Velhas Virgens: Um puta show de Rock no Rio de Janeiro

Resenha - Velhas Virgens (Teatro Odisseia, Lapa, Rio de Janeiro, 16/06/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcelo Fernandes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Em meio a manifestações em todo o Brasil, é até meio leviano falar de shows de rock. Ainda mais de uma banda alternativa, conhecida apenas em pequenos círculos, com letras recheadas de palavrões e discursando sobre putaria. A menos que o nome dessa banda seja Velhas Virgens, que está completando 25 anos de estrada sem nunca aparecer na grande mídia, e sempre mostrando shows bombásticos, recheados do melhor que a tríade guitarra/baixo/bateria (e gaita, ás vezes) pode dar.

519 acessosVelhas Virgens: Paulão fala sobre Magazine e tributo ao Kid Vinil5000 acessosCourtney Love: "Parei com drogas e transei como um coelho"

E Paulão e companhia deram, ô, se deram. Com abertura da também alternativa Macacos me Mordam, no domingo dia 16 de junho, véspera da manifestação que parou o Brasil (e o atraso no texto, compreensível), rodas, gente feliz e bêbada cantaram muitas palavras de baixo calão no cada vez mais importante palco do Teatro Odisseia, no coração boêmio da Lapa carioca. O mais incrível é a força da internet – ou como explicar o público cantar junto a maior parte de todas as canções tocadas? Autointitulada “a maior banda alternativa do Brasil”, poderiam colocar melhor no início da expressão, e não seria nenhuma inverdade.

A porrada começa com “Sapato 36”, e vai indo passando por sonoridades ao mesmo tempo reconhecíveis e particulares do grupo – blues, hardcore e hard rock. O vocalista Paulão é uma figura à parte. Falando besteira o tempo todo, no dia que quiser terminar a banda, tem toda uma carreira no stand-up na qual estaria muito acima de alguns pilares do gênero.

Após um início excelente, eis que é chamada ao palco a cantora Ju Kosso. Bonita, divertida e ainda cantando bem, logo ela faz um dueto com Paulão em “Abre essas pernas”, no que pode ser considerado o ponto alto da noite, que continuou excelente, mas, talvez, um pouco menor.

Resumindo: um puta show de rock, sem frescuras, babaquices ou arroubos de grandiosidade, e demonstrando uma humildade incrível (ao final do show, o vocalista e alguns músicos pararam no bar ao lado para beber umas), as Velhas deveriam ser mais ouvidas e inspirar bandas novatas a serem criativos sem perder o principal foco do rock – diversão, acima de tudo.

Setlist:

Sapato 36
Já dizia o Raul
Vocês não sabem
Beijos de corpo
Eu bebo, sim
A mulher do diabo
Lambendo com a testa
A mulher e a galinha
Abre essas pernas
Madrugada e meia
Eu não quero mais
Siririca baby
Vampiro
Não vale nada
Selvagem do asfalto
Pão com cerveja
Uns drinks

Bis

Cafajeste
As mulheres e Nélson
Deus é pai
Tudo que a gente faz
Toda puta mora longe

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

519 acessosVelhas Virgens: Paulão fala sobre Magazine e tributo ao Kid Vinil768 acessosRock Comédia: em vídeo, as dez melhores bandas brasileiras0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Velhas Virgens"

Eu Toco RockEu Toco Rock
Documentário mostra dificuldade de viver do estilo

Velhas VirgensVelhas Virgens
"Lobão esqueceu que já foi do underground"

WikimetalWikimetal
Seis motivos para gargalhar ouvindo Heavy Metal

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Velhas Virgens"

Courtney LoveCourtney Love
"Parei com drogas e fodi como um coelho"

RoadrunnerRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Iron MaidenIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

5000 acessosChris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morte5000 acessosHeavy Metal: "um conforto para os jovens brilhantes"5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19815000 acessosDee Snider: Kiss se vendeu e não deveríamos tê-los perdoado4781 acessosMetal Underground: 10 Bandas que você precisa ouvir5000 acessosHangar: Pesada troca de críticas entre Aquiles Priester e ex-vocalistas

Sobre Marcelo Fernandes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online