Tradução - Spiritual Black Dimensions - Dimmu Borgir

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Spiritual Black Dimensions - Dimmu Borgir

Traduzido por Fernando P. Silva

  | Comentários:
Imagem

Reptile

(Silenoz)

Glowing eyes, staring eyes
Manifest of evil presence
With entities swept in disease and decay
A fall from paradise beyond redemption

He who speaks of nightly treasures
He who wraps the serpent around my neck
He who pours poisonous wine in my chalice
He who lets me serve and slip away

...And so I will take shelter
In the absence of the light
Hiding like a masked miniature in the dark
A revenant* without relief it seems
For the art of becoming a progeny
And to be raised in such curse
Infesting the dead in herds

His grandeur of guidance in roundtrips obscure
He who immerse my hands in sullen thrills
His path on wich domination linger
He who dares to prove the sanity of mine

He who speaks of nightly tresures
He who lets me serve and slip away

Black unearthly void creatures crawling
Forbidden forgotten fairly underrated
Bastards in shape of angels holding my hands
Passing me wath is left of the wine

Réptil

(Silenoz)

Olhos ardentes, olhos que encaram
Manifesto da presença do mal
Com seres arrebatados em doenças e decadência
Uma queda do paraíso além da redenção

Ele que fala de tesouros noturnos
Ele que enrola a serpente ao redor do meu pescoço
Ele que despeja vinho venenoso em meu cálice
Ele que me deixa servir e me retirar

...E assim eu irei encontrar abrigo
Na ausência da luz
Se escondendo como uma miniatura mascarada na escuridão
Parece um fantasma sem descanso
Para a arte da formação de uma progênie
E para ser educado em semelhante maldição
Infestando os mortos em rebanhos

Sua grandeza como guia em viagens obscuras de ida-e-volta Ele que submerge minhas mãos em vibrações sombrias
Seu caminho na qual a dominação tarda
Ele que ousa provar a minha sanidade

Ele que fala de tesouros noturnos
Ele que me deixa servir e me retirar

Uma escuridão sobrenatural, criaturas rastejando
Proibido esquecido menosprezado
Bastardos em forma de anjos segurando minhas mãos
Me passando a ira deixada do vinho

* Revenant = aquele que retorna do mundo dos mortos. Um fantasma, uma aparição.

Behind The Curtains Of Night
Phantasmagoria

(Silenoz)

A mental inner vortex
As possessions through a wolf's eye
Envisioning the eclipse
No longer to be blinded by a sunrise

In this final benediction
Confronted by mirage of imminent mortality
Time's set to end the suffering
So follow, I will cherish the secrecies of hearts

Chased by the black shepherds
Behind curtains of night
Been found as a tool in their seduction
Fatal haze

An escape into abomination
Perished to phasma
Asindrome of another aeon
Soul-obsequial inhesion

Resurged in torrents of abysmal thoughts
Lost in a helix, blackest might
In stealth I do seek deliverance
In phantasmagoria, vortex utopia

Atrás das Cortinas da Noite
Fantasmagoria*

(Silenoz)

Um rodamoinho mental
Como possessões pelo olho de um lobo
Antevendo o eclipse
Não mais será encoberto por um nascer do sol

Nesta bênção final
Confrontado pela miragem de iminente mortalidade
O tempo está programado para terminar o sofrimento
Então siga, eu vou apreciar os segredos dos corações

Perseguido pelos pastores negros
Atrás das cortinas da noite
Fui descoberto como um instrumento na sedução deles
Neblina fatal

Uma fuga para a abominação
Morreu e virou um fantasma
Uma síndrome de outra era
Uma alma para um funeral

Oscilando em torrentes de pensamentos abismais
Perdido em uma hélice, poder obscuro
Com cautela eu busco libertação
Em fantasmagoria, utopia do vórtice

* Fantasmagoria = sucessão complexa de cenas em constante mutação, vistas ou imaginadas (como pelo efeito de drogas). Ilusão dos sentidos.

Dreamside Dominions

(Silenoz)

When the ghastly mourners awakens from sleep
And the volant funeral crows are watching
Like evil omens in shadowed murmur
They welcome me again

Agonized and flattered to once become
A part of this horror scenario
I descend with arms open wide

Armoured and filled with painful pleasure
Reflecting streams of monstrous mirages
I will not hide

Losing control in seductive madness
Spiritual revelations, apocalyptic hypnosis
Dead colours appear within unshallow graves
Alone in awe I face abhorrence below

Trapped inside to suffer in silence
Torn apart in mind and sense
Baptized in this nightly glamour
Rites of splendid essence

Agonized and flattered I once became
A part of the horror scenario
Armoured and filled with painful pleasure
I did not hide

Now when the gates are no longer shut
I withdraw from the light of the sun

Domínios do Sonho

(Silenoz)

Quando os horripilantes defuntos despertam do sono
E os corvos que sobrevoam os funerais estão vigiando
Como presságios do mal em murmúrios obscuros
Eles me saúdam novamente

Agonizado e honrado por se tornar
Uma parte deste enredo de horror
Eu desço de braços abertos

Blindado e cheio de prazer doloroso
Refletindo correntezas de miragens monstruosas
Eu não vou me esconder

Perdendo o controle em loucura sedutora
Revelações espirituais, hipnose apocalíptica
Os mortos aparecem dentro de covas profundas
Sozinho e com medo, eu enfrento essa aversão

Preso dentro de si para sofrer em silêncio
Dilacerado na mente e nos sentidos
Batizado neste glamour noturno
Rito de essência esplêndida

Agonizado e lisonjeado por se tornar
Uma parte deste roteiro de horror
Blindado e cheio de prazer doloroso
Eu não vou me esconder

Agora quando os portões já não estão mais fechados
Eu me retiro da luz do sol

United In Unhallowed Grace

(Nagash)

Unfolding her carnal desires to me
With temting eyes she does receive
A hunter of the night devil's whore
May her cursed beauty hunt me forever

We embrace the madness gathered as one
Mourning dead passion...she comes to me
A fate awaits us in the night
In the ruins of creation we will unite

Unfolding her carnal desires to me
With temting eyes she does receive
A hunter of the night devil's whore
May her cursed beauty hunt me forever

She comes to me - a shining beacon
Confused by the sensual innovation
Passion... towards image of mortal evil
Passion...
Embraced by the image of united death

The enigma lies broken
Searching for those precious moments
Reaching for a higher of existence
Like a newborn migrant in the void

I am smitten by forbidden fruit
Possessed by moments of dark splendour
To walk the nightmare terrains forever
The enigma lies broken

Possessed by moments of dark splendour
To walk the nightmare terrains forever
United with new unhallowed grace
This cursed beauty hunts me forever

Unidos Em Graça Profana

(Nagash)

Revelando seus desejos carnais para mim
Com olhos tentadores ela recebe
Uma caçadora da noite, prostituta do diabo
Talvez sua beleza amaldiçoada me cace para sempre

Nós abraçamos a loucura, juntos como um só
Paixão morta e fúnebre... ela vem a mim
Um destino nos espera à noite
Nas ruínas da criação nós nos uniremos

Revelando seus desejos carnais para mim
Com olhos tentadores ela recebe
Uma caçadora da noite, prostituta do diabo
Talvez sua beleza amaldiçoada me cace para sempre

Ela vem a mim – uma luz brilhando
Confuso pela inovação sensual
Paixão... em direção à imagem do mal
Paixão...
Abraçados pela imagem da morte unida

O enigma está quebrado
Procurando aqueles momentos preciosos
Tentando atingir um nível maior de existência
Como um migrante recém-nascido no vazio

Eu estou apaixonado pelo fruto proibido
Possuído por momentos de esplendor sombrio
Para caminhar eternamente pelos terrenos do pesadelo
O enigma está quebrado

Possuído por momentos de esplendor sombrio
Para caminhar eternamente pelos terrenos do pesadelo
Unidos com uma nova graça profana
Essa beleza amaldiçoada me caça para sempre

The Promised Future Aeons *

(Nagash)

Erotic and dreamlike still in its mortal disguise
A passionate ritual in the ruined garden theatre
The painted angels - shadowed high above
Once they gathered to worship at the picture of me
Like a whisper where there are no words
Appears the perplexed - the statue of might
In the cradle of the next generation
A spiraling ruin - lost in the gathering dust

...The faces you saw in the withering garden
I witnessed the flickering
Made to look like stone
Quivering like little figures
Lost in broken flames
Never to forget again the names
Carved in horrid flesh

Those words drawn in water
Become our legacy of fantasies

Burn the pictures
So unexpected in this strange deserted place
Once opened its secrets would become the world
Its attributes would continue to unfold forever

"Through the fabric of the promised future aeons
I offer this suffering of mu unwanted father..."

