Resenha - New American Shame - New American Shame

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

8


É, os tempos mudaram, meus amigos. O New American Shame vem de Seattle. Nenhum de seus membros usa maquiagem ou calças "atarraxadas" na bunda. O visual deles chega a ser semi-punk. Nenhum deles sequer tem cabelo abaixo dos ombros. Vê se pode. Isso lá é banda de hard rock/rock ‘n’ roll/r&b que se preze? SIM! Apesar de estarem, visualmente, totalmente fora de qualquer paradigma existente neste meio, estes conterrâneos de Kurt Cobain fazem um rock ‘n’ roll puro, direto e sincero, da maneira que deve ser tocado. Estes caras realmente entenderam o espírito do rock ‘n’ roll e parecem tê-lo em seu sangue, em suas veias.

publicidade

Este álbum auto-intitulado conta com doze faixas, em mais de 45 minutos de puro rock ‘n’ roll, onde se destacam músicas como "Under It All", "Skin Up", "Sex Teen" e "Lesson In Cool". Não há nem uma balada. De mais "calmo", se é que se pode falar assim, são alguns toques de blues aqui, outros ali.

Dentro do que se propõem a fazer, os integrantes do New American Shame são muito competentes e eficazes. Resolveram investir em um estilo e mostraram que sabem onde estão "pisando". São consistentes e coesos e soam muito bem juntos.

publicidade

Fãs de AC/DC, Quiet Riot e Bonfire vão gostar muito do que o New American Shame apresenta neste debute.

Material cedido por:
Atlantic Records – http://www.atlantic-records.com
C/o Music Marketing Network
PO Box 8893
Red Bank, NJ 07701-8893

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: a capa do Death Magnetic lembra uma vagina?Metallica
A capa do "Death Magnetic" lembra uma vagina?

Deep Purple: O relacionamento de Gillan com Ritchie, Satriani, Coverdale e HughesDeep Purple
O relacionamento de Gillan com Ritchie, Satriani, Coverdale e Hughes


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin