Resenha - Fest Thrash (Blackmore, São Paulo, 02/05/2003)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ísis Sousa
Enviar Correções  








Neste domingo, dia 02 de maio, ocorreu no Blackmore Rock Bar o que eu poderia chamar de "crepúsculo thrash". Andralls e Maddragzter, duas grandes bandas do thrash nacional, aliás, duas das melhores bandas do nosso cenário, apresentando-se juntas.

A casa é aberta por volta das 18:00, exatamente, à hora em que a noite começava a cair. Bastante gente compareceu, levando em consideração que estávamos em pleno domingo, antecedido por um feriado. A galera presente encontrava-se bem animada!

As primeiras feras a subirem ao palco, por volta das 19:00 hrs foram os músicos do Mad Dragzter. Eles chegaram com todo o gás e levaram a galera ao agito total com o seguinte set list:

- Intro
- Break Down
- Lost
- New Times
- Troops of Doom - Sepultura
- Love Us or Hate Us
- Black Magic - Slayer
- Mad Dragzter
- Day of Sadness
- Bonded by Blood - Exodus
- Unknown
- Destroying my Life

Marcel, integrante da banda paulista Synthesis, dividiu os vocais com Tiago Torres na hora do cover do Exodus, o que foi uma surpresa.

Após a excelente apresentação do Mad, temos um rápido break e nos preparamos para recebermos as outras feras da noite: Andralls. A esta altura, tínhamos menos pessoas na casa, justamente, por ser domingo à noite; mas o Andralls mandou ver com o seu "fast-thrash" e levantou poeira da casa com o seguinte set list:

- Beyond the Chaos
- Rotten Money
- Hate
- Thrash Blood´s Mine
- Lady Death
- Terror Fetus
- The Future of Life
- Andralls on Fire
- Desire to Glorify
- Angel of DEath (Slayer)
- Back from Nowhere
- Cocaine
- Andralls on Fire - Part II
- Infected Voice (Sepultura)

Interessante notar que ambas as bandas fizeram cover do Sepultura.

O legal de vermos Andralls e Mad juntos, é que embora façam "arte" em uma mesma vertente do metal, o thrash, cada um deles faz um som muito peculiar: Andralls é o thrashão rápido, enquanto Mad o thrashão mais cadenciado. Eu diria que esta mescla nos deixou bastante satisfeitos como público e que foi realmente um ótimo programa neste fim de semana.

"Thrash On!"



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Alice Cooper e Emerson FittipaldiSeparados no nascimento
Alice Cooper e Emerson Fittipaldi

Ozzy Osbourne: Fim do Guns foi a maior tragédia do rockOzzy Osbourne
Fim do Guns foi a maior tragédia do rock


Sobre Ísis Sousa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin