Dia Mundial do Rock: como foi o evento em Macapá

Resenha - Dia Mundial do Rock (Praça da Bandeira, Macapá, Amapá, 13/07/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Blackened
Enviar Correções  

Feliz Dia Mundial do Rock!

Organizado pelo Liberdade ao Rock e pela Sonora Produções, o evento em comemoração ao Dia Mundial do Rock aconteceu na Praça da Bandeira e contou com um cast extenso de bandas e dois palcos, um de cada organizador, com shows alternados: enquanto rolava um grupo no palco do Liberdade, o outro que ia tocar no palco da Sonora arrumava os equipamentos.

publicidade

Passeando pelo local, tivemos a oportunidade de conferir as barracas de merchandising e trocar idéias com os metalheads que olhavam os produtos. No quesito público, a praça estava praticamente cheia, um dos maiores que um evento grande já teve.

E por falar em trocar idéias, também tivemos a oportunidade de conversar com os integrantes da headliner do evento: AE-ONS. Oriunda da Guiana Francesa, o grupo é composto por Patrick (vocal), Lucas (guitarra), Laurent (baixo) e Brian (bateria), todos simpáticos e receptivos. A banda pratica Thrash Metal do jeito que o estilo pede: pesado, energético e agressivo. Antes mesmo do show deles começarem, na passagem de som, rodas foram feitas até mesmo na lama.

publicidade

Depois do passeio, chegou a hora de conferir as bandas. Grupos como DESIDERARE, SUICIDIO, INTRUHDER E MORRIGAN animavam o palco do Liberdade ao Rock (comandado por Hian Lima) enquanto MENTAL CAOS, KEONA SPIRIT, HIDRAH, OBTHUS, AMATRIBO e a atração principal AE-ONS tocavam no palco da Sonora Produções (comandado por Bio Vilhena).

Com nossa atenção mais voltada ao palco da Sonora, assistimos ao show da KEONA SPIRIT e conferimos mais uma aula de Heavy/Power Metal de qualidade. Angels Cry (ANGRA cover) abriu a apresentação, seguida da autoral Shadow Lord e The Number of the Beast (IRON MAIDEN cover). Performance impecável, completada pela animação e empolgação dos metalheads, que bangueavam e agitavam sem parar, do início ao fim.

publicidade

Minutos depois, momento de conferir a HIDRAH. Neste show, concentraram-se apenas no material autoral, tocando as já conhecidas Desert Fields e Reign of Fire e as inéditas Another Way e Mankind, ambas mostrando muito peso, riffs e melodias marcantes. A maior platéia que a banda já teve, segundo a vocalista Hanna Paulino.

Sem deixar a peteca cair, OBTHUS. Capitaneada pelo vocalista Diego Soares, executaram duas músicas autorais e dois covers (Enemy of God [KREATOR] e Beneath the Remains [SEPULTURA]), levando os metalheads à total euforia, com mais rodas sendo feitas na lama mesmo.

publicidade

Um show com dedicatória aos parceiros Jork e Heliton Coelho: assim foi a esperada apresentação da AMATRIBO após um período longe dos palcos, pois a banda está concentrada na gravação de seu primeiro álbum. Código de Conduta iniciou o repertório, seguida de algumas músicas inéditas e culminou com o grito de Guerra, que teve direito a gravação de um clipe. Um reencontro arrasador com seu público!

publicidade

Após uma pausa, chegou o momento da headliner AE-ONS mostrar a que veio! Composições como Autopsy of an Asshole, Make Me Stronger, Aeons of Disorder e Defected in the Brain colocaram os metalheads para festejar, banguear, gritar e aplaudir freneticamente. Para alegria dos presentes, o grupo ainda levou Refuse/Resist (SEPULTURA cover).

Fechando o Dia Mundial do Rock na Praça da Bandeira, MORRIGAM com o seu Folk/Death metal que vem conquistando vários fãs. Infelizmente a apresentação da banda foi reduzida a duas músicas, devido ao atraso no horário estipulado. Mas a banda mandou o seu recado e mostrou que mesmo com dificuldades, o metal deve ser levado para o seu público, que aplaudiu e vibrou com o som.

publicidade

Mais um evento para a cena rock amapaense, feito com muito esforço e satisfação, que foi recompensado com um bom público e reuniu grandes bandas do meio local, juntos celebrando este grande estilo, que vai além das fronteiras da música. Viva o Rock!

Para conferir as fotos do evento, acesse
http://www.olharalternativoap.blogspot.com.br/

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Jethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led ZeppelinJethro Tull
A fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin

E-Farsas: Papa Francisco era fã do Black Sabbath?E-Farsas
Papa Francisco era fã do Black Sabbath?


Sobre Bruno Blackened

Metalhead desde os 16, jornalista desde os 23. Grande incentivador da cena Metal amapaense através de resenhas, reportagens, fotos, artigos, entrevistas e assiduidade nos shows. Minhas vertentes favoritas são o Thrash, Death e Power Metal. \m/

Mais matérias de Bruno Blackened no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin