Max e Iggor Cavalera: noite de revival para amantes do Thrash

Resenha - Max e Iggor Cavalera (Bar Opinião, Porto Alegre, 04/11/2018)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Luciano Schneider
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Fotos Liny Oliveira:
http://www.facebook.com/photoslinyoliveira

Em uma noite agradável de domingo, anunciando a chegada do verão, novos e antigos fãs de metal se reuniram no bar Opinião em Porto Alegre para prestigiar dois dos maiores nomes do estilo em solo nacional. Os irmãos Max e Iggor Cavalera, que na década de 1980 fundaram o Sepultura, que abriu caminho para o metal brasileiro, alcançando um respaldo internacional. Nesse show, voltaram às origens, focando seu repertório nos álbuns Beneath the Remains e Arise, lançados em 1989 e 1991 respectivamente.

Após um leve atraso na abertura da casa, às 20:20 entra no palco a banda Diokane, de Porto Alegre, escalada pra fazer a abertura da noite. Apresentando um metal/hardcore de personalidade, a banda deu tudo de si para vencer o som da casa que começou baixo e embolado, mostrando uma melhora apenas ao final da primeira música. Destaque para o vocalista Homero Pivotto Jr., que apresentou um vocal forte e seguro, e uma boa interação com o público, em certo momento descendo do palco para agitar no meio das pessoas que ainda entravam na casa.

Após um leve intervalo, às 21:12 começa a introdução de Beneath the Remains, para o delírio do público. Os mesmos problemas sonoros da banda de abertura se fizeram presentes, com um som baixo e embolado, com microfonias. Novamente se estabilizou apenas ao final da primeira música, com gritos de aprovação da platéia.
Daí em diante só sucessos com a banda dando continuidade ao show com Inner Self. O veterano Max clama para seu público: "começa destruição", e ela começa mesmo, com a roda abrindo no meio da pista. "Com sangue nos olhos, mais forte que o ódio, stronger than hate" para anunciar a música seguinte, sob muitos aplausos.

A apresentação segue com músicas icônicas dessa fase da banda, como Mass Hypnosis e Slaves of Pain, abrindo espaço para a clássica Arise. Após mais algumas músicas, como Infected Voice, que foi cantada em peso pelo público, Max larga a guitarra para poder interagir com o público, deixando as 6 cordas ao encargo do americano Marc Rizzo, que faz parte da banda de apoio nessa turnê. Era hora dos covers Orgasmatron e Ace of Spades, da banda Motorhead, que colocaram todos pra bater cabeça.

Após alguns momentos fora do palco, nos quais o público incessantemente clamava por mais, voltaram com Refuse/Resist. "Vamo dividir o paredão da morte", pede Max, e é exatamente isso que acontece quando tocam Roots Bloody Roots. Para terminar o show, voltam ao início, repetindo Beneath The Remains. Após agradecerem ao público, os irmãos Cavalera deixam o palco. Uma noite que certamente foi um sonho realizado para boa parte dos presentes, que certamente eram muito jovens na época de lançamento dessas músicas. Apesar de tanto tempo ter se passado, Iggor e Max certamente provaram que continuam em ótima forma.

SET LIST MAX E IGGOR CAVALERA

01 - Beneath The Remains
02 - Inner Self
03 - Stronger Than Hate
04 - Mass Hypnosis
05 - Slaves Of Pain
07 - Primitive Future
08 - Arise
09 - Deade Embrionic Cells
10 - Desperate Cry
11 - Altered State
12 - Infected Voice
13 - Orgasmatron
14 - Ace Of Spades
15 - Troopps Of Doom
16 - Refuse/Resist
17 - Roots
18 - Beneath/Arise

SET LIST DIOKANE

01 - The Light Make Us Blind
02 - Descreditado
03 - Born With A Curse
04 - Rushing
05 - Into the Void + Under
06 - Lamento
07 - Meu Sangue
08 - We Lose (Down)
09 - Certezas
10 - Days of Summer




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Max Cavalera"Todas as matérias sobre "Igor Cavalera"


Max Cavalera: ele não entende como o Slayer consegue pensar em se aposentarMax Cavalera
Ele não entende como o Slayer consegue pensar em se aposentar

Rodz Online: Sepultura vs Max Cavalera (vídeo)Collectors Room: os 50 anos de Max Cavalera (vídeo)

Phil Anselmo: Max Cavalera sobe ao palco para uma canjaPhil Anselmo
Max Cavalera sobe ao palco para uma canja

Max Cavalera: Por que ele saiu da Roadrunner Records?Max Cavalera
Por que ele saiu da Roadrunner Records?

Max Cavalera: o que ele seria se não fosse músico?Max Cavalera
O que ele seria se não fosse músico?

Max: Antes morto no palco que velho numa cadeira de rodasMax
"Antes morto no palco que velho numa cadeira de rodas"


Kiss: as 10 músicas mais demoníacas da bandaKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Eddie: a foto que supostamente inspirou Derek RiggsEddie
A foto que supostamente inspirou Derek Riggs

Slipknot: Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreiraSlipknot
Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreira

Punk Rock: os 25 melhores discos segundo o site IGNGuitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os temposBlack Sabbath: saiba porque era horrível dividir o espaço com Bill Ward nos 60'sMegadeth: "Estamos trazendo os solos de volta ao metal"

Sobre Luciano Schneider

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336