Buckcherry: som e performance impecáveis em SP

Resenha - Buckcherry (Credicard Hall, São Paulo, 17/05/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Giovanni G. Melo
Enviar Correções  

O BUCKCHERRY se apresentou pela primeira vez no Brasil, na noite de terça-feira, 17 de maio de 2011. A banda abriu o show do MOTLEY CRUE em única apresentação no Brasil. Com um set-list de aproximadamente uma hora, o quinteto californiano esquentou o público na fria noite paulistana com uma apresentação sensacional, mostrando porque é considerada uma das melhores bandas de Hard Rock da nova geração.

Lemmy Kilmister: A opinião da lenda sobre Sharon Osbourne e Iron Maiden

Metallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio

A banda foi criada em 1995 pelo Vocalista Josh Todd e pelo guitarrista Keith Nelson e tem como uma de suas maiores influências o próprio MOTLEY CRUE. Ela chegou a encerrar as atividades em 2002, mas em 2005 Josh e Keith se reuniram e recrutaram Xavier Muriel (bateria), Jimmy Ashhurst (baixo) e Stevie Dacanay (guitarrista) para formar esta que é, sem dúvida, a melhor formação do BUCKCHERRY.

Às 21:30 o grupo entrou no palco e iniciou o show com Dead, Rescue Me e All Night Long. Josh Todd, um dos melhores vocais de Hard Rock em atividade, e um dos poucos ainda com claras influências dos anos 80, sempre com suas danças e rebolados característicos, aproveitou muito bem a ótima qualidade do som da casa.

Embora a banda não fosse a atração principal da noite, ela teve uma boa recepção do público e foi aplaudida durante toda a apresentação. Destaque para as ótimas canções It´s a Party, hit do último trabalho de estúdio "All Night Long", Next 2 You, onde o baixista Jimmy Ashhurst mostra muito de seu feeling nas quatro cordas, a clássica Lit Up, talvez a mais famosa canção da formação original do BUCKCHERRY e Slammin´, uma das músicas mais bonitas do disco "Time Bomb" de 2001.

Como tem feito em seus shows nos últimos tempos, o BUCKCHERRY encerrou sua primeira apresentação em solo brasileiro com a balada Sorry seguida pela fantástica Crazy Bitch, essas que são as canções mais conhecidas da banda.

Uma celebração para quem curte Hard Rock e uma noite perfeita de uma banda que, embora já tenha lançado cinco discos de estúdio e um ao vivo (este considerado por muitos um dos melhores registros ao vivo da história do Rock), ainda está em franca ascendência e tem muita estrada pela frente.

Esperamos que o BUCKCHERRY volte ao Brasil em breve, quem sabe como protagonista, ou em outros festivais país afora como uma das atrações principais.

BUCKCHERRY - 17 de maio de 2011 - Credicard Hall - São Paulo.

Set-list:

Dead
Rescue Me
All Night Long
Everything
Oh My Lord
It's a Party
Next 2 You
Lit Up
Slammin'
Lawless & Lulu
Sorry
Crazy Bitch




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Velvet Revolver: Os vocalistas já cogitados para a bandaVelvet Revolver
Os vocalistas já cogitados para a banda

Sexo: os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal HammerSexo
Os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal Hammer


Lemmy Kilmister: A opinião da lenda sobre Sharon Osbourne e Iron MaidenLemmy Kilmister
A opinião da lenda sobre Sharon Osbourne e Iron Maiden

Metallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in RioMetallica
As extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio


Sobre Paulo Giovanni G. Melo

Mineiro de Belo Horizonte. Fã de Hard Rock e Heavy Metal, especialmente a partir dos anos 80, não dispensa um disco ao vivo destes estilos. Entre várias de suas bandas preferidas estão Ratt, Aerosmith, Buckcherry, The Cult, Whitesnake, Whitecross, Guns N' Roses e Motley Crue.

Mais matérias de Paulo Giovanni G. Melo no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin