Matérias Mais Lidas

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemLuciana Gimenez tentou aprender com Mick Jagger algo que não funcionou para ela

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemThe Rolling Stones: 5 músicas para provar que Mick Taylor é um gênio

imagemFernanda Lira, da Crypta, e o papo reto sobre "se falar de política vai perder fãs"

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemIron Maiden faz mais um show da "Legacy Of The Beast World Tour"; veja setlist

imagem"Eu realmente não tenho fé na humanidade", diz Schmier, vocalista do Destruction


Dr. Sin: Apresentação profissional e "redonda" em Salvador

Resenha - Dr. Sin (Groove Bar, Salvador, 30/09/2012)

Por Fábio Cavalcanti
Fonte: Rock em Análise
Em 05/10/12

Salvador nunca foi um grande "palco" de shows de bandas já consagradas. Mas, em um daqueles raros momentos especiais, a cidade recebeu os paulistas do Dr. Sin, em uma legítima festa 'hard rocker' no agradável ambiente do Groove Bar - mais conhecido entre os providos de bom senso e maturidade musical como o "reduto das bandas covers" da capital baiana.

Em primeiro lugar, vale citar a desnecessária polêmica em torno do preço médio de R$40 pelo ingresso, como se não vivêssemos uma realidade em que tal preço não chega a ser considerado um absurdo, em qualquer outra cidade do país. De toda forma, uma boa quantidade de pessoas compareceu ao local, o que trouxe um fim digno ao suposto problema.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Às 20h, após um desnecessário atraso de duas horas - vale ressaltar que o show ocorreu em um domingo -, a banda soteropolitana Lo Han sobe ao palco para fazer a abertura do show. Apostando em um acertadíssimo repertório de músicas próprias (aprendam, típicos frequentadores do Groove Bar!), o sexteto mostrou que aprendeu muito bem as lições deixadas pelos seus ídolos dos anos 70, além de evidenciar a sua ótima química a nível instrumental.

Foto: Luciano Peixoto
Foto: Luciano Peixoto

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Destaque para o divertido e carismático vocalista RB, que conseguiu convencer o público a criar uma intimidade imediata com as suas novíssimas canções. Se há algo que qualquer banda precisa aprender a fazer, ao apresentar uma música nova ao vivo, é justamente isso aí! Após uma hora de show, o grupo deixou o palco, e deixou também a promessa de que algo muito bom vem por aí...

Às 21h30, o Dr. Sin sobe ao palco, para a alegria de fãs, que já se encontravam em estado de êxtase. O trio abriu o show com a veloz "Animal", faixa-título do seu novo álbum, e emendou faixas já conhecidas do grande público, como "Time After Time", "Fire", "Howling in the Shadows" e a semi-balada "Miracles".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A única ressalva do set list ficou por conta da não inclusão de "May The Force Be With You" e "Those Days", justamente os dois 'singles' do novo trabalho da banda. Por sinal, o público aceitou muito bem a igualmente nova "Lady Lust", candidata forte ao posto de novo 'hit' do trio.

Outro ponto fraco foi o aparente desconforto de Eduardo Ardanuy com algo que ainda parece ser um mistério para todos aqueles presentes no local. Após aproveitar duas oportunidades de sair do palco, e descarregar suas frustrações no álcool, o guitarrista forneceu uma performance mais divertida e energética na segunda metade da apresentação.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Os irmãos Andria (vocal/baixo) e Ivan Busic (bateria/vocal), por outro lado, se divertiram ao extremo, e consequentemente divertiram todo o público na mesma proporção. E o grupo mostrou, mais uma vez, que sabe "brincar" com seus instrumentos, especialmente nas suas típicas 'jams' instrumentais - recheadas de pequenas homenagens aos grandes nomes do rock.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Chegando ao final do show, o Dr. Sin fez todo mundo cantar de cabo a rabo o sucesso "Emotional Catastrophe". Outro momento inusitado foi o belo clima intimista com um cover de "It's Alright" (Black Sabbath), cantado por um sorridente Ivan Busic. E para fechar o show em clima de festa... "Futebol, Mulher & Rock n' Roll", claro!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em quase duas horas de show, o Dr. Sin mostrou mais uma vez que o rock nacional possui ao menos alguns músicos que entendem bem a importância de se fazer uma apresentação profissional e "redonda", sem perder a boa dose de alto astral. E que os caras voltem em breve!

Foto Lo Han: Luciano Peixoto
Fotos Dr. Sin: Miguel Paixão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemEdu Ardanuy arrasa em "Eruption" e Bittencourt se derrete em elogios

imagemDr. Sin: André Busic, pai de Andria e Ivan Busic, morre aos 85 anos

Edu Ardanuy revela cenas inéditas das gravações do seu novo CD solo

imagemEdu Ardanuy lança CD de inéditas


Dr.Sin: "acabou-se a magia da espera de um disco"

Rock nacional: 10 solos de guitarra essenciais


Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti.