Resenha - Folkemon - Skyclad

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Inicialmente vale a pena falar do conceito da capa e do título do CD, Folkemon. Qualquer similaridade com os bichinhos do desenho animado não é só coincidência. Na capa vem um personagem imitando um desses bichinhos, que foi carinhosamente apelidado de FREAKACHU, que aparece tocando um violino, com uma garrafa de cerveja do lado e fumando um baseado.

Vícios: As 10 melhores músicas sobre drogasRockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parte

Martin Walkyier continua sendo o melhor letrista do heavy metal dos anos 90 e a maioria títulos chama a atenção de tão inspirados que são : THINK BACK AND LIE OF ENGLAND, POLKAGEIST, YOU LOST MY MEMORY, DEJA VU AIN'T WHAT IT USED TO BE, WHEN GOD LOGS-OFF, entre outros....

Musicalmente falando, seguindo a mesma tendência de Vintage Whine, a banda inglesa traz em Folkemon um disco pesado, até mais do que o anterior, deixando um pouco de lado o estilo mais acústico seguido em álbuns recentes, e consegue mais uma vez a junção perfeita de Folk com Heavy Metal, como na primeira faixa, THE GREAT BRAIN ROBBERY (talvez uma das músicas mais rápidas que o Skyclad gravou nos últimos anos) seguida da fantástica THINK BACK AND LIE OF ENGLAND que faz qualquer ser vivo bater a cabeça e pular comandado pelos gritos de Martin Walkyier, que está cantando mais agressivo que nos últimos lançamentos, sabendo usar melodia quando necessário, e que melhorou muito sua performance vocal.

THE DISENCHANTED FOREST, em seus nove minutos de duração, é o épico do disco e também sua obra- prima, com um trabalho de guitarras espetacular, com riffs perfeitos e pesadíssimos que parecem uma martelada na sua cabeça, com partes bem arrastadas, muitos climas e melodias perfeitas.
George Biddle, com seu frenético violino, continua dando um show a parte e o baterista Jay Graham que esta detonando a bateria também merece seu destaque.

Agora na Nuclear Blast o Skyclad também conta com uma melhor produção, e com certeza uma maior divulgação, o que pode fazer com que eles tenham maior destaque no mercado, que para uma banda como eles, é mais do que merecido. "Lets all unite, to make things right, with an overwhelming minority" - Martin Walkyier.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Skyclad"


Influências: Folk Metal e Música CeltaInfluências
Folk Metal e Música Celta


Vícios: As 10 melhores músicas sobre drogasVícios
As 10 melhores músicas sobre drogas

Rockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parteRockstars
As esposas mais lindas do rock - 1ª parte

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São PauloMick Jagger
Em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Astros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?Astros mortos
Como estariam alguns se ainda estivessem vivos?

Nirvana: Kurt Cobain era meio pau no cu, diz produtorNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no cu", diz produtor

Valentina Francisco: os garotos da Greta Van Fleet com certeza aprovariam!Valentina Francisco
Os garotos da Greta Van Fleet com certeza aprovariam!

Paramore: o que acontece quando você ouve uma música a 33rpm?Paramore
O que acontece quando você ouve uma música a 33rpm?


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336