Resenha - Breach - Wallflowers

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O que você faria da sua vida se seu pai fosse ninguém menos que o próprio Bob Dylan? Pois é, com certeza ficaria com medo de seguir alguma carreira musical, as comparações seriam inevitáveis, ainda mais com a importância que Bob Dylan tem na música, não só no Rock, mas em diversos estilos musicais.
5000 acessosElvis Presley: De que ele morreu?5000 acessosMonsters Of Rock 2015: conheça a loira que "deu um show" com o Steel Panther

JaKob Dylan, o queridinho das mulheres, resolveu mandar tudo pro alto e fazer uma banda, que recebeu o nome de Wallflowers. Seu maior sucesso até agora foi a música “One Head Light”, do disco anterior, o excelente “Bringing Down The Horse”, porém este novo álbum, o não menos excelente “Breach”, traz faixas que estão fadadas ao sucesso.

O estilo é um rock/pop, de muito bom gosto, onde todos músicos são muito competentes e tudo soa perfeito na voz de Jakob Dylan, que canta e toca guitarra (igual a seu pai). As melodias e arranjos foram trabalhados a exaustão proporcionando momentos lindos como na poderosa “Sleepwalker”, uma das melhores músicas de Pop/Rock que ouvi nos últimos tempos, e na maravilhosa “I’ve been delivered”, com grande trabalho dos teclados e guitarras.

O resto do disco segue com rockaços (pop) como “Some Flowers Bloom Dead”, “Letters From The Wasteland” e ótimas baladas como “Witness” e “Mourning Train”.

Portanto se você tem cabeça aberta o suficiente e gosta de um bom Pop/ Rock corra para comprar esse Wallfowers, pois hoje em dia eles são uma das melhores coisas rolando por aí.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Wallflowers"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Wallflowers"

Elvis PresleyElvis Presley
De que ele morreu?

MOR 2015MOR 2015
Conheça a loira que "deu um show" com o Steel Panther

MetallicaMetallica
Ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicos

5000 acessosUncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd5000 acessosFãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada um5000 acessosPorta dos Fundos: Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros5000 acessosRoadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadora5000 acessosHard e Metal: as dez fotos mais bizarras de bandas do gênero5000 acessosFênix do Rock: 5 momentos que fizeram Axl Rose renascer na música

Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua…

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online