Matérias Mais Lidas

João Gordo: ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de pela sacoJoão Gordo
Ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de "pela saco"

Rodox: quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezandoRodox
Quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezando

Cavalera Conspiracy: Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceriaCavalera Conspiracy
Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceria

Resenha - Vera Cruz - Edu Falaschi
Resenha - Vera Cruz - Edu Falaschi

Guns N' Roses: as diferenças entre Steven Adler e Matt Sorum, segundo Gilby ClarkeGuns N' Roses
As diferenças entre Steven Adler e Matt Sorum, segundo Gilby Clarke

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Max Cavalera: como ele desistiu de detonar o Sepultura em Eye for an Eye, do SoulflyMax Cavalera
Como ele desistiu de detonar o Sepultura em "Eye for an Eye", do Soulfly

Iron Maiden: a reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce DickinsonIron Maiden
A reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce Dickinson

Sebastian Bach: quando o pai do Bon Jovi ameaçou matá-loSebastian Bach
Quando o pai do Bon Jovi ameaçou matá-lo

Sepultura: Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em Roots Bloody RootsSepultura
Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em "Roots Bloody Roots"

Edu Falaschi: em exclusiva, ele conta tudo sobre Vera Cruz, seu 1º álbum soloEdu Falaschi
Em exclusiva, ele conta tudo sobre "Vera Cruz", seu 1º álbum solo

Nirvana: por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da bandaNirvana
Por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da banda

Kiss: Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólaresKiss
Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólares

Mamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloideMamonas Assassinas
A história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloide

Iron Maiden: banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021Iron Maiden
Banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021


Arte Musical
Stamp

Nightwish: Iniciando a divulgação de Century Child no Brasil

Resenha - Nightwish (Credicard Hall, São Paulo, 20/07/2007)

Por Fernando De Santis
Em 20/07/07

Iniciando a tour de divulgação do disco "Century Child" no Brasil, o Nightwish desta vez veio com status de banda grande. Em 2000, apesar de terem lotado os shows que fizeram, eles ainda eram uma novidade para o público brasileiro. Desta vez, o show em São Paulo seria em uma casa de shows maior e com uma grande expectativa de ter os ingressos esgotados.

Foto: Divulgação, Site Oficial
Foto: Divulgação, Site Oficial

O público foi chegando em frente ao Credicard Hall desde o início da tarde e organizando a fila sem maiores confusões. Às 19 horas e 30 minutos os portões foram abertos e o público entrou procurando o melhor local para assistir ao show. Porém, muitos dos que estavam presentes não sabiam que haveria uma banda de abertura. A banda que estava com a difícil missão de aquecer o exigente público paulista era o Shadowside, formado em Santos (litoral paulista) por Dani Nolden (vocais), Bill Shadow (guitarra), Ricky (guitarra), Arc Ray (baixo) e A. S. Rock (bateria). O Shadowside surpreendeu com um power melódico de alta qualidade. A banda santista iniciou o set com a pesada "Vampire Hunter" (do EP "Shadowside") que logo conquistou o público. Dani Nolden com um vocal rasgado e com uma grande presença de palco cativava. O grupo santista intercalava músicas próprias e covers; "Father Time" do Stratovarius, "Dr. Stein", "Power" (ambas do Helloween) e "Painkiller" do Judas Priest foram os covers que agitaram o público. Os dois guitarristas estavam bem entrosados e reproduziram fielmente os solos das músicas, enquanto a "cozinha da banda" segurava a onda com precisão. O Shadowside ainda tocou mais três músicas do EP lançado pela banda: "Kingdom Of Life", "Believe in Yourself" e fecharam a apresentação com a interessante "Illusions", arrancando aplausos do público presente ao Credicard Hall (que ao final do show do Shadowside já estava praticamente lotado). Foi uma grande apresentação da banda santista, que conseguiu aquecer o ansioso público paulista e mostrou que tem tudo para ser uma das grandes revelações do cenário do metal nacional.

Após a apresentação do Shadowside, as cortinas se fecharam e começaram as mudanças no palco. Praticamente às 22 horas começou a tocar a introdução do show do Nightwish. O clima de tensão estava no ar enquanto as cortinas não se abriam. Quando começou a rolar a introdução de "Bless The Child" o público foi ao delírio. Tarja Turunen usando uma roupa bem apertada, mostrava a sua BOA condição física e arrancava suspiros dos marmanjos que estavam próximos ao palco. Jukka socava a bateria, enquanto o baixinho Emppu, com sua guitarra, pulava e se movimentava pelo palco. Marco Hietala, o novo baixista da banda, provou ser um grande baixista e vocalista. Marco também se movimenta bastante no palco, diferentemente do antigo baixista, que sempre ficava parado em frente ao seu ampli. "End Of All Hope" foi a segunda música do set, porém, as que realmente fizeram o público ir ao delírio foram "Come Cover Me" e "Kinslayer" (ambas do disco "Wishmaster"). O público que já estava mais familiarizado com as músicas do disco anterior cantava verso por verso em uníssono.

