Resenha - S&M - Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Pase
Enviar Correções  

9


Assim como o Deep Purple na década de 70 e o Rage nos anos 90, o Metallica aceitou o desafio de fazer um disco "sinfônico". Coloquei "sinfônico" pelo modo como foi realizado. Não é transcrição apenas das músicas para orquestra, mas sim "S&M" – Symphonica + Metallica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mesmo com a orquestra da Michael Kamen, maestro responsável por outras façanhas de bandas nesse campo mais erudito - como o Aerosmith na versão de Dream On para a MTV -, o Metallica não perde seu peso natural nas músicas. Guitarras, baixo e bateria estão ali pouco diferentes das versões ao vivo. As músicas da fase Load estão melhores, a banda encontrou o ponto certo para executá-las, mas faltaram músicas do Kill Em’All, como Metal Militia ou Seek and Destroy.

Se há esse pecado, o resto do CD soa como redenção para os fãs desapontados com a fase Load. Começa pelo M do logotipo antigo na capa, pequeno detalhe, mas que trás de volta as melhores lembranças da história da banda. Master of Puppets, The Thing That Not Should Be e Battery estão ali para indicar que o trabalho definitivo da banda foi o terceiro disco. A velha guarda dos fãs que pensava "o que diria Cliff Burton do Reload" agora pode ficar tranquila, é a mostra da qualidade de ambos os baixistas, Cliff e Jason. "Rust in peace Cliff". Master of Puppets, talvez pelo coro do público, ficou a melhor versão. Com orquestra, pesada como sempre e com um público de backing vocals. Outros destaques do disco são Of Wolf And Man (versão definitiva da música, perfeita), Until It Sleeps e Call of Ktulu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É necessário mencionar as duas músicas novas, No Leaf Clover e Minus Human. Minus Human é boa, mas No Leaf Clover parece ter vindo direto do CD Lingua Mortis da banda alemã Rage. A dupla Hetfield/Ulrich acertou de novo, a canção é o filé mignon do CD. Peso e qualidade, a velha "fórmula Metallica de fazer boas músicas", porém com orquestra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após escutar o CD é impossível não deixar de pensar no futuro da banda.

Se o Megadeth conseguiu cumprir a promessa de um dia ser banda mais heavy metal que o Metallica - Mustaine o fez na fase Cryptic Writing - mas não soube manter o nível. Depois do fraquíssimo Risk, S&M vem para reconquistar os fãs antigos da banda – e novos também. Dave Mustaine comandou a sua banda em dois shows acústicos na Argentina em 97 e 98. Se lançar oficialmente agora, irá parecer disco caça-níquel e imitação do Metallica. Perderam a chance, resta a eles lançar um disco de heavy/trash metal mesmo depois desse "Risk".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

S&M é duplo, assim como Garage Inc. Lançar dois discos duplos, e vender bem os mesmos em tempos difíceis mostra que o Metallica ainda tem público. Algumas divisões dessa "Metal Militia" deixaram de lutar pela banda nas batalhas de Load e ReLoad, mas sabem o potencial da banda de produzir bons discos. Garage Inc. e S&M, apesar da qualidade, são dois discos que não trazem material novo (ok, tirando as duas músicas inéditas no S&M), apenas covers e releituras. É impossível deixar de lembrar dos Titãs, que há 3 discos não mostram nada de novo para o público, e são mais odiados que amados.

publicidade

A esperança está no novo disco de estúdio, que possivelmente contará com Dr. Dre na produção. Se a banda souber manter o nível destas duas "reciclagens musicais", principalmente do S&M, entra o milênio tomando de volta para si o posto melhor banda de heavy metal da ataulidade.

Load e ReLoad foram considerados disperdício de talento por alguns fãs mais velho, mas a banda vira a mesa com S&M, eles ainda são os mesmos quatro headbangers do EP Garage Days.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

2000 tem três álbuns que serão candidatos ao posto de melhor disco do ano, os novos Judas Priest, Iron Maiden e Metallica. Todos sabem como chegar lá, mas a turma de James Hetfield fechou o ano na frente. Scenes from a Memory (Dream Theater), Ghosts (Rage) e Dreaming Neon Black (Nevermore) estão juntos de S&M como boas recordações de 99.

Nota 9 para S&M, pois faltaram músicas do Kill Em’All. Os fãs da banda, novos ou velhos – Cliff’ers ou Jason’s , não ficarão arrependidos com este álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de S&M - Metallica

Metallica: em 1999, o álbum com Orquestra SinfônicaMetallica
Em 1999, o álbum com Orquestra Sinfônica


Cli336 CliHo Cli336 Cli336 Cli336 WhiFin Cli336 Cli336