Resenha - Eric Weber's Reason (São Paulo, Manifesto Bar, 08/10/2005)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Salvatore D`Angelo
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Após o lançamento do primeiro álbum Critical em meados de 2004, a banda Eric Werber's Reason - EW'R - passou por momentos "hard" com seus ex-integrantes abandonando a mesma, deixando o líder EW sozinho. Weber batalhou novos músicos e, remontada a banda, iniciou novos ensaios visando apresentações, como a que aconteceu no último dia 24 de agosto.

Slayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxoHeavy Metal: 5 músicos que não são metaleiros mas amam o estilo

Chegando na já lendária casa Manifesto, notei que a reforma deixou o ambiente muito mais amplo e confortável e com um palco realmente condizente com os padrões das bandas que lá se apresentam - têm ocorrido com certa frequência apresentação de bandas e músicos estrangeiros. A nota negativa para o local é quanto aos comes & bebes: a maioria anunciada no cardápio simplesmente não existe!

O clima do show foi totalmente tranqüilo, com os músicos circulando pelas dependências da casa e podendo-se bater um papo com qualquer um deles sem problemas de estrelismo. A simpatia dos membros do EW'R serve de exemplo para muitas e muitas bandas! Deveria citar uma ou até mesmo algumas em especial, mas... deixa para lá.

A banda sobe ao palco exatamente às 23h mandando "Tie Your Mother Down" do eterno Queen, com o vocalista EW cantando mais na praia do que está fazendo Paul "Bad/Good Company" Rodgers atualmente na banda britânica. Detalhe: tocar Queen não é para qualquer um! Logo em seguida a banda emenda "Your Life Was Blue", "Looking Into Your Soul", "Church Of Sorrow" e "I'm The Killer", que fazem parte do debut album, Critical. Nesta primeira parte destaque para a performance precisa e com muito peso, sendo que o baterista Alex Hill tem uma pegada muito heavy e impressiona com sua particular técnica.

A segunda parte da apresentação, mais soft, vem com novo cover, "Shot In The Dark" do Mr. Ozzy "Madman" Osbourne. Com "Master" EW homenageia todos os "mestres" de qual segmento, seguida por solo do guitarrista Doug Maluta - o garoto tem só 16 anos e toca muito, mas muito mesmo! Impressionantemente seguro como um guitarrista experiente, executa ótimos e precisos solos em todas as tracks. Doug usa Jackson & Epiphone Les Paul + Marshall. Não poderia faltar a baladinha romântica "Silence Love", com uma excelente interpretação do vocalista.

A terceira e última parte do show volta com o peso total de "Raping Your Mind and Raping Your Soul", uma pequena homenagem para o grande Black "Eternal" Sabbath com "Trashed" e "Iron Man" - mais uma vez destaque para Weber que não se intimidou em cantar Gillan e Osbourne numa boa. A banda encerra o show com "Time Is Too Late" - um solo do baixista Aldo Assada (Ladessa 6 cordas + Fretless de 4) introduziu a música.

No balanço geral foi um ótimo show e quem lá esteve, saiu com a expressão de satisfação no rosto. Após o encerramento os músicos atenderam a todos que se aproximavam para cumprimentos, elogios e sugestões, sendo atendidos com muita atenção e simpatia.

Agora resta esperar para conferir as novidades da banda. Mais shows? Novo álbum?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Eric Weber"


Slayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxoSlayer
Quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo

Heavy Metal: 5 músicos que não são metaleiros mas amam o estiloHeavy Metal
5 músicos que não são metaleiros mas amam o estilo

Luís Mariutti para Nando Moura: Estádio não se lota com views ou likesLuís Mariutti para Nando Moura
"Estádio não se lota com views ou likes"

Galeria - Algumas das beldades do Rock e Metal nacionalA História da Tatuagem: Forma de expressão artística há mais de 3.500 anosThe Walking Dead: ouça a música tema em ótima versão metalMonsters Of Rock 2015: conheça a loira que "deu um show" com o Steel Panther

Sobre Salvatore D`Angelo

O Metal corre em minhas veias e em meus neurônios há mais de 25 anos. Esta atividade de resenhar shows, principalmente, une o útil ao agradável. Desde 1999 venho colaborando com o site da Die Hard quando escrevi minha primeira resenha de um show do Krisiun em Cotia para o então Zine O Grito (somente impresso - atualmente também on line). No final de 2000 o site sofreu uma grande reformulação quando o amigo Fausto ofereceu-me uma coluna / Web Zine exclusivamente meu que foi batizado de O Berro, o qual permanece na ativa até hoje - não há cobranças nem censura por parte da direção da Die Hard quanto a assuntos, periodicidade, etc. Já colaborei com outros sites sendo inclusive convidado em outra ocasião a participar com uma coluna minha no conhecido Whiplash!

Mais matérias de Salvatore D`Angelo no Whiplash.Net.