"Dead To The World" foi a terceira música do disco "Century Child" a ser apresentada ao público. Mesmo tendo sido lançado praticamente nessa semana no Brasil, os fãs paulistas já conheciam todas as músicas do "Century Child" e enlouqueciam com as melodias criadas pelo tecladista Tuomas. A banda ainda tocou "Deep Silent Complete" do disco "Wishmaster" e "10th Man Down" do EP "Over the Hills and Far Away". Tarja saiu do palco para descansar, enquanto Marco Hietala cantava o clássico de Ozzy Osbourne, "Crazy Train" que foi muito bem recebido pelo público. Quem estava no palco, viu Tarja nesse momento batendo fotos com os fãs e dançando ao som do clássico de Ozzy.

"Sacrament Of Wilderness" foi a única música do disco "Oceanborn" a ser apresentada para a decepção de muitos. "Slaying The Dreamer", a música mais pesada da banda deixou todo o público atordoado com a bateria de Jukka, com as marteladas do baixo do Marco e principalmente com os riffs pesados que saiam das seis cordas da guitarra do pequeno Emppu. "Beauty Of The Beast" foi o melhor momento do show, pois a banda reproduziu com fidelidade todas as passagens desse épico lançado no novo disco. Tarja mostrou sua competência, principalmente na segunda parte da música, chamada "One More Night To Live". Foi o ápice do show e arrepiou a todos. Após ter comovido todos no palco, Tarja anunciou a última música da noite, o cover "Over The Hills And Far Away".

Mal a banda saiu do palco e o público já os chamava novamente ao coro de "Nightwish" e "Wishmaster". A volta ao palco foi com a belíssima balada, "Sleeping Sun", um b-side do disco "Oceanborn". O show já estava próximo ao fim, quando o tecladista e líder da banda tocou apenas as primeiras notas de "Beauty and the Beast", do primeiro disco. O público foi ao delírio, porém, Tuomas só estava disposto a tocar caso o público respondesse com muito barulho. E ao som de "Olê, olê, olê, olê, Nightwish, Nightwish", Tuomas tocou definitivamente a introdução do clássico. Desta vez o diálogo da música foi feito entre Marco e Tarja, já que Tuomas, na coletiva de imprensa fez questão de lembrar que não pretende mais cantá-la. A música final do show foi uma feliz coincidência entre o setlist que estava colado no chão do palco, com os pedidos do público. Tuomas tocou os primeiros acordes e Tarja anunciou pausadamente: "Wish – mas – ter". Foi um final marcante, em grande estilo, cantado em coro pelo público.

Ao final do show a banda reverenciou o público que estava em êxtase. O grupo mais uma vez sentiu a força do público paulista enquanto os paulistas mais uma vez sentiram a potência do vocais líricos da belíssima Tarja e cia. Foi um show memorável que ficará por muito tempo na mente de todos que estavam presentes no local.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Nightwish: banda fará show virtual em mundo 3D interativo, veja o trailerNightwish
Banda fará show virtual em mundo 3D interativo, veja o trailer

Nightwish: Tuomas admite que pensou em acabar com a banda após Marko Hietala sairNightwish
Tuomas admite que pensou em acabar com a banda após Marko Hietala sair

Nightwish: Tuomas Holopainen diz que novo baixista da banda será anunciado em maioNightwish
Tuomas Holopainen diz que novo baixista da banda será anunciado em maio

Lista: 10 bandas de rock e heavy metal com integrantes nascidos em países diferentesLista
10 bandas de rock e heavy metal com integrantes nascidos em países diferentes

Nightwish: Floor Jansen se recuperando após colecistectomiaNightwish
Floor Jansen se recuperando após colecistectomia

Nightwish: Steve Harris ama de paixão um álbum da banda - e não é com a TarjaNightwish
Steve Harris ama de paixão um álbum da banda - e não é com a Tarja

Nightwish & Epica: no Dia da Mulher as vocalistas falam como é ser uma mulher no metalNightwish & Epica
No Dia da Mulher as vocalistas falam como é ser uma mulher no metal

Women In Metal: de Lita Ford até Tarja, 10 clássicos do metal cantados por mulheresWomen In Metal
De Lita Ford até Tarja, 10 clássicos do metal cantados por mulheres

Nightwish: vocalista grava cover de música do filme OblivionNightwish
Vocalista grava cover de música do filme "Oblivion"


Annete: jornalistas do brasil falaram que sofri um abortoAnnete
"jornalistas do brasil falaram que sofri um aborto"

Separadas no nascimento: Björk e Anette OlzonSeparadas no nascimento
Björk e Anette Olzon

Lista: 10 bandas de rock e heavy metal com integrantes nascidos em países diferentesLista
10 bandas de rock e heavy metal com integrantes nascidos em países diferentes


Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos


Sobre Fernando De Santis

Paulistano, nascido em 1979, Fernando De Santis passa grande parte do seu tempo viajando entre São Paulo, Santos e Curitiba. Nas horas de viagens dentro de ônibus ou aviões, costuma ouvir Hard Rock, Heavy Metal e demos de qualquer estilo. Atualmente trabalha como webdesigner para o Estado de São Paulo. Mantém o site "We Burn", dedicado ao Helloween desde 1998, que nunca lhe trouxe nenhum dinheiro, mas rendeu muito amigos.

Mais informações sobre

Mais matérias de Fernando De Santis no Whiplash.Net.