Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Paulo Andrade
Enviar correções  |  Comentários  | 

O Metallica é talvez a banda de metal mais consagrada do planeta, tendo sido a pioneira a levar o estilo ao topo das paradas, às rádios e à MTV, sem perder toda a sua legião de fãs antigos. Embora seja acusada por alguns de ter se vendido e tornado o seu som comercial a partir de 1991, a sua importância é uma quase unanimidade.

10 acessosMetallica: garoto de 13 anos toca todos os instrumentos em "Orion"5000 acessosStairway to Heaven: o maior hit do Led Zeppelin

A banda começou em 1980, quando Lars Ulrich e James Hetfield se juntaram para gravar uma demo, "No Life 'til Leather". Desde o princípio procuraram levar aos extremos a agressividade de bandas que os influenciaram, como Venom e Diamond Head, ajudando a consolidar o estilo thrash metal que dava os seus primeiros passos. Também integrou uma das primeiras formações da banda o guitarrista Dave Mustaine, que foi demitido por abuso de álcool e mais tarde fundou a banda Megadeth.

Em 1983 gravaram o primeiro disco, com o sugestivo título de "Kill 'em All". Um verdadeiro clássico, considerado por muitos o melhor da banda. O disco é um divisor de águas na história do rock. Foi o primeiro disco de thrash a ter repercussão na mídia especializada. O Metallica saiu então para a sua primeira grande turnê, com a banda Raven. Em 1984 sai o segundo álbum, "Ride the Lightning", com músicas quase tão agressivas quanto as do primeiro disco.

Em 1986 o Metallica, já uma banda grande, lança o disco "Master of Puppets", que divide com "Kill 'em All" o título de melhor da banda. O som havia se tornado muito mais elaborado, as letras muito mais profundas, mas a agressividade continuava a mesma. O Metallica foi talvez a primeira banda a alcançar uma venda de mais de 500 mil cópias sem a ajuda de rádios ou vídeo clips.

Na tour do disco "Master of Puppets" ocorreu o fato que por pouco não encerrou a carreira da banda. O ônibus que os levava sofreu um acidente e o baixista Cliff Burton morreu. Para substituí-lo foi escolhido Jason Newsted. Embora seja considerado inferior a Cliff Burton por alguns fãs mais conservadores, Jason Newsted veio acrescentar algo ao estilo do Metallica. A título de apresentação do novo componente a banda gravou o EP "Garage Days Re Revisited" com covers de outras bandas.

Em 1988 é lançado o álbum "...And Justice For All". O som da banda havia ficado tão elaborado, as composições tão longas, que foi preciso lançar um álbum duplo. Obviamente a tentativa de criar um som mais elaborado implicou na perda de peso e no início das críticas de que o Metallica estaria se vendendo ao grande público. Para incentivar ainda mais as más línguas, o Metallica pela primeira vez grava um vídeo e vira sucesso na MTV. Opiniões radicais à parte, as composições são de excelente qualidade, com destaque para "One", uma das melhores letras da sua carreira. O disco foi indicado para o Grammy.

Em 1991, com o lançamento do álbum "Metallica", a tendência da banda tornar-se popular viria a se confirmar. O "álbum preto" já estreiou em primeiro lugar nas paradas, vendeu mais de 10 milhões de cópias e tocou à exaustão nas rádios e na MTV. A turnê que se seguiu ao disco foi imensa, durando quase quatro anos. Embora não seja de forma alguma um disco ruim, realmente é impossível deixar de notar a falta de agressividade quando se compara este disco aos três primeiros da carreira da banda. As músicas "Enter Sandman", "The Unforgiven" e "Nothing Else Matters" foram os destaques.

Em 1996 saiu "Load", com uma sonoridade completamente diferente de todas as gravações anteriores do Metallica. Se havia dúvidas quanto ao fato de o Metallica estar abandonado o estilo agressivo dos primeiros álbuns, foram todas desfeitas. Em meio a declarações constrangedoras como as de que "o heavy metal morreu" o Metallica viveu sua fase de maiores vendas por um lado, e por outro lado perdeu boa parte de seus fãs mais antigos. Em meio a boatos da gravação de um acústico para a MTV americana a banda prometeu para o próximo ano um álbum pesado como nos velhos tempos. "Reload" saiu em 1997, novamente com um som diferente do Metallica original, embora, realmente, mais pesado.

Em 1998 a banda lançou "Garage Inc", um álbum só de covers e com músicas de inúmeras bandas, como Motörhead, Budgie, Bob Seger, Black Sabbath, Mercyfull Fate, Misfits, Diamond Head, entre outras. O álbum reunia alguns covers antigos da época do "Garage Days Revisited" a novas versões. Em 1999 se seguiria "S&M", gravação ao vivo da banda, tocando junto com uma orquestra.

Como se não bastasse a má repercussão de sua mudança de direção musical, em 2000 a banda se envolveu em uma polêmica ação judicial contra a empresa Napster, responsável pelo programa de mesmo nome destinado à troca de músicas pela internet. Embora tenha dado início a processos que culminaram com o fechamento dos servidores do Napster, os resultados para a banda foram apenas negativos: tão rápido quando o Napster saiu de cena uma dezena de novos mecanismos mais eficientes foi lançado; já a imagem da banda, agora acusada de se preocupar mais com o dinheiro e menos com os seus fãs, estaria maculada para sempre.

Em 2001 Jason Newsted anuncia a sua saída do Metallica, que se mostraria pouco amigável à medida que o baixista soltava entrevistas com críticas aos outros membros, principalmente Hetfield, na imprensa musical. As composições e gravações de um novo álbum foram iniciadas, ora com Hetfield assumindo o baixo, ora com a participação de Bob Rock no instrumento. As gravações foram interrompidas durante alguns meses pela internação de Hetfield para tratamento de alcoolismo e outros vícios.

Em 2003 O cargo de baixista foi assumido definitivamente por Robert Trujillo (que havia tocado com Ozzy Osbourne e Suicidal Tendencies entre outros).

Ainda em 2003 sai o controverso Saint Anger, com as linhas de baixo gravadas por Bob Rock. Uma tentativa desastrada de reaproximação com o peso resultou em uma produção tosca, com timbre de bateria estranho e, pior, praticamente sem solos de guitarra. O disco foi novamente um sucesso comercial, apesar da péssima recepção pelos fãs.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
Garoto de 13 anos toca todos os instrumentos em "Orion"

668 acessosMetallica: fã esquece onde estacionou e paga recompensa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

GrammyGrammy
Os recordistas em vitórias nas categorias de rock e metal

MetallicaMetallica
Jump In The Fire, Luan Santana!

MetallicaMetallica
Versão natalina de Nothing Else Matters

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

Led ZeppelinLed Zeppelin
O que você sempre quis saber sobre "Stairway To Heaven"

TatuagensTatuagens
Homenagens a artistas e bandas na pele dos fãs - Parte 1

SlayerSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

5000 acessosAndre Matos: "Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"5000 acessosMike Portnoy: a reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater5000 acessosMalmsteen: "A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"5000 acessosIron Maiden: veja Nicko Mcbrain tocando clássicos na churrascaria5000 acessosMetallica e Guns N' Roses: Em 1992, a histórica turnê conjunta5000 acessosKurt Cobain: Frances revela o que o faria chorar se ele estivesse vivo

Sobre João Paulo Andrade

Sempre quis viver de Rock e/ou Heavy Metal. Tentou tocar baixo mas era tremendamente incompetente no instrumento. Em 1996 criou o site Whiplash.Net e hoje vive do seu sonho. :-)

Mais matérias de João Paulo Andrade no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online