixaria no cd "Somewhere in Time" do Maiden, muito boa. O cd também tem faixas que poderiam bem estar em um cd do Stratovarius, como "Vizier" (que levada de guitarras, show de Mike Romeo), e "Knowledge and Wisdom" (espero que Tolkki veja o quanto seu companheiro de banda sabe escrever bem e aproveite mais as idéias de Kotipelto), e "Chose By Re", com seu lado mais épico. O cd também apresenta um lado mais hard rock de Kotipelto, que pode ser observado na faixa "Battle of the Gods", que lembra de leve o bom Whitesnake e "Waiting for the Dawn", ambas muito boas e cativantes, com show à parte do vocalista, como era de se esperar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Além de todas as influências citadas podemos destacar a faixa "Arise", que lembra diretamente o Black Sabbath das épocas de Dio e Tony Martin, sendo uma ótima faixa (quem diria que Kotipelto fosse fazer um cd tão diversificado?). O cd fecha com a balada acústica "The Movement of the Nile", que encerra o contexto histórico do mesmo com a maior dávida egípcia, o Rio Nilo.

Um ótimo cd, uma boa voz... o que mais dizer? Impressiona, pois quem poderia imaginar que o vocal de uma banda power metal como Stratovarius fosse nos brindar com um cd tão intenso e surpreendente.... Compre sem medo!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Fotos de Infância: Red Hot Chili Peppers


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.