Matérias Mais Lidas

imagemHumberto Gessinger faz símbolo do "L" do Lula com a mão em show e fãs vibram

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemTaylor Hawkins: Ele estava cansado e pronto pra abandonar o Foo Fighters

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemA curta e interessante lista de músicas do Iron Maiden escritas por Dave Murray

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemSimone Simons compartilha foto inusitada; "Caminhoneira de dia e cantora à noite"

imagemLuísa Sonza posta fotos com camiseta da banda de death metal Morbid Angel

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemIan Gillan conta como foi sua primeira saída do Deep Purple, em 1973


Stamp

Campari Rock: Tentativa de reproduzir tradicionais festivais europeus

Resenha - Campari Rock (Estância Hípica Atibaia, São Paulo, 08/04/2006)

Por Carol Oliveira e Paula Kamei
Em 27/04/06

Em sua primeira edição, em 2005, o Campari Rock trouxe ao Brasil a reunião do lendário grupo pré-punk MC-5; não deu outra, o festival agradou e deixou muita expectativa quanto à sua segunda edição. Enfim ela chegou, e dessa vez com uma inovação: a praticidade da metrópole foi substituída pelo clima bucólico do campo. Numa tentativa de reproduzir aqui os tradicionais festivais europeus, o Campari Rock rolou em um tranqüilo hotel fazenda em Atibaia, a 60 Km de São Paulo.

Fotos: Carol Oliveira

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A primeira banda a se apresentar foi a cearense MONTAGE, que mostrou seu som eletrônico para a meia dúzia de pessoas e muitos insetos que se espalhavam pelo gramado. Com os mineiros do DIGITARIA também não foi muito diferente. O Público começou a chegar quando os WALVERDES mostravam seu rock gaúcho com uma pitada de Stooges e ao som das guitarras vigorosas do LUDOVIC, e da performance ensandecida de seu vocalista.

Ao anoitecer, e já com um público considerável no local, o Campari Rock começou a tomar a forma de um grande festival com a ótima apresentação da banda gaúcha CACHORRO GRANDE, que levantou a galera com "Você não sabe o que perdeu", "Vai t q da" e "Dia perfeito", num show cheio de energia e bom humor do debochado vocalista Beto Bruno.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Sem discos lançados no Brasil e com poucos fãs que realmente conhecem seu trabalho, o MISSION OF BURMA encarou o desafio de se apresentar para uma platéia composta, em sua maioria, por curiosos. O show começou morno, mas lá pela quarta música os vovôs do indie tomaram fôlego e enquanto a minoria de fãs cantava e dançava ao som de clássicos como "Academy Fight Song" e "This is not a Photograph" a maioria de curiosos acabou se rendendo à qualidade do grupo.

A NAÇÂO ZUMBI chegou com a tarefa de reanimar a galera depois da apresentação do MOB e teve êxito em sua missão. A batida contagiante da percussão combinada com a distirção das guitarras fez a pacata Atibaia tremer. Durante a música "Mormaço" rolou um daqueles momentos que vai ficar pra sempre na memória; enquanto Jorge du Peixe cantava "um temporal inteiro se aproxima" a chuva começou a cair. A mãe natureza foi tão precisa que muita gente chegou a pensar que a chuva fosse cenográfica.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Ao subir no palco o IRA! trouxe consigo um perturbado Edgar Scandurra, que começou gritando "Rock de tiozinho é a puta-que-pariu" e depois disso deixou o público sem entender nada ao dizer "sou vip pra caralho" enquanto mostrava a pulseira de acesso ao backstage em seu pulso. Comentários idiotas a parte, o IRA! fez um show morno que, ironicamente, só empolgou mesmo com os "rocks de tiozinho" como "Envelheço na cidade", "Gritos na multidão" e "Vitrine viva".

Depois de mais de oito horas de show o público já estava exausto, foi quando a chuva resolveu cair pra valer, o gramado se transformou num grande lamaçal e a idéia de fazer um festival no meio do mato já não soava mais tão divertida quanto antes.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Por conta do temporal o show do SUPERGRASS começou com mais de uma hora de atraso. A grande atração do evento teve que encarar uma platéia cansada e desanimada, que permaneceu assim enquanto Gaz Coombes cantava músicas do último álbum da banda; hora ao piano, hora ao violão. Felizmente na metade do show o SUPERGRASS encontrou a pegada mais Rock and Roll com as excelentes "Strange ones", "Moving", "Pumping on your stereo". O ponto alto da noite foi "Grace", que teve seu refrão "Oh Grace, Save your money for the children" cantada em alto e bom som pela galera. Já, aqueles que só conheciam a fase "Alright" da banda saíram desapontados, pois o hit, inexplicavelmente, ficou de fora.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Johnny Boy grava Raul Seixas em single com Nasi e Scandurra

Ira!: primórdios da banda serão lançadas em vinil e num box-set


Ira! - Para entender os mods