Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemQuem Glenn Hughes considera digno de substituí-lo como "a voz do rock"

imagemMax Cavalera diz que Igor merece mais crédito entre os bateristas mundiais

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemBrian May revela o inesperado álbum do Queen que é o seu favorito

imagemMetallica em Belo Horizonte: Sorte de quem pôde ir


Resenha - Live At The Filmore - Cypress Hill

Por Marcelo Valença
Em 20/02/01

Quem já teve a chance de conferir o Cypress Hill ao vivo, na passagem da banda pelo Brasil em 1997, sabe do que se trata um show da banda ao vivo. Energia, tanto da banda quanto da platéia, peso nas músicas, enfim, um espetáculo. E este disco ao vivo não fugiu desse lado. O disco é bom mesmo.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Puxando por grandes sucessos, como "Insane In The Brain", "How Could I Just Kill A Man" e "Hits From The Bongo" (só poucos exemplos), o Cypress Hill mostra porque continua sendo referência no assunto: os caras capricham nas apresentações, realmente empolgam as pessoas e, melhor, garantem uma qualidade de som impecável, algo raro em se tratando de discos ao vivo. A qualidade é tão boa que você consegue distinguir platéia, instrumentos e voz dos caras. Difícil achar algo assim hoje em dia, não? Mesmo com todos os recursos, não são poucos os que fazem tremenda lambança live.

No mais, o disco não mostra grandes variações dos trabalhos em estúdio da banda, o que mostra a tão ressaltada qualidade. Eu gostei, e muito. A gravação no tradicional Filmore Club é a consagração de um trabalho que já puxa para mais de uma década e que, à medida que o tempo vai correndo, vai ficando ainda melhor.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Setlist:

Hand On The Pump
Real State
How Could I Just Kill A Man
Insane In The Brain
Pigs
Looking Trought The Eye Of A Pig
Cock The Hammer
Checkmate
Can’t Get The Best Of Me
Lick A Shot
A To The K
I Ain’t Goin’ Out Like That
I Wanna Get high
Stoned Is The Way Of The Walk
Hits From The Bongo
(Rock) Superstar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Marcelo Valença

Estudante de Direito na PUC-Rio. Ouve Ska, Surf Music, HC, Guitar e Punk Rock, tocava baixo no Milhouse. Não dispensa um bom bate boca. Está preparando o lançamento de sua nova banda, Peter Gunn & The Neighbor's Rockin' Band. Bandas favoritas: Weezer, Ramones, Queers, Ira!, MxPx, Pixies, Brian Setzer Orchestra, NUFAN, Bouncing Souls, Specials, Madness, Hillvalleys, Autoramas, Randal Grave, Dumbs e Stukas Lazy.

Mais matérias de Marcelo Valença.