Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii que faz uma dura crítica à panelinha do rock nacional

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemEddie Munson faz metaleiros virarem novos crushes da geração TikTok, diz site

imagemLulu Santos diz que "a hora é agora" para manifestações no Rock in Rio

imagemBittencourt começou a fazer tai chi chuan no camarim após beque de Mariutti bater forte

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemO sensato conselho que Lulu Santos deu para o novato Herbert Vianna

imagemIron Maiden, Nervosa e Megadeth estarão na edição de 2023 do Wacken Open Air


Dream Theater 2022

Rockfellas: Divertido, espontâneo e tecnicamente impecável

Resenha - Rockfellas (Hammer Rock Bar, Campinas, 03/10/2008)

Por Glauco Silva
Em 17/10/08

Devo confessar que não tinha o menor interesse em comparecer a esse show, pois por uma questão de princípios sou radicalmente contra covers - além de já conhecer as bandas de abertura. Mas chega a sexta-feira, você sai do trampo stressado e louco pra tomar umas geladas, querendo escutar barulho, ver uma mulherada, e o Di'anno tá na tua cidade com uma banda competente? Não pensei muito: bora pro Hammer…

Não assisti à apresentação do Winter Sky, que manda um heavy competente e já asisti uma boa quantidade de vezes pra não duvidar que desempenharam bem seu papel. Cheguei na casa no meio do show do Kamala, que também vive na estrada e é de um profissionalismo ímpar. A sonoridade deles não me agrada particularmente, mas o show dos caras sempre extrapola energia e gana de tocar… não identifico nada de thrash no som da banda, vejo sim como um metal (-core? sei lá) muito pesado e antenado com as ramificações mais groove do pêso. Ralph e companhia têm competência de sobra, e o futuro com certeza guarda boas para o quarteto campineiro.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Aí chega a hora da atração principal, e eu ali de braços cruzados só esperando pra cornetar. Tocam um som, legal. Dois, bacana. Três, o negócio tá melhorando - vou pegar outra cerveja. Na quarta eu mordo a língua e tive que me render: que show divertido, espontâneo e tecnicamente impecável! O Paul estava numa noite excelente, cantou umas 15 vezes mais que em sua apresentação solo aqui no Hammer, ano passado. Do Jean não tem muito o que falar, já vi ele umas 3 vezes nessa encarnação atual do Sepultura e o cara é um cavalo: desce o braço sem dó na bateria e é muito criativo, preciso como só ele. Restavam os 2 que mais me deixavam com a pulga atrás da orelha…

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Canisso do Raimundos sempre é criticado por causa de sua banda (acho que os bangers nunca vão esquecer as declarações do Digão na Rock Brigade, depois do Monsters Of Rock, malhando o Helloween), mas ele mandou bem em virtualmente todas as músicas. Só dava o cara ali no canto do palco, boné deixando o rosto na penumbra, e tacando arranjos até complicadinhos no meio das músicas - gratíssima surpresa, e não custa lembrar que ele mesmo criticou bastante essas declarações do guitarrista do Raimundos, na época. Pô, o cara tem anos de estrada nas costas, convenhamos, é injustiça malhar porque sua banda é de uma sonoridade mais crua (embora popular)!

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mas aí tem o ex-guitar do Charlie Brown Jr, o Marcão (aliás, quantos radicais daqui sabem que o ex-batera Pelado passou pelo Vulcano, hein? HEIN?). Esse eu tava esperando com a risadinha sarcástica já engatilhada, só esperando a 1ª escorregada pra soltar o "não falei?"… bom, tô esperando sentado até hoje. Quebrei totalmente a cara na hora da 'Symphony Of Destruction', até colei no palco pra ver o que ele ia fazer com o solo do Friedman. Cacete, o cara mandou certinho - tá certo que aqueles bends não é todo mundo que faz idêntico, maaaaas… - e voltei pro balcão do bar, humilhado, com amigo(a)s rindo da minha feição que misturava decepção (por não poder zoar) e satisfação (com a precisão e improvisos).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O set foi um desfile por todas as décadas do metal e classic rock: Purple, Kinks (e todo mundo acha que 'You Really Got Me' é do Van Halen), Ramones (que o Paul também homenageia em sua banda solo), Kiss, Van Halen, Stooges, White Stripes (a única que não gostei mesmo, essa banda é o fim da picada), AC/DC ('Highway to Hell' sempre levanta até defunto), Stevie Wonder (surpreendentemente ótima), Alice Cooper, Pistols… na hora da 'Breaking The Law' não pude conter as gargalhadas: o Di'anno anunciou o som como "this is a song from a bicha friend of mine"… impagável!!!

E Iron Maiden, o leitor deve estar se perguntando… no meio do show nosso amigo que fundou a banda deixou bem claro: não tocam sons do Sepultura, do CBJ, Raimundos ou Iron Maiden, PUTA (em português claríssimo mesmo)! Mas claro que não ia passar sem essa: fecharam o longo set com uma versão enxuta da 'Sanctuary', emendando no hino 'Wrathchild'. A satisfação era mais que evidente nos rostos dos músicos e da audiência. Litros de diversão!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Em suma, uma noite deliciosa em que assisti não ao lendário ex-vocal do Maiden, mas sim 4 chapas no palco curtindo absurdo - e passando isso ao público, num feedback mútuo e incessante - enquanto manda sonzeira de primeira. Armação comercial? Não acho que precisem disso, contando o que faturam em suas bandas principais e tendo que encarar quilômetros de estrada pra tocar. E nem que for, dane-se: todo mundo tem conta pra pagar, e é melhor arranjar um extra fazendo isso do que num escritório enfadonho. Acho que foi o último show deles - mas se mudarem de idéia, não perca a oportunidade de assistir esse show por nada, amigo leitor.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kurt Cobain e a banda brasileira que mexeu com ele: "eles foram muito revolucionários"

O trocadilho picante que Ney fazia em "Pro Dia Nascer Feliz" que Cazuza gargalhava


Sobre Glauco Silva

36 anos, solteiro, estudou Linguística e Engenharia de Alimentos na UNICAMP. Tem sua sobrevivência (CDs, cigarro e cerveja) garantida no trabalho em uma multinacional. Iniciado no Metal em 1988, é baixista/vocal do LACONIST (Death Metal) e acredita fielmente que o SARCÓFAGO é a melhor banda do universo.

Mais informações sobre

Mais matérias de Glauco Silva.