Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemDavid Bowie recusou (mais de um) convite para produzir o Red Hot Chili Peppers

imagemAndreas Kisser explica por que o Sepultura mistura Metal com música brasileira

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"


Stamp

Wander Taffo: há dez anos vitimado por um infarto

Resenha - Viva Wander Taffo (Teatro Opus, São Paulo, 10/05/2018)

Por Nelson de Souza Lima
Em 12/05/18

Há exatos dez anos o rock e a música brasileira foram abalados por uma triste notícia. Na manhã de 14 de maio de 2008 o guitarrista/cantor/compositor Wander Taffo morria em virtude de um infarto fulminante. O país perdia um de seus maiores instrumentistas, mestre, gênio, virtuose e quantos mais adjetivos couberem. Grande referência das seis cordas Wander Taffo deixou milhares de fãs carentes de seu colossal talento. O músico paulistano iniciou a carreira em 1973 com a Memphis passando depois por bandas emblemáticas como Made In Brazil, Secos & Molhados, Joelho de Porco e Gang 90 e as Absurdetes. Em 1981 fundou o Rádio Táxi que se tornou um dos maiores sucessos da época com canções marcantes, entre elas, "Coisas de Casal", "Garota Dourada", "Eva" e "Você se esconde". No meio dos anos 80 deixou o RT e formou a banda Taffo com uma pegada mais Hard Rock. Além de integrar inúmeros grupos o músico também realizou trabalhos com nomes significativos da música brasileira, entre eles, Marina Lima, Cássia Eller e Guilherme Arantes. Como empresário e disposto a formar novos guitarristas o cara fundou em 1997 a unidade brasileira do IG&T (Instituto de Guitarra e Tecnologia). Inspirado nos mesmos moldes do GIT de Los Angeles o instituto brasuca une alta tecnologia e um centro de convivência se transformando numa escola modelar no ensino da técnica musical. Morto precocemente aos 53 anos Wander Taffo tem recebido inúmeros tributos ao longo dos anos, organizados por sua irmã gêmea Fátima Taffo. Contudo em 2018 as homenagens se fazem marcantes. Uma delas rolou no último dia 10 no Teatro Opus. No show "Viva Wander Taffo" que contou com alguns dos amigos mais próximos do guitarrista e também de seus discípulos.
Acompanhado da fotógrafa Letícia Nunes Lima cheguei em cima da hora, pois o trânsito, como sempre tava infernal. Mas deu pra ficar de boa e nos acomodarmos já que demorou ainda uns minutos pra galera entrar e ocupar seus lugares. Aliás, um verdadeiro dream team do rock/metal paulistano estava presente, entre eles, Nando Fernandes, Alyrio Netto e Johnny Magrão.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Por trás das cortinas cerradas era possível ouvir o auê todo dos roadies e músicos, ávidos pra começar a bagaça. Após as formalidades que envolvem teatros e espaços fechados uma voz gravada anunciou que o espetáculo estava iniciando. Exatamente às 21h04 as cortinas se abrem e a banda paulistana Trezzy dá início ao show de abertura. Liderada pelo vocalista Joonior Joe o grupo é uma das melhores da atualidade. Hard/Heavy competente com letras em português. Entre uma música e outra Joe agradeceu a oportunidade, sempre reverenciando e enaltecendo Wander Taffo. Aliás, a brodagem e o clima ameno, além do fato do público assistir a apresentação sentado colaboraram para ser uma noite sem muita empolgação. Mas o rock comeu solto. O quarteto mandou em 30 minutos várias porradas num set list coeso. Tocaram "Frio", "Suas certezas", "Sombras", entre outras.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Terminada a apresentação dos caras sobem ao palco o locutor da Kiss FM, Walter Ricci e Fátima Taffo, a grande mentora das homenagens ao irmão e também referência na cena rock. Tentaram uma conexão com o público que parecia "meio desligado" e num transe mutânico, sem grande animação. Os mics estavam em alguns momentos altos demais, incomodando os ouvidos. Estavam lá pra ser cicerones e entreter a galera enquanto aguardávamos próximo show.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sortearam vários artigos da rádio como camisetas, CDs, capinha de celular e um ingresso pro show do Ozzy que rolou no domingo, 13.

Não ganhei nada, mas fiquei de boa.

Por volta das 22h06 o telão mostrou um vídeo da trajetória do Wander Taffo com imagens de shows e do cara em várias fases da carreira. Em seguida começa a pancadaria. No palco os irmãos Andria e Ivan Busic, o guitarrista Edu Ardanuy, o tecladista Marcelo Souss e o vocalista Marco Bavini dão início ao que seria um desfile dos grandes hits da carreira de Wander. Foi uma noite de brodagem absoluta. Como se sabe os Busic, Ardanuy e Souss fundaram o Dr. Sin depois da dissolução da banda Taffo. A criatura saudando o criador. Para quem pode achar que Marco Bavini era um peixe fora d´água por ser filho do cantor sertanejo e atual Deputado Federal Sérgio Reis, se engana. Nos anos 90 o cara formou a banda Anjos da Noite e, segundo ele, o primeiro show que viu foi do Rádio Táxi, com Wander na guitarra. Bom pra não me alongar muito digo que foi um desfile de feras no palco. Convidados: Maurício Gasperini, ex-vocal do Rádio Táxi, Lívia Dabarian, o guitarrista Demian Tiguez, Fábio Zaganin. Todos revezando no palco e em várias formações mandaram clássicos do Rádio Táxi e da banda Taffo, sobretudo do álbum "Rosa Branca" que rendeu algumas das melhores canções do set como "Olhos de Neon", e "Me dê a mão". Gasperini mandou do RT "Garota Dourada", "Você se esconde" e "Nova Geração".

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Já passava da meia-noite quando o show encerrou com uma porrada do Dr. Sin só com os Busic e Ardanuy no palco. O Power trio mandou "Night Child". Porradona. Enfim, Wander Taffo estava em espírito no show e merecedor de todas as honras. Sua obra e legado ficarão forever. Que venham mais homenagens. LONG LIVE WANDER TAFFO.

SET LIST
Intro
OLHOS DE NEON
VOCÊ SE ESCONDE
GAROTA DOURADA
NOVA GERAÇÃO
SEM TEMPO PRA SOFRER
DIAS DE GLÓRIA
FECHA OS OLHOS
ALQUIMISTA
VENTO SUL
NOSSOS ERROS
PODER
ME DÊ SUA MÃO
SONHOS E ROCK AND ROLL
NIGHT CHILD

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Wander Taffo: Morre em São Paulo, aos 53 anos, o histórico guitarrista


Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Nelson de Souza Lima

Jornalista, repórter, resenhista, colunista musical. Assim é Nelson de Souza Lima. Mas acima de tudo um amante do rock, classic, hard e metal. Entre minhas entrevistas estão as feitas com Angra, André Mattos, Royal Hunt, Blind Guardian, entre muitas outras. Além disso sou baixista da banda de Classic Rock e metal The Green Pigs.

Mais matérias de Nelson de Souza Lima.