Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: a curiosa história da última foto de Axl e Slash num show em 23 anosGuns N' Roses
A curiosa história da última foto de Axl e Slash num show em 23 anos

Iron Maiden: ouvindo reclamações dos fãs, artista brasileiro melhora capa de SenjutsuIron Maiden
Ouvindo reclamações dos fãs, artista brasileiro melhora capa de "Senjutsu"

Renato Russo: Falei merda né?; quando a inveja tomou as bandas brasileirasRenato Russo
"Falei merda né?"; quando a inveja tomou as bandas brasileiras

Iron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ficar sabendo do título do próximo álbumIron Maiden
A reação de Bruce Dickinson ao ficar sabendo do título do próximo álbum

David Coverdale: anunciando última tour; quase 70, tá difícil vestir minhas calçasDavid Coverdale
Anunciando última tour; "quase 70, tá difícil vestir minhas calças"

James Hetfield: o profundo conselho que ele deu aos fãs após a morte de Chris CornellJames Hetfield
O profundo conselho que ele deu aos fãs após a morte de Chris Cornell

Iron Maiden: veja prévia da versão de Senjutsu exclusiva do fã-clube da bandaIron Maiden
Veja prévia da versão de "Senjutsu" exclusiva do fã-clube da banda

Luiz Carlos Jr: narrador do SporTV surpreende ao tocar clássico do Dio no baixo; assistaLuiz Carlos Jr
Narrador do SporTV surpreende ao tocar clássico do Dio no baixo; assista

Megadeth: todos os álbuns, do pior para o melhor, segundo o canal Ruthless MetalMegadeth
Todos os álbuns, do pior para o melhor, segundo o canal Ruthless Metal

Eloy Casagrande: eleito o melhor baterista de metal por leitores da Modern DrummerEloy Casagrande
Eleito o melhor baterista de metal por leitores da Modern Drummer

Post-metal: 10 bandas obscuras que deveriam ser grandes, pela Metal HammerPost-metal
10 bandas obscuras que deveriam ser grandes, pela Metal Hammer

Steve Harris: como o método de composição dele se diferencia dos demais, segundo BruceSteve Harris
Como o método de composição dele se diferencia dos demais, segundo Bruce

Metal Hammer: os 10 clipes mais ridículos lançados nos anos 1980 (e nenhum é do Manowar)Metal Hammer
Os 10 clipes mais ridículos lançados nos anos 1980 (e nenhum é do Manowar)

Sai, Capeta: 10 músicas que pessoas cristãs (e sensíveis) devem evitarSai, Capeta
10 músicas que pessoas cristãs (e sensíveis) devem evitar

Rock e Olimpíadas: músicas que combinam com modalidades disputadas nos Jogos OlímpicosRock e Olimpíadas
Músicas que combinam com modalidades disputadas nos Jogos Olímpicos


Pentral

Symphony X: um talento, uma história e uma identidade

Resenha - Symphony X (Via Funchal, São Paulo, 04/06/2011)

Por Léo Martins
Em 11/06/11

Fazia muito frio na capital paulista. Mesmo assim isso não foi empecilho para o público que compareceu em um número razoável – mas que poderia ser maior - a casa de show Via Funchal, na noite do dia 04 de junho. Resguardo-me o direito de relatar a apresentação da banda de abertura, pois eu não consegui chegar a tempo. O que pode ser comentado aqui foi à pontualidade da mesma, pontualidade essa que pegou muita gente de surpresa. Parabéns ao Andragonia pela pontualidade. Agora vamos à Odisséia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Seguindo a característica da noite, o Symphony X subiu ao palco pontualmente às 22hs. Com uma produção de palco singela, Michael Romeo (guitarrista), Michael LePond (baixista), Michael Pinella (tecladista), Jason Rullo (bateria) e Russel Allen (vocalista) fizeram uma odisséia em sua vasta carreira musical que completa 17 anos. A banda tocou músicas de praticamente todos os álbuns, inclusive de seu álbum mais recente que está para ser lançado, o vindouro "Iconoclast".

