Deep Purple: Levantando o público em São Paulo

Resenha - Deep Purple (Via Funchal, São Paulo, 10/10/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gabriela G. Barros
Enviar Correções  

O cansaço de seus longos 43 anos de carreira não desanimou os veteranos do Deep Purple, que marcaram presença no Via Funchal na noite de ontem. Um show repleto de hits e que levantou o público desde o início, com a clássica ‘Highway Star’, seguida por Hard Lovin’ Man e Maybe I’m a Leo (do lendário álbum ‘Machine Head’ de 1972). ‘Strange Kind of Woman’ e ‘Knockin’ at Your Back Door’ também foram muito bem recebidas pelo público, que cantou os refrões em uníssono.

Newsonic: confira cover de "Perfect Strangers" do Deep Purple

Rolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revista

A banda continua em plena atividade, capaz de fazer longos solos de surpreender qualquer um. Foi assim com Don Airey e Steve Morse, que fez todo mundo delirar por infinitas vezes durante a apresentação da banda, como na elaborada canção de blues ‘Lazy’. O mesmo aconteceu com Roger Glover e Ian Paice, que deram uma aula de rock enquanto Ian Gillan descansava a voz. Voz essa que não é mais a mesma que o consagrou tantos anos atrás, e que por muitas vezes foi sobreposta por um coro insano de fãs, como aconteceu com os hinos ‘Perfect Strangers’, ‘Space Truckin’ e ‘Smoke on The Water’, levando a casa abaixo.

Apesar do calor excessivo da casa, o público, que contava famílias, jovens e senhores grisalhos não desanimou em momento algum, e até em canções mais calmas como ‘When a Blind Men Cries’ mostraram disposição para segurar as 2 horas de show da banda. A pérola de encerramento da noite ficou por conta de ‘Black Night’, que ainda após o show, podia ser escutada nas escadas do Via Funchal, entoada pelos fãs num misto de honra e respeito.

Veja uma galeria de imagens do show no link abaixo:

http://www.flickr.com//photos/[email protected]/sets/721576278688...


adWhipDin adWhipDin