Matérias Mais Lidas

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemMorre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil


Barão Vermelho: Novo vocalista não decepciona

Resenha - Barão Vermelho (Tom Brasil, São Paulo, SP, 01/07/2017)

Por Nelson de Souza Lima
Em 04/07/17

E chegou a vez de São Paulo conferir o novo Barão Vermelho e sua atual turnê #barãoprasempre. Após quatro anos longe dos palcos e com mudanças na formação a banda carioca aterrissou no Tom Brasil, no último sábado, mostrando seu arsenal sonoro composto de vários hits, alguns deles com mais de trinta anos, uma vez que os caras estão juntos desde o começo dos anos 80. Sem o percussionista Peninha, falecido em setembro do ano passado e tendo agora Rodrigo Suricato nos vocais, no lugar de Roberto Frejat, o grupo deixou claro que voltou com sangue nos olhos e rock nas veias. Antes de falar da apresentação em si friso o que rolou antes. O Tom Brasil é muito agradável. Seu hall de entrada monumental permite uma boa circulação do público, a chance de tomar uma bebida e a oportunidade de trocar ideia com a galera que ia chegando. Além do público alguns nomes de destaque do rock nacional pintaram por lá pra conferir o Barão. Estavam lá Marcello Pompeu, vocalista do Korzus e Luis Carlini, guitarrista que já tocou com todo mundo que se possa imaginar. Uma rápida ideia com Carlini e bora pro show. Diria que o público que enfrentou a noite fria pra ver os cariocas foi de muito bom para excelente. Não tanto quanto no do Capital Inicial, mas ainda sim gente pra caramba.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O público era formado, na maioria, por fãs já passados dos quarenta anos e carentes das boas bandas de rock da década de 80. Entre eles, eu.
Como sempre uma água pra hidratar e vamos aguardar os caras. O show estava marcado pras 22 horas. Contudo um pequeno atraso de 15 minutos não tirou a paciência da galera. Quando as cortinas se abriram e os caras entraram um a um a adrenalina subiu sendo que a grande expectativa era como Rodrigo Suricato se portaria, uma vez que o cara agora ocupa o posto que foi dos grandes Cazuza e Frejat.

Além de Rodrigo Suricato a banda é formada por Guto Goffi (bateria), Maurício Barros (teclados), os dois únicos da formação original, Rodrigo Santos (baixo) e Fernando Magalhães (guitarra).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Um jogo de luz numa incrível tonalidade vermelha cobriu a banda que abriu o show com "Pedra, Flor e Espinho", "Pense e Dance" e "Ponto Fraco". Três da fase Frejat. Porradas pra começar a apresentação com o termômetro lá em cima e espantar o frio. Suricato está bem à vontade. Músico talentoso, além de cantar toca guitarra, gaita e violão ovation, aquele próprio pra tocar blues, uma das marcas do Barão Vermelho.
Suricato canta mais estático, enquanto Santos e Magalhães vão de um lado ao outro do palco fazendo poses, saltando, fazendo caras e bocas. O entrosamento tá bem legal, o que não é novidade, já que os caras são muito talentosos e profissionais.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A cada música tocada o público exaltava a banda. Da época de Cazuza mandaram "Bete Balanço", "Down em Mim" a deliciosa "Eu queria ter uma bomba", "Maior Abandonado", "Bete Balanço", alternando canções de quase todos os discos do grupo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Maurício Barros que é chamado de maestro pelos seus companheiros interpretou "Não Amo Ninguém", enquanto o baixista Rodrigo Santos mandou bem na endiabrada "Cuidado".

Antes de encerrar as quase duas horas de show o batera Guto Goffi veio aos microfones saudar o público e dizer que está feliz com esta nova formação, que é a terceira geração da banda e que agora vão tocar até o fim dos tempos.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Em seguida a banda deixou o palco fez aquele tradicional docinho e voltou pra encerrar com "O Poeta Está Vivo", "O Tempo Não Para", música de Cazuza, enquanto "Pro Dia Nascer Feliz" fechou uma noite de puro rock and roll.

O Barão ainda vai dar voos muito altos.

SET LIST
Pedra, Flor e Espinho
Pense e Dance
Ponto Fraco
Carne de Pescoço
Bete Balanço
Dignidade
Billy Negão
Eu queria ter uma bomba
Down em Mim
Enquanto Ela Não Chegar
Meus Bons Amigos
Quem me Olha Só
Não amo ninguém
(Maurício Barros on vocal.)
Tão Longe de Tudo
Por Você
Por que a Gente é Assim?
Cuidado
( Rodrigo Santos on vocal.)
Menina Mimada
Declare Guerra
Brasil
(Cazuza song)
Puro Êxtase
Maior Abandonado
Encore:
O Poeta Está Vivo
O tempo não pára
(Cazuza song)
Pro dia nascer feliz

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Barão Vermelho: Frejat irá participar do show de 40 anos da banda

Barão Vermelho: banda vai gravar show alusivo aos 40 anos de carreira



Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Nelson de Souza Lima

Jornalista, repórter, resenhista, colunista musical. Assim é Nelson de Souza Lima. Mas acima de tudo um amante do rock, classic, hard e metal. Entre minhas entrevistas estão as feitas com Angra, André Mattos, Royal Hunt, Blind Guardian, entre muitas outras. Além disso sou baixista da banda de Classic Rock e metal The Green Pigs.

Mais matérias de Nelson de Souza Lima.