...And the stars did wander
Separated in the forbidden universe

A Era do Futuro Prometido

(Nagash)

Erótico e sonhador ainda em seu disfarce mortal
Um ritual apaixonado no teatro de jardins destruídos
Os anjos pintados – cobertos pelas sombras lá em cima
Certa vez eles se reuniram para adorar o meu retrato
Como um sussurro onde não há palavras
Aparece o perplexo - a estátua do poder
No berço da próxima geração
Uma ruína espiral - perdida na poeira desse encontro

...Os rostos que você viu no jardim seco
Eu testemunhei sua hesitação
Fiz com que parecessem ser de pedra
Tremendo como pequenos vultos
Perdidos nas chamas destruídas
Não se esqueça novamente dos nomes
Esculpidos em carnes horrendas

Essas palavras desenhadas na água
Tornam-se nosso legado de fantasias

Queimem os quadros
Tão inesperado neste lugar abandonado e estranho
Seus segredos uma vez revelados, transformariam o mundo
Seus atributos continuariam eternamente a serem descobertos

"Através da formação da era do futuro prometido
Eu ofereço este sofrimento de mu, o pai não desejado..."

...E as estrelas vagaram
Separadas no universo proibido

* Aeons = Na Geologia, uma era, uma época, longo período de tempo. Do Latim Aeon(s), do Grego Aion = Na filosofia Grega, uma época, era, eternidade. Termo usado sozinho, equivalente às palavras de princípios intelectuais (do grego ‘Logos’). Mas o significado comum também inclui um significado espiritual sendo considerado como uma emanação da essência divina e também um período de tempo que é provocado pela existência deste ser espiritual. Nos sistemas Gnósticos (relativo ao saber do desconhecido, referente ao conhecimento de coisas relativas ao além) significa os vários poderes criativos que derivam dos Logos (princípios intelectuais), e variando em grau dos terrenos mais espirituais para o estado mais bruto. Este uso duplo de uma palavra para denotar um período de tempo e um poder divino, também aparece em Manu (o criador da espécie humana segundo a mitologia indiana), e no nome dos patriarcas Bíblicos e em determinados períodos de suas vidas. O adjetivo aeonio freqüentemente aparece no Novo Testamento onde é traduzido de forma incorreta como eterno ou perpétuo.

The Blazing Monoliths Of Defiance

(Nagash)

With hearts of midnight
Brightened by his infernal light
We stand as a monolith of wrath
United under the goath* of a thousand young
Two horns thrust upwards in defiance
Three inverted as the trinity denied
A phalanx of mourners in black
Falling towards nightly terror

Unleash the tempted beast
Raised your horns in prideful blasphemy
I'll be your guide into the glorious darrkness
And enchant you like a taste of sin
Unleash the temted beast
Chant theron in words of blazing scorn
Grant me my dark desires
Strengthened through the power of satan

Take pleasure in the torment of the wretched
And rejoice in the delight of the flesh
Behold the face of satan
And walk the fields of erotic fire

Hunt the heavens ...

Godless temted beckon
Through gleaming scapes of horrid nightmare
Gathered between symbols and signs
A glow of new light is born out of the night

Give into your lust and carnal desires
In twisted blood-dripping ecstasy
In the name of satan
I lead you into temptation

Os Monólitos Ardentes do Desafio

(Nagash)

Com corações da meia-noite
Iluminados pela sua luz infernal
Nós nos postamos como um monólito de ira
Unidos sob o comando do pastor de milhares de jovens
Dois chifres estendidos para o alto em desafio
Três invertidos conforme a Trindade negada
Uma falange de lamentadores de preto
Caindo em direção ao terror noturno

Soltaram a besta tentadora
Ergueram seus chifres em blasfêmia orgulhosa
Eu serei seu guia na gloriosa escuridão
E enfeitiçarei você como um gosto do pecado
Soltaram a besta tentadora
O canto de theron em palavras de desprezo ardente
Me conceda meus desejos obscuros
Fortalecido pelo poder de satã

Tenha prazer no tormento do miserável
E regozije no prazer da carne
Veja o rosto de satã
E caminhe pelos campos de fogo erótico

Cace os paraísos...

Um aceno tentador infiel
Por paisagens reluzentes de pesadelos horrendos
Juntamente entre símbolos e sinais
Um brilho de uma nova luz nasce durante a noite

Entregue-se a sua luxúria e aos seus desejos carnais
Em sangue depravado - gotejando êxtase
Em nome de satã
Eu te conduzo à tentação

* Goath = diminutivo para Goatherd, que significa pastor de rebanhos, pastor de cabras.

The Insight & The Catharsis

(Silenoz)

Passenger on confessional course
Unlock with the key you behold within
Repair the shadow of your mind
And come awake

"Oh, dreadful angel of mine
Enrich me with the vastness of being
Rigid father, teach me to comprehend
I'll commit myself to understand
To be faithful and the instrument
So that the ones with blindfold
Can see what I have seen
That there is nothing inbetween
For I am the accomplice..."

Aghast and tender, indulged in sin
Embraced by loneliness, legions who grin
I blunder into the realms of slumber
I collide with the obscure
And see the last fraction of light go by

Plundering the sanity from the insane
And providing appearances in black
Carefully swept in decadent spheres
But faces in this world
Always remain darkened

In circles of dominance, emotional deeps unite
Fiction and transcendence woven together
In the essence of purity lies wisdom
Join the forces, the spiritual black dimensions

What more do you need of proof
Human hands conforming clooven hoofs
For I know the secrets and lies
Behind all truths
Knowlege is power and the power is mine
It's all mine

So let the children come to me
And share the limitless ways to infinity
Escape death and disease
And behold youth and vitality

A Percepção e a Catarse

(Silenoz)

Passageiro em um percurso de confissão
Destranque com a chave que você observa dentro de si
Conserte a sombra de sua mente
E venha acordado

"Oh, meu anjo terrível
Me enriqueça com a imensidade do ser
Pai rígido, me ensine a compreender
Eu me comprometo a entender
Para ser fiel e o instrumento
De forma que aqueles com os olhos vendados
Possam ver o que eu tenho visto
Que não há nada no meio
Pois eu sou o cúmplice..."

Espantado e frágil, entregue ao pecado
Abraçado pela solidão, legiões que escarnecem
Eu tropeço nos reinos do sono
Eu colido com o obscuro
E vejo a última fração de luz passar

Saqueando a sanidade do insano
E provendo aparições de preto
Cuidadosamente varridas em esferas decadentes
Mas as faces neste mundo
Permanecem sempre escurecidas

Nos círculos de domínio, unidos no emocional
Ficção e transcendência tecidos juntos
Na essência da sabedoria da pureza das mentiras
Se junte às forças, as dimensões negras espirituais

O que mais você precisa de prova?
Mãos humanas conformando cascos rachados
Pois eu conheço os segredos e as mentiras
Atrás de todas as verdades
Conhecimento é poder e o poder é meu
É todo meu

Então deixe as crianças virem até mim
E compartilhar os caminhos sem limites para a infinidade
Fugir da morte e das doenças
E contemplar juventude e vitalidade

Grotesquery Conceiled
(Within Mesureless Magic)

(Silenoz)

In the shadows of my gallow
I'd rather absent the hallow

(For) thy presence made pleasure of pain
(And) thy madness turned sanity into vain
Profoundly wicked owner of soul
The mysteries of thy creation beheld by ghouls

Diabolically disguised heavenly bodies
(And it's) atrociously desired primordial elements
Plunging through the confused beart of sulpur
In all this darkness, how can man see?

"Pour misguided fool ...
It is not god you are talking to
I am not impostrous
Hiding behind perly walls
However, I am still yet to be found, known
I shall guide you on your midnight-ride
As the sun fades black
(And) beyond your grotesque imagination
My name will be revealed...
The blod of christ can't heal your wounds
Give me all of yours, and I'll give you mine..."

I am the hidden fantasy
In the secret of my knowledge
There is no god but me

In this shadowy world all are nameless
Outstanding, dressed in majestic splendour
Touched by the flames of eternal fire
How I long for your embrace, uttermoust desire

Escondida Grotescamente
(Magia Interior Imensurável)

(Silenoz)

Nas sombras da minha forca
Eu prefiro me ausentar das coisas sagradas

(Pois) tua presença fez prazer da dor
(E) tua loucura transformou sanidade em vaidade
Dono de uma alma profundamente má
Os mistérios de tua criação observados pelas criaturas

Diabolicamente disfarçado em corpos celestiais
(E são) elementos primordiais desejados cruelmente
Mergulhando através dos fragmentos confusos de enxofre
Em toda essa escuridão, como o homem pode ver?

“Pobre tolo desviado...
Não é deus com quem você está falando
Eu não sou nenhum impostor
Escondido atrás de paredes perolizadas
No entanto, eu ainda serei encontrado, conhecido
Eu irei te guiar em seu passeio da meia-noite
Enquanto o sol escurece
(E) além de sua imaginação grotesca
Meu nome será revelado...
O sangue de cristo não pode curar suas feridas
Me dê tudo que for seu, e vou lhe dar o que é meu..."

