Matérias Mais Lidas

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemBatera do Polyphia perde click e técnico salva marcando o tempo em sua perna

imagemTony Iommi diz que Geezer Butler sofreu acidente de barco e quebrou costela

imagemBlaze achava que Bruce jamais voltaria para o Iron Maiden

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemDream Theater: confira possível setlist dos shows da banda no Brasil


Stamp

Resenha - Dark Days Quantum - Aliengates

Por Drustan
Em 26/03/02

Nota: 8

Dois pontos me chamaram atenção de cara: em primeiro lugar, a parte gráfica, embora interessante, porém não usual para este tipo de trabalho; e no press-release, a banda diz que suas grandes influências são o pessoal de Gotenburgo. Hum... pensei: "eis mais um daqueles clones do In Flames e Dark Tranquility..."

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

De fato, há uns pequenos toques do chamado "Death Metal Melódico" aqui e ali; entretanto, o resultado final soa mais pesado e agressivo que os dos grupos do estilo, pois a sonoridade deste EP está mais para uma mescla de Death/Thrash, principalmente se atentarmos para os solos e riffs de guitarra, que nos remetem diretamente às grandes bandas de thrash oitentista!

Embora exista desde meados da década de 90, podemos considerar o Aliengates como novo no cenário, pois apenas o vocalista David Oberthaler é egresso das formações anteriores. E os caras não dispõe ainda de um baixista fixo, sendo que para este trabalho contaram com a ajuda do amigo Roman Friedrich, que na realidade atua como guitarrista, mas a julgar o resultado final, deveria ficar no posto, pois cumpriu sua função com louvor.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

As faixas "Dark Days Quantum" e "Heartless" possuem uma pequena linha de vocais femininos, executadas por Lea Oberthaler (não consegui descobrir qual a ligação com o vocalista), funcionando basicamente como complemento ao som, não sendo exagerada como algumas bandas da atualidade, que incluem extensos vocais líricos e angelicais, deixando de lado a essência do Metal verdadeiro...

Enfim, conquanto não seja totalmente original (quem o é hoje em dia?), o Aliengates trata-se de uma boa promessa; torçamos para que mantenham o mesmo padrão de qualidade nos seus trabalhos posteriores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Faixas:
1) Manual For A Dark Age
2) Fever The Mind
3) Santfilth
4) Dark Days Quantum
5) Heartless
6) Blind Leads Blind
total time: 21:39

David Oberthaler (vocal)
Filipe Gordilho (guitarras)
Pascal Beer (guitarras)
Mischa Demarmels (bateria)
Roman Friedrich (baixo)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?