Resenha - ...In Inconstancia Constans - Cyril Achard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

9


A febre de guitarristas virtuosos parece ter se acalmado. Porém ainda surgem várias dessas figuras por aí, o que chega a dar medo em muita gente. Indiscutivelmente competentes em termos técnicos, alguns destes músicos chegam a atuar como sonífero, a partir de suas amnésias melódicas e harmônicas e de seus estados de total ausência em matéria de ‘feeling’.

Axl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente união

Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rock

O francês Cyril Achard desde 1997 dava sinais de que poderia ser uma exceção a essa "quase regra". Seus trabalhos solo sempre apresentaram patamares técnicos elevados mas nunca deixaram as melodias e a pegada de lado. Dentro de uma banda com vocais, menos centralizada, isso poderia mudar e o cara poderia se tornar um chato. Já aconteceu com outros shredders... Por quê não aconteceria com ele? Depois de ouvir "...In Inconstancia Constans" a resposta se torna fácil porque o rapaz é simplesmente fantástico.

O disco é envolvido numa redoma de progressivo e power, sendo que do primeiro estilo citado, quase todas as vertentes são exploradas, passando do mais leve ao metal atual, que virou mania após sucessos como Fates Warning, Dream Theater & cia.

Dá gosto de ver a acuidade dos participantes que nos trazem passagens fenomenais variando de suavidade agradável à insanidade e complexidade impressionantes.

Tony MacAlpine dá um toque glorificador final, com atuações precisas, mesmo que apenas nos teclados. Sua participação nas guitarras seria interessante, mas torna-se desnecessária frente aos solos suntuosos de Achard.

A produção é boa, todavia, com um pouco mais de investimento, o que não depende só dos integrantes do conjunto, é óbvio, daria pra ter chegado realmente próximo à perfeição. Fãs de prog e power se animem e procurem por este excelente lançamento, com destaque às admiráveis "Alone Among My Friends", "Fallen From Grace", "Fields Of Graves" e "The Lucky One".

Site Oficial – http://www.cyrilachard.com

Patrick Peek (Vocais)
Cyril Achard (Guitarras)
Jean Marc-Layani (Teclados)
Franck Hermanny (Baixo)
Eric Lebailly (Bateria)
Tony MacAlpine (Teclados – convidado especial)

Material cedido por:
Lion Music - http://www.lionmusic.com
Box 19 Godby 22 411
Aland FINLAND
Email: [email protected]
Fax - 35818 41551




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Axl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente uniãoAxl no AC/DC
O fiasco que se transformou numa surpreendente união

Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rockGuitar World
Os 100 melhores guitarristas de hard rock


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin