Slash em Porto Alegre: Uma experiência inesquecível!

Resenha - Slash (Pepsi On Stage, Porto Alegre, 20/03/2015)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Lucas Aires de Carvalho
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Na última sexta-feira (20), o guitarrista SLASH subiu ao palco do Pepsi on Stage para tocar para aproximadamente 5.000 fãs gaúchos ávidos por Rock N' Roll. E como era de se esperar, a banda não decepcionou!

Rock e Metal: em vídeo, as dez maiores tretas entre músicosBandas Novas: como vocês NÃO devem tratar o técnico de som

Começando com novas músicas do álbum World on Fire e seguindo para clássicos do GUNS N' ROSES, Slash conseguiu mostrar toda a sua boa forma musical - que, diga-se de passagem, é constante e crescente - em músicas que estremeceram o público presente.

Dá-se destaque para "Anastasia" que foi tocada com uma guitarra Double Neck e possibilitou um solo acústico na música. Salienta-se também baladas como "Sweet Child O' Mine" e "You Could be mine" provenientes dos tempos áureos do GUNS N' ROSES.

O sucesso do show e do atual momento de SLASH se deve, em grande parte, à sua banda - que se mostra atualmente como indispensável e não apenas como apoio - que segurou com maestria o estilo Hard Rock das músicas do guitarrista. MYLES KENNEDY demonstrou mais uma vez que foi a melhor escolha de SLASH para compor sua equipe uma vez que esbanjou carisma e atenção aos fãs ao mesmo tempo em que cantou de forma única e perfeita músicas antes interpretadas por AXL ROSE sem maiores problemas. O talento de MYLES permitiu que o vocalista conseguisse capturar a essência dos sons antigos de SLASH e colocasse suas "marcas pessoais" como vocalista.

A química da banda é notável. Cada membro exerce papel fundamental e destacável em cada acorde das músicas. TODD KERNS, por exemplo, emprestou sua voz para músicas como WELCOME TO THE JUNGLE sem deixar cair a "peteca" de sua mão. Sua habilidade com o baixo também é digna de parabenização.

Não se pode esquecer da banda de abertura do show que contava com GILBY CLARKE como vocalista e guitarrista solo. O público sedento por SLASH soube valorizar a presença do ex-guitarrista do GUNS e companheiro de SLASH e se embalar com os sons interpretados por GILBY. Destaque para "Knockin On' Heaven's Door" - com a mesma pegada dos tempos de GUNS N' ROSES - que o guitarrista tocou para um público que cantou junto até mesmo o solo da música.

Não bastasse o show fantástico, SLASH termina sua turnê com maestria ao postar na rede social TWITTER seu agradecimento EM PORTUGUÊS pelo show em Porto Alegre.

Este que vos fala se emocionou em cada momento do show e do término do mesmo. Vale parabenizar o público que não se mostrou envolvido em brigas ou confusões e soube aproveitar a presença destes grandes músicos na capital gaúcha.

Imagem

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Slash (Pepsi On Stage, Porto Alegre, 20/03/2015)

Slash: Encontro "Gunner" marca fim de semana em Porto Alegre

Bumblefoot
Ver a reunião do Guns N' Roses seria como ver a ex com outro

Rock e Metal: em vídeo, as dez maiores tretas entre músicosEduarda Henklein: brasileira de 6 anos toca GNR na ItáliaGuns N' Roses: A controversa frase de Axl em 92Todas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Izzy Stradlin
Mitos e contradições sobre o "não" ao Guns N' Roses

Gene Simmons
Ele e Paul Stanley não dão "uma de Axl Rose" com o outro

Slash
Guitarrista adora tocar músicas antigas do Guns N' Roses

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de março de 2015

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Slash"Todas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Bandas Novas
Como vocês NÃO devem tratar o técnico de som

Humor
Você está ouvindo rock progressivo demais quando...

Slayer
Maluco encara furacão na Flórida ao som da banda

Slayer: assista Ivete Sangalo cantando "Dead Skin Mask"Buckethead: uma rara imagem do guitarrista sem a máscaraQueen: as 10 melhores músicas da banda segundo a UCRKiss: Ace Frehley mostra como quebrar um quarto de hotelMetal Burguês: heavy metal é a cara da riqueza, afirma pesquisaR.E.M.: banda é dona da faixa que mais faz o homem chorar

Sobre Lucas Aires de Carvalho

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online