Apesar de tocarem em uma velocidade menor e do som estar um pouco mal equalizado, a banda, na parte instrumental, se mostrou extremamente competente fazendo assim jus aos seus 17 anos de estrada. Mas vale aqui o primeiro destaque dessa resenha: Russel Allen. Quero dizer, Sir Russel Allen.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Russel Allen hoje é um caso a parte no Symphony X. Ele possui um domínio completo do palco, das músicas, do público, dos seus companheiros, do show e principalmente da sua voz. Russel consegue transmitir para o público em voz, exatamente o que aquela letra ou o sentimento que determinada parte da música quer passar. E o melhor: o público entende o que está sendo transmitido, tornando assim a comunicação entre Russel e o público completa. Dessa forma, Russel se torna sim um soberano ao vivo e que, por diversas vezes, mesmo com toda competência indiscutível de seus companheiros de banda, chega a até mesmo ocultar os mesmos, mas de maneira indireta e sem intenção. É visível ver o quanto o público e até mesmo seus companheiros de banda, ficam impressionados com o sentimentalismo ímpar desse, que com certeza, é uma das maiores vozes do rock e porque não da música nos dias atuais.

"Russel Allen hoje é a roupagem e a identidade do Symphony X. Na minha opinião, o Russel hoje está um pouco além do Symphony X", relatou Ricardo Cardoso, de 24 anos e presente no show. Obviamente, Russel se adequa perfeitamente a sonoridade que a banda produz hoje. Quem o diga Michael Romeo que deixa transparecer o quão satisfeito ele é fã do vocalista.

A banda flertou com praticamente toda a sua discografia, deixando apenas de fora os álbuns "Symphony X (1994)", "The Damnation Game (1995)" e "V: The New Mythology Suite (2000)". Aqui vale outro ponto a ser destacado: o repertório. Dos últimos dois shows feitos pela banda em terras brasileiras – um em 2007 e outro em 2009 – pouco foi mudado no repertório. As únicas mudanças desse show, a exemplo do show de 2007, foram inclusão das músicas "The End Of Innocence" e "Dehuminazed", ambas do novo álbum "Iconoclast", que ainda não saiu por aqui.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A pouca mudança do repertório deixou algumas pessoas com uma sensação de insatisfação. Mas o Symphony X conseguiu superar todas as críticas no bis. A banda voltou e executou na íntegra e com rara perfeição o épico "The Odyssey" de 24 minutos do álbum homônimo de 2002. A música serviu como um prêmio para os fãs que nunca a viram ao vivo e como uma agraciação para os fãs que já a viram ser tocada no show de 2007.

O fato é que o Symphony X tem um talento, uma história, uma identidade e uma carreira indiscutível e justamente por esse último fator, eles podem pensar da próxima vez explorar um pouco mais a sua carreira com alguns outros clássicos como "The Eyes Of Medusa", "Egipty", "Candlelight Fantasia", "Awekenings" e "The Edge Of Forever" ou alguns outros épicos como "Through The Looking Glass", "The Divine Wings Of Tragedy" ou "Rediscovery (Part II) - The New Mythology". O Symphony X tem terra – e mar – pra continuar fazendo a sua Odisséia por muitos anos ainda. E tomara que essa Odisséia sempre passe por terras brasileiras.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Set List:

Oculus Ex Inferni (Intro)
Of Sins and Shadows
Domination
Serpent's Kiss
The End Of Innocence
Paradise Lost
Smoke And Mirrors
Eve of Seduction
Dehumanized
Set The World On Fire (The Lie Of Lies)

Bis:
The Odyssey


Outras resenhas de Symphony X (Via Funchal, São Paulo, 04/06/2011)

Symphony X: verdadeira aula de Heavy Metal no Via FunchalSymphony X
Verdadeira aula de Heavy Metal no Via Funchal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Symphony X: turnê pela América Latina é adiada para julho de 2022Symphony X
Turnê pela América Latina é adiada para julho de 2022


2000 a 2002: 10 shows/turnês pouco comentados2000 a 2002
10 shows/turnês pouco comentados

Metal sinfônico: os 10 melhores segundo o TeamRockMetal sinfônico
Os 10 melhores segundo o TeamRock

Metal Progressivo: os 25 melhores álbuns de todos os temposMetal Progressivo
Os 25 melhores álbuns de todos os tempos


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo