O pior momento do rock no Mainstream

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Hananias Souza Santana
Enviar correções  |  Ver Acessos

Estamos vivendo o pior momento do rock no mainstream no mundo e no Brasil.

Entenda que eu digo: o pior momento do rock no MAINSTREAM.

Eu não acredito nessa história de que o rock morreu, ou que está morrendo. O rock está firme e forte com boas bandas surgindo com frequência, grandes bandas que não são novas, mas não são tão velhas lançando ótimos discos e algumas bandas antigas ainda na ativa excursionando mundo afora (e algumas ainda lançando material relevante).

É evidente que o ritmo já teve momentos melhores, mas isso não justifica dizer que o rock acabou. Eu acho isso um tremendo exagero.

O assunto que quero abordar é o que citei acima, o momento do rock e do metal no mainstream.

Desde que surgiu, o rock and roll fez muito sucesso e sempre teve lugar cativo nos holofotes da indústria da música.

O ritmo deu ao mundo alguns dos artistas de maior sucesso comercial da história, como Beatles e Elvis, por exemplo.

Na atual década porém, percebo a queda acentuada da representatividade da música pesada no mainstream mundial e nacional.

Na cena mundial ainda respira, mas na nacional... Eu diria que está praticamente morto.

O rock sempre foi contracultura no Brasil, mas ele era presente nas rádios e em programas de TV com frequência.

Até a década passada ainda dividia lugar e a preferência dos jovens e adolescentes com outros ritmos musicais de sucesso no país, como sertanejo, pagode e funk, com bandas novas surgindo e muitos hits nas rádios e programas de TV aberta.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nessa década a coisa mudou de cenário. Nos últimos anos o rock foi praticamente chutado pra fora desse circuito, hoje dominado por um sertanejo da pior qualidade possível e outros ritmos também de qualidade muito questionável.

Eu diria que é o pior momento da história da música brasileira, tranquilamente. Mas esse não é o assunto do texto...

O cenário roqueiro no país é bom, na minha visão, com boas bandas surgindo, de diferentes vertentes, algumas fazendo sucesso na gringa. Claro que ficam longe da mídia nacional.

Eu imagino que alguns leitores estão pensando: E daí que o rock está fora do mainstream nacional? Tem muita banda boa por aí, é só procurar! E as bandas nacionais que a mídia colocava em evidencia eram em grande parte de qualidade questionável.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu entendo esse pensamento, mas eu fico incomodado por que muitos headbangers que hoje curtem um Iron Maiden, Slayer ou Deep Purple da vida conheceram o rock através de bandas como CPM22 ou NX Zero.

Eu não posso afirmar o peso que essa quase que total ausência dos holofotes terá para a cena roqueira nacional a médio prazo, mas realmente acredito que é importante o ritmo se fazer presente nas rádios e programas de TV, como sempre foi.

Imagino os adolescentes nas escolas. Na minha época de escola sempre tinham os garotos e garotas que curtiam rock e se destacavam da maioria pelo modo de se vestir e tal(eu era um deles). Mas e hoje em dia?

É difícil você gostar de algo que não lhe foi apresentado. Penso que pra um adolescente gostar de rock hoje é por influência de alguém próximo que curte, por que com o som tão longe da mídia é complicado a galera conhecer, e o resultado disso é a diminuição de fãs do gênero no país, o que a médio prazo se concretizará em menor procura nos shows e até a afugentar bandas estrangeiras(exceto as gigantes) de passarem pelo Brasil.

Eu prefiro saber que regularmente bandas como um Fresno da vida fazem aparições na TV aberta (mesmo que eu não assista mais tv), dividindo espaço com essas terríveis duplas sertanejas, do que a total ausência de rock mídia, como tem sido.

Mesmo que eu não curta o som do Fresno, ainda acho bem melhor do que a música da moda atual desse país, além de ter uma importância para apresentar o universo do rock para uma nova geração (Eu sei que a geração atual não tem a TV como principal entretenimento, existe a internet e etc, é só um exemplo).

Não sei se esse cenário vai melhorar, mas torço para que o rock volte a ter seu lugar no mainstream nacional. E você caro leitor, o que pensa sobre isso? Deixe sua opinião nos comentários.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Pink Floyd: dupla sertaneja desvirtua clássico da bandaPink Floyd
Dupla sertaneja desvirtua clássico da banda

Top 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone


Sobre Hananias Souza Santana

Hananias Souza Santana, nascido em 1990, estudante de administração na Universidade do Estado da Bahia, guitarrista, por ser negro, morar na periferia de Salvador e ser cristão batista, tinha tudo para curtir rap, pagode ou gospel, mas como o amor a música foge a rótulos, se tornou headbanger desde a adolescência. Os estilos de sua preferência são o Hard Rock e Heavy Metal anos 70 e 80, mas ouve um pouco de tudo dentro do rock and roll.

Mais matérias de Hananias Souza Santana no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280