Eu sou a fantasia escondida
No segredo do meu conhecimento
Não há nenhum deus a não ser eu

Neste mundo sombrio, todos são anônimos
Extraordinários, vestidos em esplendor majestoso
Tocados pelas chamas de fogo eterno
O quanto eu desejo pelo seu abraço, desejo ao máximo

Arcane Life Force Mysteria

(Nagash/Silenoz/Shagrath)

In perplexed dementia
Where sanity is my vanity
With honour bear the mark of satan
Triumphant beast in heaven defeat
Disguised in gloom, wear the mask of satan

Ride the beast through paradise
Still vipers these mortal burdens
We arise as the portals take form
I leave my feathers again

Infidels and scarecrows all fallen from heaven
Captured by the sin of the beast
Mesmerized in total chaos
Engulfed in an overflow of selfish might

Swept through arcane mysteries
Forlorn in a maze of torment
Raped by the sanctity of the unholy
Reveals a hell I never dreamed of

Bewildered by the arcane lifeforce mysteria
Is head my skin once again

Misteriosa Força de Vida Arcana

(Nagash/Silenoz/Shagrath)

Em perplexa demência
Onde a sanidade é minha vaidade
Com honra sustento a marca de satã
Besta triunfante na derrota do paraíso
Disfarçado na escuridão, eu uso a máscara de satã

Cavalgo a besta através do paraíso
Víboras silenciosas estes fardos mortais
Nós surgimos enquanto os portais se formam
Eu deixo minhas penas novamente

Os infiéis e os espantalhos todos caídos do paraíso
Capturados pelo pecado da besta
Hipnotizados em caos total
Engolidos em uma enchente de poder egoísta

Varrido por mistérios arcanos
Abandonado em um labirinto de tormento
Estuprado pela santidade do maldito
Revela um inferno na qual eu nunca sonhei

Desnorteado pela misteriosa força de vida arcana
Minha cabeça é minha pele mais uma vez?

Masses For The New Messiah

In massing darkness we stand united
Raging above inferior sheeps
A convoy of souls swept into the night
Hearts strengthened with black fire passion
In us is fulfilled the prophecy of satan
Evolution of the inner shrine
In us is mantained the revelation of satan
Innocence brought to an end
In honour of thy unearthly creation
We bring forth thy divine form
Vanity throughout any conceptions
Blazed and bound for, the days are coming
Infernal madness, unholy ascendance
Christian death abound in mouring perversion
Cherished sacred icons torn to pieces
They'll chase the serpent in everlasting nightmare
Disharmonic illusions of strings bending loose
Wrapped, penetrating skin
Listen to the music of their agony
Eyes made of glass, mirrors within

Seguidores Para O Novo Messias

Juntos na escuridão nós estamos unidos
Furiosos contra rebanhos inferiores
Um comboio de almas arrebatadas durante a noite
Corações fortalecidos com paixão do fogo negro
Em nós é cumprida a profecia de satã
Evolução do santuário interno
Em nós é mantida a revelação de satã
A inocência chegou ao fim
Em honra de tua criação sobrenatural
Nós criamos tua forma divina
Vaidade por toda concepção
Em chamas e confinado, os dias estão vindo
Loucura infernal, ascendência profana
A morte dos Cristãos abunda em lamentação, perversão
Ícones sagrados e adorados, despedaçados
Eles perseguirão a serpente em pesadelo eterno
Ilusões desarmônicas de cordas vergando soltas
Encapadas, penetrando a pele
Ouça a música da agonia deles
Olhos feitos de vidro, espelhos internos








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Dimmu Borgir"

Separados no nascimento: Dimmu Borgir e Chico Anysio
Chrome Division: vídeo de "Lady Of Perpetual Sorrow"
Dimmu Borgir: acusando rapper de roubar música pela segunda vez
Dimmu Borgir: acusando rapper alemão por plágio pela segunda vez
Noisecreep: os 10 clipes mais assustadores do heavy metal
Separados no nascimento: Galder, do Dimmu Borgir, e Gasparzinho
Shagrath: vídeo de 2005 em estúdio com o Destruction
Dimmu Borgir: Silenoz fala sobre religião e individualidade
Chrome Division: Metal Busted entrevista Shady Blue
Chrome Division: promoção na Two Wheels Brazil
Dimmu Borgir: morre Alf Børjesson, autor de várias capas
Dimmu Borgir: confira dois vídeos Drum-cam
Dimmu Borgir: fotos e vídeos do show em Moscou
Krow: banda comenta show ao lado do Dimmu Borgir no Chile
Dimmu Borgir: apesar de problemas, um show brilhante em SP

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor. Email: [email protected].

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas