Um falso problema: A separação entre sentimento e técnica na música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe resende
Enviar correções  |  Ver Acessos

- Sentimento e técnica são inseparáveis. Expressividade e técnica são separáveis;

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

- O sentimento é a causa da música. A técnica permite a manifestação objetiva da música;

- A técnica envolve pensamento, habilidade e conhecimentos;

- Uma composição não pode ser taxada como carente de sentimento, mas sim de expressividade;

- O sentimento pode exigir exageros técnicos ou um mínimo de técnica;

- A expressão pode ter como objeto na forma e conteúdo do material um sentimento idêntico ou não idêntico ao sentimento causal, ou não ter sentimentos como o seu objeto. Até mesmo a própria técnica pode ser objeto de si enquanto experimentação sonora - algo que expressa o desejo de autosuperação de seus limites;

- O artista pode falhar no modo de expressar o objetivo de sua música. Nesse caso, a música é altamente enfadonha, insossa. Formalismos, clichês e coisas afins podem tornar uma canção de amor insuportável;

- Formalismos, clichês e coisas afins, porém, podem ser usados para expressar algo (como a autocrítica de si mesmos);




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo


Sobre Felipe resende

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL