Resenha - Poets & Madmen - Savatage

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Trovão
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


É incrível a capacidade que algumas bandas têm de conseguirem sempre surpreender e ainda assim manter sua identidade. Certamente o Savatage é uma delas. Essa banda que lançou seu primeiro álbum em 1983 calcado no Metal Tradicional, está constantemente evoluindo, álbum após álbum.

Em 17/10/1993: morria o talentoso guitarrista Criss OlivaFotos de Infância: Arch Enemy

Em Poets & Madmen, a banda mantém essa tradição. Os riffs marcantes de guitarra estão lá, os vocais em contraponto também, bem como uma história (assim como nos dois últimos álbuns). E várias novidades também aparecem, ou retornam, como os vocais rasgados e emocionantes de Jon Oliva. Pela primeira vez a banda introduz corais nas músicas e até mesmo teclados que estilo totalmente progressivo (como em There In The Silence). Os grande destaques desse álbum ficam por conta da guitarra de Chris Caffery, que despeja riffs pesadíssimos que nos fazem lembrar da época do maravilhoso "Hall Of The Mountain King", solos virtuosos e dedilhados maravilhosos. Caffery, que pela primeira vez é co-autor da grande maioria das músicas, mostra que pode substituir o grande Criss Oliva à altura, e não deixa os fãs sentirem falta de Al Pitrelli (que deixou a banda para entrar no Megadeth). A história criada por Paul O'Neill à primeira vista parece boba, porém se você procurar bem (inclusive na caixinha do seu CD) a história se tornará bem mais interessante. (Quem tiver preguiça, pode mandar um email para cygnus@whiplash.org perguntando).

O único motivo que me leva a não dar nota 10 para esse cd é o fato de que algumas músicas que foram compostas para a voz de Zak Stevens (que deixou a banda para se dedicar a família) ficaram um pouco "estranhas" na voz de Jon Oliva, mas nada que tire a qualidade desse CD.

Difícil é escolher as melhores músicas em um álbum tão heterogêneo, mas vale citar "Stay With Me Awhile", "I Seek Power", "Morphine Child" e "Bacl To Reason". Na edição limitada européia, o CD vem em uma caixinha digipack com poster, adesivo, uma faixa bônus ("Jesus Saves" ao vivo na voz de Zak Stevens) e uma faixa multimídia (vídeo de "Handful of Rain"). E enquanto ouvimos o álbum, ficamos aqui na expectativa da passagem deles pelo Brasil para que possamos conferir o desempenho dos novos membros Jack Frost (guitarra) e Damond Jiniya (Vocal).




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Savatage"


Em 17/10/1993: morria o talentoso guitarrista Criss OlivaEm 17/10/1993
Morria o talentoso guitarrista Criss Oliva

Prog Metal: os 10 discos essenciais segundo o TeamRockProg Metal
Os 10 discos essenciais segundo o TeamRock

Acidentes de carro: roqueiros que também perderam a vida na estradaAcidentes de carro
Roqueiros que também perderam a vida na estrada

Metallica: As 5 melhores versões de terceiros dos seus clássicosMetallica
As 5 melhores versões de terceiros dos seus clássicos


Fotos de Infância: Arch EnemyFotos de Infância
Arch Enemy

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista

David Lee Roth: o vergonhoso teste de Matt Sorum para a bandaDavid Lee Roth
O vergonhoso teste de Matt Sorum para a banda

Bandas: Audiófilos elegem as maiores da história do rockBandas
Audiófilos elegem as maiores da história do rock

Mulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesaMulheres no Rock
As mais importantes segundo rádio inglesa

Rock Progressivo: Como Mike Portnoy entende o estilo?Rock Progressivo
Como Mike Portnoy entende o estilo?

Rock/Metal: 7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2Rock/Metal
7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2


Sobre Fábio Trovão

Guitarrista e professor de Inglês! Adora Heavy Metal em geral, principalmente Heavy Progressivo!

Mais matérias de Fábio Trovão no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336