Resenha - In The Arms Of God - Corrosion Of Conformity

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nelson Endebo
Enviar correções  |  Ver Acessos


Cinco anos desidratando os excessos ao sol do purismo setentista fez bem ao Corrosion of Conformity, esse batalhão de macacos-velho da tradição dixie. O último álbum de estúdio, "America's Volume Dealer", trouxe o quarteto ofegante, desfalecido na repetição. Nos braços de Deus eles reencontraram inspiração - um Deus nascido na Louisiana, bebedor de whisky e atirador profissional. O resultado é uma de suas melhores coleções até hoje, "In The Arms Of God", que está milagrosamente saindo em edição nacional.

Em 26/09/2000: Corrosion Of Conformity lança o álbum Americas Volume DealerMusos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!

O fato é que o Corrosion Of Conformity, (C.O.C. para os íntimos) é uma banda lendária dentro dos círculos subterrâneos dos EUA. Desde a década de 80, quando apareceu com o barulhento "Eye For An Eye" pelas vias clássicas do bom metal americano - thrash apunkalhado -, vem criando uma legião de fanáticos, alguns, inclusive, nas esferas mais impensáveis da música pop. Pepper Keenan, guitarrista desde 1985 e vocalista do C.O.C. há (já) dez anos e cérebro do projeto Down, é ícone de um tipo particular de sonoridade que se convencionou chamar Sludge Metal, forjado inicialmente por bandas como os Melvins e o próprio C.O.C. pré-"Blind", o álbum de ruptura, que consiste em hibridizar Black Sabbath com noise e vocais cavernosos, tudo em baixíssima rotação.

"In The Arms Of God" é o sacramentar do trabalho desenvolvido a partir de "Blind", de 1991, quando admitiram a sombra sabbáthica e lapidaram a sonoridade para um Sludge nem tão enlameado assim, nas raias do Stoner de mais alto nível. Abre com a acachapante "Stone Breaker", cuja introdução revive os melhores momentos de Tony Iommi em pleno 1972 radiante. Tanto Pepper, dono de voz e performance únicas, quanto o guitarrista e líder Woody Weatherman estão em grande forma, despejando toneladas de riffs e solos old school, coisa fina. "Opioid Paranoid", "Infinite War" e as maravilhosas "The Backslider" e "World On Fire" são pura quebrada no remelexo, liberando os caminhos para o sangue sulista correr. O baterista do disco, Stanton Moore, é referência em Nova Orleans e já tocou com grandes músicos de jazz e funk, como o organista John Medeski e o baixista dos lendários Meters, George Porter Jr. Com esse currículo, fica óbvio dizer que Moore injetou no C.O.C. um artigo precioso chamado groove, sem desvirtuar os mandamentos. A balada "Rise River Rise" tem adorno mágico, música e letra caminhando juntos pela estrada, solidão imensa que engole corações de pedra pela sombra. No desfecho, com o arranjo bem-cuidado de "Crown Of Thorns" e a pancada do thrash épico da faixa-título, fica a lágrima (e o suor) de coisa feita, artigo sincero.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Corrosion Of Conformity"


Em 26/09/2000: Corrosion Of Conformity lança o álbum Americas Volume DealerEm 25/10/1985: Corrosion Of Conformity lança o álbum AnimosityEm 15/10/1996: Corrosion Of Conformity lança o álbum Wise BloodEm 27/09/1994: Corrosion Of Conformity lança o álbum Deliverance

Dream Theater: dez semelhanças - ou seriam plágios?Dream Theater
Dez semelhanças - ou seriam plágios?

COC: James Hetfield queria Pepper Keenan no MetallicaCOC
"James Hetfield queria Pepper Keenan no Metallica"

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1991Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1991


Musos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!Musos do Heavy Metal
Agora é a vez das garotas!

Guns N' Roses: álcool, drogas e intrigas nos primórdios da bandaGuns N' Roses
álcool, drogas e intrigas nos primórdios da banda

Marilyn Manson: Sou o monstro do Lago Ness! Sou o Bicho Papão!Marilyn Manson
"Sou o monstro do Lago Ness! Sou o Bicho Papão!"

Guitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista BurnnGuitarristas
Os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Fotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron MaidenFotos de Infância
Bruce Dickinson, do Iron Maiden

Metallica: Master of Puppets por seis bandas famosasMetallica
"Master of Puppets" por seis bandas famosas

Judas Priest: Ripper canta muito mais que Halford, diz KK DowningJudas Priest
Ripper canta muito mais que Halford, diz KK Downing


Sobre Nelson Endebo

Estudante de Comunicação Social na Puc-Rio, cheirou dúzias de carreiras de Música e hoje é completamente debilitado por causa disso. Tem um corte no córtex por causa do Mr. Bungle, mas acredita que isso seja legal. Doutrinado no bom e velho Metal (ainda chora ouvindo o grande Venom), aprendeu a ouvir Jazz e Samba na marra. É responsável pela coluna Nós do Noise e colabora com o site Bacana e a revista Valhalla. Sua máxima é: "quanto mais você sabe, mais você sabe que pouco sabe". Traduzindo, gosta de aprender e de ensinar. Espera poder somar algo à família Whiplash a partir de 3, 2, 1 segundo!

Mais matérias de Nelson Endebo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336