Soilwork: 20 músicas essenciais para conhecer o trabalho da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Soilwork é uma das melhores bandas de sua geração, isso é fato. Além de ser uma das mais técnicas e virtuosas da cena Metal, foi uma das que mais modificou sua sonoridade ao longo dos anos. Tanto que a diferença entre os primeiros e os últimos álbuns é assustadora, apesar de esperada, visto que evoluir parece ser um dos princípios primordiais da banda.

Slash: Comentários sobre Guns, pornstars e Michael JacksonDave Mustaine: ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick Menza

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Seja fazendo músicas mais extremas, cadenciadas ou insanas, o Soilwork é absolutamente perfeito em tudo o que fez até hoje. Para constatar a evolução da banda nesses mais de 20 anos de carreira, ou para conhecer o trabalho de Björn e sua turma, ouça a lista de 20 músicas essenciais da banda abaixo, e entenda o motivo do Soilwork ser um gigante do Metal Sueco.

*Observação: Listei apenas vinte para não ficar uma lista cansativa, já que por mim, colocaria todas.

1 - "Entering The Angel Diabolique" ("SteelBath Suicide"): Uma bela instrumental, que abre o primeiro disco da banda, e reúne tudo o que a banda continua usando até os dias de hoje: peso, rapidez, melodia e muita técnica.

2 - "The Chainheart Machine" ("The Chainheart Machine"): Uma das músicas mais rápidas, pesadas e intrincadas da banda. Apesar de ser extremamente pesada e rápida, a melodia está presente, principalmente no refrão.

3 - "Like The Average Stalker" ("A Predator's Portrait"): O terceiro disco apresenta uma grande evolução em relação aos primeiros. Uma ponte entre os primeiros lançamentos e o choque que o mundo tomaria com o álbum seguinte.

4 - "Follow The Hollow" ("Natural Born Chaos"): "Natural Born Chaos" foi o primeiro disco que muitos fãs da banda ouviram. Foi no quarto lançamento que a banda se consolidou, e deixou de ser promessa para se tornar realidade. "Follow The Hollow" é um belo cartão de visitas.

5 - "Song Of The Damned" ("Natural Born Chaos"): A primeira música da banda que pode ser considerada uma balada pesada. Mas não vá esperando algo leve. Tanto peso quanto melodia estão presentes em quantidades cavalares.

6- "Rejection Role" ("Figure Number Five"): Um dos discos mais bem sucedidos da banda, "Figure Number Five" é perfeito do começo ao final. E "Rejection Role" cumpre bem o papel de ser uma música de abertura rápida, direta e grudenta. Um clássico que até hoje está no repertório da banda. Destaque para o clipe, que tal qual "Trigger", do In Flames, reúne os membros das duas bandas, que brigam entre eles.

7 - "Overload" (Figure Number Five"): No que dependesse de mim, colocaria o álbum inteiro. "Overload" é uma das melhores músicas da banda, e conta com um trabalho sensacional de vocais, além de um refrão sensacional, que não sai da cabeça.

8 - "Stalemate" (Stabbing The Drama"): "Stalemate" representa um dos momentos mais ignorantes (no bom sentido) do Soilwork.

9 - "Nerve" ("Stabbing The Drama"): Um dos maiores sucessos da banda. Faz por merecer, e funciona muito bem ao vivo, tanto que é um dos pontos altos dos shows até os dias de hoje.

10 - "Sworn To A Great Divide" (Sworn To A Great Divide") : O disco de 2007 é um dos mais controversos da banda, por ser um pouco mais moderno do que os lançamentos anteriores. Por outro lado, é um disco que se não está entre os melhores lançamentos da historia do Metal, está bem distante de ser a desgraça que alguns julgam ser. A faixa título é uma grande prova disso.

11 - "Exile" (Sworn To A Great Divide"): Um pouco mais cadenciada, e alterna vocais limpos com algumas partes mais gritadas. Uma música um pouco mais moderna, mas ainda com a veia característica do Soilwork.

12 - "Late For The Kill, Early For The Slaughter" (The Panic Broadcast"): Um verdadeiro chute no meio da cara. A música que abre o estupendo "The Panic Broadcast" é um massacre. Empolgante do começo ao fim, é um perfeito início para um disco perfeito.

13 - "Two Lives Worth Of Reckoning" ("The Panic Broadcast"): Uma das minhas músicas preferidas. Não sei o motivo, mas costumo falar que "Two Lives..." é algo como a parte 2 de "Overload". Mesmo que não exista nenhuma similaridade entre elas, a segunda faixa do disco caberia muito bem em "Figure Number Five". O refrão da música é um dos melhores já escritos pela banda. O mesmo vale para o solo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

14 - "The Akuma Afterglow" ("The Panic Broadcast"): Uma das melhores músicas que a banda já escreveu. A harmonia entre os instrumentos, a melodia e os vocais atingiram níveis absurdos em "The Akuma Afterglow"". Um dos pontos altos do disco e da carreira da banda.

15 - "Let This River Flow" ("The Panic Broadcast"): a melhor balada da banda. Nota 10.

16 - "Tongue" ("The Living Infinite"): Rápida, pesada e com muita melodia, "Tongue" é o maior destaque de "The Living Infinite", primeiro disco duplo da carreira da banda. Seu refrão é algo sensacional.

17 - "This Momentary Bliss" (The Living Infinite") : Uma das melhores letras da banda, e um refrão empolgante fazem de "This Momentary Bliss" uma das melhores músicas que o Soilwork escreveu nesta década.

18 - "Spectrum Of Eternity" ("The Living Infinite"): Um arrasa quarteirão, "Spectrum..." abre o disco da maneira mais extrema possível, com destaque para a bateria rápida,pesada e técnica de Dirk.

19 - "The Ride Majestic" (The Ride Majestic"): Assim como quase todas as músicas que dão nome aos discos da banda, "The Ride Majestic" é um resumo perfeito do que se pode encontrar ao ouvir o álbum. Modernidade, peso, velocidade, técnica, e muita energia.

20 - "Enemies In Fidelity" ("The Ride Majestic"): Repleta de mudanças de andamento, começa de maneira mais cadenciada, fica pesada, e entra em um refrão inesperado. Uma das canções mais melódicas presente no último disco da banda. E uma das mais pesadas também.

E para você, qual música ficou de fora?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Soilwork"


Metal sueco: site elege as dez melhores bandas da SuéciaMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2002Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2002


Slash: Comentários sobre Guns, pornstars e Michael JacksonSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

Dave Mustaine: ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick MenzaDave Mustaine
Ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick Menza


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280