Matérias Mais Lidas

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemNando Reis relembra curioso único game que jogou na vida, durante gravação dos Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAC/DC: Rick Rubin recorda a problemática produção de "Ballbreaker"

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella


Dream Theater 2022

Resenha - Aghora - Aghora

Por Thiago Sarkis
Em 15/06/00

Nota: 10

Este debute do Aghora é uma confirmação das excelentes primeiras impressões deixadas nos dois cds-demo gravados pela banda. Porém, além do espetáculo já esperado, aparecem algumas surpresas e idéias criativas que valorizam ainda mais este primeiro trabalho.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sean Malone e Sean Reinert mostram o quão talentosos são e trabalham incrivelmente bem juntos, mais uma vez. Sempre apresentando coisas novas e inspiradas, os dois conseguem surpreender e deixam claro que podem tocar em qualquer banda, seja qual for o estilo. Cada linha de baixo de Malone e cada detalhe nas viradas e ritmos de Reinert devem ganhar total atenção e destaque, pois são simplesmente excepcionais.

Danishta Rivero dá o toque final que caracteriza por completo o complexo rock/metal progressivo do Aghora, fazendo cada música da banda ser única e especial para o ouvinte. Ela sabe, como poucos, dar leveza e suavidade às composições. Além disso, sabe levar as partes das músicas que "pedem" um pouco mais de força e intensidade com extrema competência e segurança.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Os guitarristas Santiago Dobles e Charlie Ekendahl são ótimas surpresas. Charlie faz harmonias lindas, que ganham valor ainda mais sublime com a presença de Sean Malone. Santiago Dobles também dá um show, mostrando ser um guitarrista completo. Muito swing, criatividade, técnica, capacidade de improvisação e variação de estilos. Cada solo de Santiago é uma aula de como um guitarrista deve participar em um grupo.

É injusto destacar alguém em especial. Todos são incríveis no que fazem. Porém, é possível dizer que o elemento chave que vai para sempre marcar o som do Aghora é a voz de Danishta Rivero, que sempre cai muito bem nas composições e entra nos ouvidos de forma diferente, com melodias que às vezes chegam a ser estranhas.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Formação
Danishta Rivero (vocais)
Santiago Dobles (guitarra)
Charlie Ekendahl (guitarra)
Sean Malone (baixo)
Sean Reinert (bateria e percussão)


Outras resenhas de Aghora - Aghora

Resenha - Aghora - Aghora

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.